Nosso Banner




Mais banners e buttons

Parceiros

Pokémon Mythology RPG
Redes Sociais
Os membros mais ativos do mês
Kenway
 
Heisenberg
 
Atsushi Murasakibara
 
primo06
 
Naruub
 
Vergil
 
Soul
 
TheGamerBr
 


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Foto

Dia de Alistamento

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 2]

Em Curso em Ter 23 Dez 2014 - 23:58 1

Kaneki

avatar
Membro Destaque


Dia de Alistamento


Nome: Dia de Alistamento
Participante(s):

Joseph Strawker

Link da(s) Ficha(s) do(s) Participante(s):
Mar & Ilha: East Blue - Shells Town
Possui Barco? Se sim, o descreva:

Não possui.
Link da última Aventura/Coliseum: http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1441-batalha-inicial-de-joseph-strawker#8777

Aqui ocorrerá a Aventura do Civil Joseph Strawker, ainda sem Narrador Definido.

Ver perfil do usuário http://www.somosmugiwara.com/
Em Curso em Qua 24 Dez 2014 - 13:53 2

Strawker

avatar
Membro Nível 4
Acaba de chegar em Shells Town , cidade que popularmente haveria um QG da Marinha onde eu poderia me alistar.Após vários dias dentro de um barco, ficamos vários dias em viajem desde Drum minha cidade natal, tudo que eu queria fazer era dar uma caminhada , conversar com pessoas diferentes , sentir-se firme em solo e o aroma de coisas diferentes pois a única coisa que se podia sentir dentro do barco era o cheiro do mar e dos outros integrantes da tripulação.
Descia do barco em que cheguei ja no porto já via alguns moradores de rua , que gostaria de qualquer ajuda que fosse possível , porem na condição que eu estava , apenas com o que tinha no corpo, não teria nada oque fazer. Me fazendo lembrar do que me deu motivação para eu me alistar na marinha e querer viajar o mundo para ajudar quem eu puder

‘’Então , nem sei por onde começar , acho que primeiro devo descobrir onde fica o QG da marinha para eu poder me alistar , talvez o povo saiba exatamente onde se localiza tal edifício'' – Ficava a pensar enquanto andava para o meio da cidade.

Quando chegar a um lugar bem movimentado tentarei puxar assunto com algumas pessoas para descobrir onde poderia ir para me alistar para Marinha

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1439-ficha-aceita-de-joseph-strawker
Em Curso em Qua 24 Dez 2014 - 15:27 3

Franken Stein

avatar
Membro Nível 8
Finalmente Joseph desembarcava em Shells Town. Estava apenas com a roupa do corpo, um tanto mal trapilho da viagem, o jovem estava motivado, e não desistira até encontrar a base da marinha, começa a caminha pela cidade, o clima estava quente, algumas nuvens no céu, fazia em torno de 28ºC, e o ar estava seco. O jovem continuava a caminhar em direção a concentração de pessoas, o sol escaldante já lhe deixava com algumas gotas de suor a escorrer pelo cabelo, fazendo o contorno do rosto, ao se aproximar um pouco vê uma enorme avenida, com várias tendas e mercados. Um bom lugar para tirar informações, podia-se ver também vários mendigos pelos cantos e becos, algumas crianças maltrapilhas os incomodando. Parecia tudo como em uma cidade normal.

- Mê de algumas moedas por favor, moedas, preciso de moedas...

Um homem sujo, com os olhos cortados, cego. Sentado e escorado em uma casa qualquer ficava pedindo dinheiro, mexendo sua pequena latinha que fazia barulho já com algum dinheiro dentro. Ele parecia olhar fixo para o jovem, mesmo com aqueles olhos machucados. Joseph para e fica a observa-lo, quando menos espera um homem um pouco mais alto que Joseph se aproxima, com roupas limpas e um chapéu, com uma garrafa de alguma bebida e uma espada em sua cintura, passa e chuta o velho e pega suas moedas. Parecia ser um pirata ou seria apenas algum bêbado? Como o jovem reagiria diante daquela cena de tamanha injustiça?!

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1382-ficha-aceita-de-franken-stein#8390
Em Curso em Qua 24 Dez 2014 - 17:50 4

Strawker

avatar
Membro Nível 4
Ao andar pela cidade que estava com um clima quente e seco , sentia o suar escorrendo pelo meu rosto , quando olhava em volte percebia que o cenário portuário havia se transformado em tendas de prédios e mercados , assim assumia que estava no centro comercial. Quando eu escutava :
- Mê de algumas moedas por favor, moedas, preciso de moedas...
Quando eu olhava , um morador de rua, sujo , cego com os olhos cortados, que ficava escorado em uma casa, era quem estava pedindo o dinheiro , ele ficara com um potinho que pelo barulho havia já uma quantidade de dinheiro.Colocava a mao no bolso a procura de moedas , mas derrepente um homen um pouco mais alto que eu , com um chapéu e roupas limpas , com uma espada e uma garrafa de algum tipo de bebedia , chuta e pega as moedas para si.
Olho para o cego e vejo se ele esta bem.

-Ei!. Voce esta louco!!?? – Grito para que o homem que deu um chute no cego.
– Voce esta bem senhor? – Falo olhando para o cego procurando algumas moedas em meu bolso para dar ao homem.

Ficava olhando de canto de olho para o homem estranho , pois ele possui uma espada a ultima coisa que gostaria é arranjar briga com alguém armado

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1439-ficha-aceita-de-joseph-strawker
Em Curso em Qua 24 Dez 2014 - 20:40 5

Franken Stein

avatar
Membro Nível 8
O jovem aspirante logo se invoca perante a injustiça que vê. Grita com o homem e auxilia o senhor cego e lhe dá algumas moedas que havia no bolso. O homem já estava um pouco a frente, ele para, coloca o mindinho no nariz e fica parado com a garrafa na mão, parecia pensativo, então gira e se abaixa um pouco e fica de cara com Joseph, ainda com o dedo no nariz e fala.

- QUEE???? LOUCO, EU??? HAHAHAHAH' wick wick

O homem dá um grito escandaloso, sua voz um tanto rouca, após dizer soluça e dá mais alguns goles de sua bebida. Dava pra se notar suas bochechas já um tanto coradas da bebedeira, andava um pouco desengonçado e ficava ali parado encarando o jovem com uma mão escorando no cabo da espada, com um rosto sarcástico, tinha cabelos pretos na altura do ombro e olhos azuis, e um pequeno cavanhaque junto de uma barba rala, também pretas, sua estatura era um tanto galante, tentando se mostrar poderoso ou acima dos outros, ficava coçando seu nariz despreocupado, apenas olhando o jovem que tentava apenas ajudar o velho senhor.

- Cof cof, ah... É você de novo, seu maldito!

Dizia o velho que tentava se levantar mas não conseguia, sua bengala estava jogada um pouco longe, era apenas um pedaço de madeira liso, parecia uma espada de madeira usada para treinos, o velho tentava ainda se levantar, parecia bravo,  também parecia que o homem já havia o roubado mais vezes.

- E ai moleque. Vai querer me encarar? Por causa desse velho imundo???

O homem termina com a garrafa e a atira em cima do velho e cospe no chão. Sua expressão do nada se transforma em raiva, fica com os olhos concentrados e enruga a testa, ainda dava alguns soluços. O que o jovem iria fazer, iria fugir ou encarar, parecia que uma luta estava por começar, seria bom já enfrentar alguém armado sem ao menos ter se alistado ou sem ter companheiros?

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1382-ficha-aceita-de-franken-stein#8390
Em Curso em Qui 25 Dez 2014 - 16:28 6

Strawker

avatar
Membro Nível 4
Após dar um pouco de auxilio para o cego , percebo que o homem gira e se abaixando um pouco para ficar perto de mim, e com um dedo no nariz fala

- QUEE???? LOUCO, EU??? HAHAHAHAH' wick wick

Ele fala com um tom escandaloso e gritando , solucando e dando alguns goles em sua bebida que carregava, pelo jeito que ele andava e por algumas notas em seu rosto , como o rosto meio rosada , estava claro que ele já estava em um estado alcoólico um pouco elevado.O homem ficava me encarando com um rosto sarcástico e com a mao escondida , provavelmente no cabo de sua espada. Quando o morador de rua fala:

- Cof cof, ah... É você de novo, seu maldito!

Imediatamente começo a pensar “Como assim de novo , então esse cara frequentemente deve implicar com esse senhor , isso é inadmissível , eu tenho que fazer algo , que droga , esse cara tem uma espada , se eu tivesse algum tipo de arma ”

Fico olhando em volta e vejo um pedaço de madeira que mais parecia uma espada de treino. Quando o valentão de olhos azuis solta uma fala como provocação :

- E ai moleque. Vai querer me encarar? Por causa desse velho imundo???

Assim quando ele termina a garrafa ele a joga no velho e da um cuspe no chão. Isso age como um estopim , começo a ficar com muita raiva do homem fico encarando ele ,tento pegar o pedaço de madeira que mais parecia com uma espada de treino, seguro ela com muita forca e desfiro como um golpe na horizontal tentando atingir o rosto do valentão.

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1439-ficha-aceita-de-joseph-strawker
Em Curso em Dom 28 Dez 2014 - 23:25 7

Franken Stein

avatar
Membro Nível 8
O aspirante logo reage a provocação do homem, que intimida o velho senhor no qual estava ajudando. Ele consegue ver aquele pedaço de madeira, a bengala do senhor, parte rapidamente e a agarra firmemente, o homem da uma cambaleada por causa de sua embriaguez e então vê aquele pedaço de madeira vindo contra seu rosto, o homem apenas sorri e desembainha sua espada rapidamente, segurando-a com o cabo para cima e deixando a lâmina virada para si, apenas defende o golpe de Joseph e fica olhando para o rosto do jovem e da uma gargalhada e soluça quase tudo ao mesmo tempo.

- HAHAHAH wick wick HAHAH Isso é tudo que tens meu jovem????

Ao falar isso apenas com um braço empurra o jovem para trás que quase cai, o afastando de si, segura sua katana agora com as duas mãos e da uma investida no jovem, que ainda cambaleava para trás e desfere um golpe com o cabo da espada o acertando no estômago e o atirando mais para trás o fazendo bater contra uma parede e fala.

- Não tente bancar o herói garotinho, aqui é o mundo real, não pense que estes marinheiros podem te ajudar!

Fala em um tom firme, o velho apenas se encolhe no canto com medo, enquanto o homem caminha e passar por ele, vai lentamente, segurando a espada com a mão direita, com a ponta para baixo e a lâmina para frente, apenas caminha encarando o jovem com um pequeno sorriso, o homem ainda se atrapalhava um pouco nos passos mas parecia não estar de brincadeira.

Como o aspirante se safaria dessa? Os comerciantes próximos se afastam todos com medo, os marinheiros pareciam não estar por perto. Teria de enfrentar com tudo o que tinha para sair vivo desta e continuar com seu sonho, se alistar na marinha e ajudar as pessoas em todo o mundo.



STATUS:
Strawker: Pv: 17 -3 do ataque no estômago = 14
Ps: 28

Homem desconhecido: Pv: 20
Ps: 24 -4 do ataque = 20

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1382-ficha-aceita-de-franken-stein#8390
Em Curso em Dom 28 Dez 2014 - 23:57 8

Strawker

avatar
Membro Nível 4
Conseguia pegar o pedaço de madeira , porem quando desferia meu golpe contra o rosto do homem misteriosos , ele conseguiria sacar sua espada para conseguir se defender do meu golpe.Ele fica olhando para mim e solta uma gargalhada misturada com soluços por causa da bebida:

-- HAHAHAH wick wick HAHAH Isso é tudo que tens meu jovem????

Após dizer isso o homem me empurra, com uma forca que quase me faz cair , assim ele passa a segurar a katana com as duas mãos, e quando vejo ele já estava disparando contra mim e me desfere um golpe que me acerta no estomago , que me faz ir mais para trás me fazendo bater contra uma parede e logo ele diz:

- Não tente bancar o herói garotinho, aqui é o mundo real, não pense que estes marinheiros podem te ajudar!

O seu tom de voz ficara firme , vejo ele passando pelo velho que ficava encolhido no canto com medo , ele vinha andando segurando a espada com a mao direita com a ponta para baixo e a lamina para frente , ele vinha com um sorriso no rosto ,uma visão que me arrepiava a espinha de medo, porem se atrapalhava para andar em linha reta ainda , isso me dava um alivio, pois isso me mostra que ainda tenho uma chance de vencer .

‘’Esse cara esta meio bêbado , tenho que usar isso contra ele , vou tentar deixa-lo confuso’’

Com a espada de madeira em minha mão esquerda disparava em direção ao bêbado e para deixa-lo confuso  corrida em zig zag para deixa-lo confuso, e quando chegava bem perto dele me agacho e tento acertar o joelho esquerdo do homem , dando um golpe na horizontal da esquerda para direita , visava quebrar o joelho dele.

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1439-ficha-aceita-de-joseph-strawker
Em Curso em Ter 17 Fev 2015 - 15:42 9

Tsubaki

avatar
Membro Nível 16
Apesar da embriaguez, Joseph percebera que seu oponente não estava tão vulnerável assim. Ele o atingia com golpes que lhe causavam dor e o dizia um monte de baboseiras entrecortadas com soluços.

O homem esbraveja algo sobre não tentar ser um herói e passa pelo velho cego o deixando um pouco amedrontado. Era atormentado diariamente pelo bêbado e era a primeira vez que alguém intervinha para ajudá-lo. As pessoas se aglomeraram para ver a confusão. Comerciantes já apostavam quem sairia vencedor daquela luta e alguns outros mendigos e crianças apoiavam Strawker, já que ele estava praticamente os representando ao defender o cego maltrapilho.

- Vai lá garoto, derrota esse bêbado maldito! Você consegue!- - O seu lado da torcida gritava.

- Não vá perder por um garotinho como ele, Farrel! - Gritava os comerciantes, trocando o dinheiro das apostas.

Embalado pelo som de sua estranha torcida. Strawker pensa em uma estratégia para confundir seu adversário. Aproveitando-se da sua embriaguez, o garoto começa a correr em direção a ele com zig zags precisos. Os olhos do bêbado iam de um lugar a outra, sua expressão estava confusa e ele não parecia estar conseguindo focalizar Joseph.

- Maldito... inseto! WICK Para de se mexer desse jeito! - Farrel engrolava a língua a cada palavra.
Joseph agacha-se próximo a ele e acerta o joelho do homem com sua bengala, ele urra de dor e cai no chão, segurando seu joelho e praguejando coisas que as crianças presentes não deveriam ouvir. A multidão se desperçou e os comerciantes reclamavam, voltando a sua rotina normal.

- Muito obrigado, garoto. Acho que ele não me incomodará tão cedo hahaha. Venha comigo eu tenho algo para lhe mostrar e dizer também... - O velho cego pegava novamente sua bengala e tomava a dianteira, por mais estranho que possa parecer, guiaria Strawker para algum lugar. Ele não virou-se para trás em nenhum momento, apenas esperava que o garoto já estivesse o seguindo.

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1261-ficha-aceita-de-tamer-tsubaki
Em Curso em Ter 17 Fev 2015 - 17:54 10

Strawker

avatar
Membro Nível 4
No meio da nossa luta, percebia que o pessoal que estava no local começava a torcer pela minha briga com o homem misterioso , que descobria que provavelmente se chamava Farrel , pelo grito de algumas pessoas que estavam torcendo por ele , alguns comerciantes começarão a apostar em algum de nos, uma parte da minha torcida era composta por algumas crianças e moradores de ruas.O grito da multidão me dava uma adrenalina e excitação que ao correr em zig zag e escutar Farrel praguejar :

- Maldito... inseto! WICK Para de se mexer desse jeito! – Ele falava enrolando a língua a cada palavra.

Ao conseguir acertar o joelho dele que urrava de dor e cairia ao chão, gritando e praguejando coisas impróprias que as mães de algumas crianças perto ate tamparia as orelhas dos mesmo . A multidão logo se despersava e os comerciantes voltava a sua vida normal. A sensação de conseguir derrotar Farrel e conseguir ajudar alguém me dera uma satisfação e uma euforia , que ficara com um sorriso estalado no rosto que iria de um canto ao outro de meu rosto, ficava sem saber oque fazer quando escutava o mendingo falando :

- Muito obrigado, garoto. Acho que ele não me incomodará tão cedo hahaha. Venha comigo eu tenho algo para lhe mostrar e dizer também...  .

O velho pegava sua bengala e comecava a andar como se estivese me guiando para algum lugar, ele não checava se eu estaria o seguindo.Eu começava a segui-lo por estar curioso para saber oque ele estaria querendo me dizer e me mostrar.

“O que sera que esse homem tem a me dizer e me mostrar , será que ele sabe onde esta o Quartel da marinha , por falar nisso , mal cheguei na cidade e já consegui fazer boas ações , minha família iria estar orgulhosa agora “ - Ficava pensando ao seguir o velho, com um grande sorriso em meu rosto, e andando confiantemente.

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1439-ficha-aceita-de-joseph-strawker
Em Curso em Ter 17 Fev 2015 - 18:48 11

Tsubaki

avatar
Membro Nível 16
Strawker ficou extremamente feliz, mal havia chegado na cidade e já tinha feito boas ações e ajudado o velho cego, pensava o quão orgulhosa sua família deveria estar agora e esse pensamento o fez ficar com um sorriso de orelha a orelha.

Era possível imaginar se afinal, Joseph não havia nascido realmente para isso. Tornar-se um grande marinheiro e ajudar as pessoas em uma escala muito maior. Era isso que o velho cego, tinha em mente. Devido a curiosidade, o jovem Strawker seguia o senhor que o guiava pelas ruas mais movimentadas de Shells Town, não demorando muito para eles já poderem visualizar a gigantesca base da Marinha que destacava-se no cenário e aproximarem-se de seus portões.

Dois cabos estavam a frente e ficaram muito surpresos ao verem o velho cego e prestaram continência imediatamente, mas o senhor não pareceu dar muita atenção, afinal, ele sequer podia ver a continência dos marinheiros.

- Senhor... ficamos surpresos que tenha conseguido... - Um deles falava.

- Ora, só porque sou cego!? Vocês podem duvidar, mas eu tenho bom faro para encontrar marinheiros em potencial e eu finalmente encontrei meu campeão. - Com ''campeão'' ele referia-se a Strawker e os marinheiros riram de tal referência, não levando fé nas capacidades do garoto.

Enfim, eles abriram os portões e deixaram os dois passarem. A Base da Marinha era ainda maior vista de perto e possuía uma grande área de treinamento, onde vários recrutas, muitos deles da idade de Joseph, treinavam sob o sol escaldante. O Qg estava movimentado e muitos oficias passavam atarefados, o que não era muito comum de encontrar naquela base remota do East Blue, parecia ser uma data muito especial e comemorativa.

- Ora, Sargento Fuji, há quanto tempo eu não tenho o prazer de vê-lo. Estava achando que não conseguiria achar um pupilo até o Dia do Alistamento. - A voz do marinheiro soava desafiadora e pelas suas vestimentas possuía elevada patente, igualmente ao velho que o guiara até ali.

- Tenente Razelts, eu finalmente o achei e creio que ele não me desapontará, apesar de estar um pouquinho atrasado hahaha - Fuji dava um pequeno tapinha no ombro de Joseph e o levava juntamente com o Tenente responsável pelo QG, Razelts, para onde os outros recrutas estavam. Eram 10 no total e eles estavam vestidos com roupas comuns, assim como Strawker.
10 oficiais pararam na frente dos recrutas, entre els, tenentes de outras bases, capitães e até mesmo um comodoro importante, todos haviam selecionado algum jovem cujo considerassem as habilidades boas, para terem a oportunidade de se alistarem na Marinha, além é claro, dos oficiais receberem um pequeno aumento de salário, caso o seu aprendiz fosse o selecionado.

- A Marinha não é lugar para covardes, a Marinha não é lugar para valentões e principalmente, a Marinha não é lugar para FRACOTES! Esses homens confiam na habilidade de vocês, acreditam em seus potenciais, então provem que não são só o monte de estrume que aparentam ser e façam essa confiança valer a pena! - Dizia severamente o Tenente Razelts, andando firmemente de um lado a outro e encarando atenta e amedrontadoramente os recrutas nos olhos. - Vocês enfrentaram alguns testes básicos e treinamentos rigorosos para ver se são aptos e como reagem a diversas situações e no final do dia... apenas UM terá a honra de adentrar na Marinha e o resto estará morto... isso se tiverem sorte.

Essa última sentença fez os recrutas se entreolharem assustados e temerosos, apenas um deles realizaria o sonho, apenas um deles defenderia a justiça com a gaivota em seus uniformes.

- As moças que quiserem desistir... a hora é agora. - Um sorriso macabro e sádico desenhava-se na boca do Tenente, como se estivesse os instigando a desistirem agora ou sofrerem as consequências depois.

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1261-ficha-aceita-de-tamer-tsubaki
Em Curso em Qua 18 Fev 2015 - 20:08 12

Strawker

avatar
Membro Nível 4
Estava seguindo o homem cego que eu tinha acabado de salvar quando de longe já conseguiria avistar um edifício enorme que se destacava no meio da multidão , que o senhor conseguia desviar coisa que me deixava muito entrigado

“Como ele consegue andar por essa rua super movimentada sem trombar com ninguém ” – eu ficava pensando comigo mesmo.

Quando chegávamos perto dos portão conseguíamos ver dois cabo de guarda que ao me ver com o senhor ficavam surpresos e rapidamente batiam continência , que não seria muito útil já que o senhor era cego.

-Senhor... ficamos surpresos que tenha conseguido...   -  dizia um deles

-Ora, só porque sou cego!? Vocês podem duvidar, mas eu tenho bom faro para encontrar marinheiros em potencial e eu finalmente encontrei meu campeão.  – Ao me referir como campão fez com que os cabos rissem porem aquilo de deixava muito orgulhoso .

Os cabos abriam o portão nos deixando passar, ao adentrar a base da marinha via o quão gigante ela era , se de longe ela era enorme de perto parecia algo divino , passávamos por uma área de treinamento onde podia ver varias pessoas que aparentava minha idade , eles treinavam de baixo de um sol que estava extremamente quente. O Quartel estava extremamente movimentado com pessoas transitando em todos os momentos , coisa que eu pensava ser não muito comum para uma pequena ilha do East Blue

- Ora, Sargento Fuji, há quanto tempo eu não tenho o prazer de vê-lo. Estava achando que não conseguiria achar um pupilo até o Dia do Alistamento.  -   As vestimentas do marinheiro mostrava que era de alta patente e a sua voz estava com um tom desafiador e o que mais me espantava era que ele se referia ao meu guia como Sargento Fuji.

“Nossa, esse homem é um sargento da marinha, que sorte grande , e o que será que ele quis dizer com pupilo?” – ficava tentando entender o que esta para acontecer e porque pupilo.

- Tenente Razelts, eu finalmente o achei e creio que ele não me desapontará, apesar de estar um pouquinho atrasado hahaha

Fuji dizia isso me dando um tapa no ombro, percebia que Fuji estava muito confiante de mim, seguia-os sem saber o que estava acontecendo, até que chegávamos em um lugar onde estava outros 10 recrutas , que pareciam pessoas normais , eles estavam sem uniformes assim como eu . Cada recruta tinha alguém outro marinheiro de vários tipos de cargos consigo , como capitães , tenentes e até mesmo um comodoro.

- A Marinha não é lugar para covardes, a Marinha não é lugar para valentões e principalmente, a Marinha não é lugar para FRACOTES! Esses homens confiam na habilidade de vocês, acreditam em seus potenciais, então provem que não são só o monte de estrume que aparentam ser e façam essa confiança valer a pena! – Razelts ficava andando de uma lado para o outro e nos olhando nos olhos

-Vocês enfrentaram alguns testes básicos e treinamentos rigorosos para ver se são aptos e como reagem a diversas situações e no final do dia... apenas UM terá a honra de adentrar na Marinha e o resto estará morto... isso se tiverem sorte.

“Eu sei que esse papo de morrer é apenas para nos amedrontar , mas como assim apenas um passara no teste , isso realmente é assustador , sera que isso será fácil?, Poruqe Fuji esta tão confiante de mim , será que eu sou realmente capaz? Logico que sou , não ! , eu tenho que conseguir fazer isso” – ficava encarando Razeltz enquanto andava

- As moças que quiserem desistir... a hora é agora. – Razeltz dizia isso com um sorriso sádico no rosto como se fosse para quem fosse medroso já desistir.

Ficava encarando Razeltz com uma cara seria, pois estava determinado a enfrentar o mundo para conseguir essa vaga.

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1439-ficha-aceita-de-joseph-strawker
Em Curso em Qua 18 Fev 2015 - 20:51 13

Tsubaki

avatar
Membro Nível 16
Strawker chegara a Base da Marinha totalmente perdido, não sabia o que estava acontecendo ou o porquê da reunião de tantos oficiais importantes da Marinha, mas logo percebeu sobre o que se tratava quando foi posto em uma fila de 10 recrutas, cada um levado por um oficial.

Era o Dia de Alistamento.

O Comandante Razelts dizia algumas coisas para amedrontar os recrutas, alguns tremiam e outros se entrolhavam assustados. Porém Joseph mantinha-se sério, encarando o Comandante, estava determinado a passar e sabia que aquele discurso todo era só para intimidá-los, embora houvesse ficado preocupado quando Razelts disse que só um deles passaria.

- Ora, Ora. O seu garoto é destemido, Sargento Fuji, espero que continue assim após acabarmos com ele. - O Comandante aproximava-se perto demais do garoto, o encarando cara a cara. Strawker podia sentir o calor da respiração do comandante mesclado com o calor escaldante do sol, que fazia a areia abaixo dos pés deles soltar um pequeno vapor, qualquer gota de suor que fosse despejado da face de algum presente ali, seria rapidamente evaporada.

- Na Marinha nós temos que seguir ordens e muitas vezes, as ordens que temos de cumprir não são nada agradáveis. Podem ir contra os nossos princípios, mas vocês terão de entender que o homem que entra na Marinha, não possui mais princípios próprios e sim, os princípios da Marinha! - Ao terminar de dizer isso, vários marinheiros passaram, cada um carregando garotos e até garotas mais novas. No total também eram dez, alguns choravam e outros recusavam-se a olhar nos olhos de qualquer um presente.

Os marinheiros que trouxeram os garotos, aproximaram-se dos recrutas e lançaram pistolas ao chão e começaram a dar risadas como se estivessem ansiosos para ver o que aconteceria em seguida.

- Essas crianças são criminosas, algumas piratas. Alguns deles roubaram e também mataram pessoas inocentes e devem ser julgadas... vocês já sabem o que fazer... Apenas cumpram a ordem e matem-nas! - Razelts apontava para as armas a frente de cada recruta. Um silêncio mortal tomou conta, apenas os soluços das crianças que choravam podiam ser ouvidas.

Três recrutas hesitaram. Os demais pegaram as armas e tremiam diante de suas vítimas. A criança que Strawker tinha que julgar era uma garotinha, ela possuía olhos azuis e cabelos castanhos presos em um rabo de cavalo, ela encarava Joseph, quase chorando e soluçando.

- E-E-Eu sou inocente, senhor... p-p-por favor não m-me machuque... - As sílabas falhas demonstravam seu medo da morte.

Um tiro foi ouvido e um dos garotos foi morto. O recruta que o matara sequer hesitara e com audácia devolvia a pistola para o seu dono de origem. Os oficiais assistiam sem demonstrar nenhuma expressão aparente. Os outros recrutas ainda hesitavam, apenas um havia cumprido o que fora proposto.

O que será que Strawker faria agora? Falharia logo no primeiro teste!?

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1261-ficha-aceita-de-tamer-tsubaki
Em Curso em Qui 19 Fev 2015 - 2:53 14

Strawker

avatar
Membro Nível 4
Após o discurso do Comandante muitos temiam e outros ficavam assustados, porem eu conseguia me manter serio encarando o Comandante que me retrucava chegando perto e me encarava cara a cara, ele chegava tão perto que podia sentir o calor de sua respiração em meu rosto mesclado com o sol , que estava horripilante de quente:

- Ora, Ora. O seu garoto é destemido, Sargento Fuji, espero que continue assim após acabarmos com ele.

- Na Marinha nós temos que seguir ordens e muitas vezes, as ordens que temos de cumprir não são nada agradáveis. Podem ir contra os nossos princípios, mas vocês terão de entender que o homem que entra na Marinha, não possui mais princípios próprios e sim, os princípios da Marinha!  - ao dizser isto vários marinheiros passaram carregando  garotos e garotas mais novas . No total vinha a ser dez crianças, que algumas estavam a chorar e outras evitavam de nos olhar nos olhos.

Os mesmos marinheiros que traziam as crianças se aproximavam de nos , e jogava algumas armas de fogo no chão e começava a dar risada risadas como se estivessem esperando algo acontecer.

- Essas crianças são criminosas, algumas piratas. Alguns deles roubaram e também mataram pessoas inocentes e devem ser julgadas... vocês já sabem o que fazer... Apenas cumpram a ordem e matem-nas!

Razeltz apontava para as armas no chão que estava em frente de cada recruta, um silencio mortal tomava conta do ambiente , e a única coisa que se dava para escutar era o soluço das crianças que estavam chorando.

“Cara, impossível essas crianças serem criminosas, não tem sentido, eles não tem provas, elas não tem recompensa em suas cabeças para elas serem mortas , não cabe a nos julga-las principalmente aqui em um alistamento”

Tres recrutas hesitavam e o resto pegava a respectiva arma e tremia diante de suas vitimas. A criança que eu deveria julgar era uma garotinha de olhos azuis e cabelos castanhos presos em um rabo de cavalo, que ficava me encarando, quase chorando e soluçando.

- E-E-Eu sou inocente, senhor... p-p-por favor não m-me machuque... – a menina mal conseguia falar com o medo de morrer .

Se ouvia um barulho de tiro. O recruta que cometeu o disparo mal sequer havia hesitado e com audácia devolvia a arma para o dono de origem. Os oficiais assistiam sem demonstrar nenhuma expressão aparente.Os outros recrutas ainda hesitavam, apenas um havia cumprido oque fora proposto.

“Como assim o cara realizou um disparo, porque ele matou uma criança sem saber a verdade? Ele ainda acha que deve virar um marinheiro, isso não é justiça!”

Entrava em um estado de raiva por ver que alguém havia cometido um erro em minha visão e gritava na direção de quem havia disparado contra uma criança gritando:

-Como você pode fazer isso?! Era uma criança seu monstro , você não pode matar alguém assim sem saber se ela realmente é uma criminoso , ou se ela não tem uma recompensa sobre sua cabeça!.Quem você acha que é para poder julgar alguém sem ter a mínima competência hierárquica ou poder para o mesmo. – Falava andando em direção do recruta e ficava encarando ele e ficava com os punhos cerrados preparado para disferir um soco em seu rosto, porem iria me conter.

“Porque Fuji e Razerltz não fizeram nada , porque eles não o impedirão?” – a duvida não parava de circular em minha cabeça.

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1439-ficha-aceita-de-joseph-strawker
Em Curso em Qui 19 Fev 2015 - 15:31 15

Tsubaki

avatar
Membro Nível 16
Strawker assim como os outros, hesitava ao fazer os disparos. Não conseguia acreditar que crianças como aquelas poderiam ter cometido crimes tão hediondos e mesmo que houvessem, não cabia a eles, meros recrutas que sequer estavam alistados ainda, os julgarem. Estava surpreso que o Sargente Fuji e o Comandante Razelts não fizessem nada para intervir no caso.

Porém, o pensamento de um dos recrutas era diferente. Ele não se importou e sem sequer pestanejar cravou uma bala na cabeça de um garotinho e ainda teve a audácia de devolver a arma para o dono como se tivesse acabado de fazer algo extremamente normal.

O Comodoro aplaudiu o ato do garoto com um sorriso no rosto, mas os outros oficiais mantinham-se quietos, esperando o desfecho. O Sargento Fuji não podia ver o que estava acontecendo, mas deixara escapar um feição preocupada.
Strawker foi dominado pela fúria, não acreditava nesse tipo de justiça e esbravejou em direção ao garoto que cometera o disparo.

- Como você pode fazer isso?! Era uma criança seu monstro , você não pode matar alguém assim sem saber se ela realmente é uma criminoso , ou se ela não tem uma recompensa sobre sua cabeça! Quem você acha que é para poder julgar alguém sem ter a mínima competência hierárquica ou poder para o mesmo. - Joseph estava segurando-se para não agredi-lo.

[neon=#000000]- Competência hierárquica, puff... que baboseira é essa que você está falando, hein!? Eu fiz o que foi ordenado para fazer! Afinal é sobre isso que o exercício se trata! E como o Comandante já havia dito, esse não é local para covardes, se não tem coragem para fazer isso, esse não é o local para você!!![/neon] - Ele sorria debochado, provocando Strawker para atacá-lo.

- Já chega! Esse exercício foi para ver como vocês se comportam em uma situação de pressão e risco. Um marinheiro deve pensar com sua própria cabeça! Não importa a ordem que seu oficial deu, é você que está em campo e será você que puxará o gatilho! A decisão é sua no fim. Você não terá tempo para hesitar ou tempo para pensar na moralidade de seus atos, isso tudo ficará para depois! - Fuji finalmente se pronunciará e suas palavras retiraram o sorriso do Comodoro.

- Mesmo assim, vocês não devem questionar as ordens de seus oficiais! Porém, estou surpreso com o jovem Strawker... ele decidiu não atirar, ele usou seus próprios olhos e cabeças para analisar o que estava evidente em sua frente. Já você... sequer pensou e seguiu as ordens cegamente, mas... esse tipo de atitude também é essencial. O que posso dizer! Estou admirado! - Ele fez um sinal para os marinheiros e eles retiraram as crianças, libertando algumas e levando sob custódia outras, oq eu queria dizer que realmente haviam criminosas entre elas. A garotinha que Strawker deveria atirar foi liberta.

- Obrigado, moço. - E saiu correndo para fora da base.

Após esse momento de tensão, todos os oficiais e recrutas se dirigiram para dentro da Base para uma sala grande. E apenas um diâmetro no centro da sala era iluminada. Os recrutas foram levados para o centro e os oficiais desapareceram completamente.

Alguns minutos se passaram e nada acontecia, era apenas a escuridão a volta.

- O que está acontecendo!? - Um dos recrutas perguntava. Ele era um pouco magro e usava um óculos que não ficava correto nos olhos, tendo que ajeitar a cada minuto.

- Será que vamos ser mortos!? - Outro perguntava, com medo. O garoto que desafiara Strawker o encarava com certa irritação no olhar.

De repente, milhares de armas começaram a cair no ginásio. Espadas, machados e diversos tipos e variedades de armas caíam do teto. Logo um grito horrendo foi-se ouvido, o grito de várias pessoas irritadas e o salão iluminou-se rapidamente. Uma horda gigantesca de marinheiros descaracterizados estavam envolvendo cada metro quadrado do salão, um verdadeiro pequeno exército.

Os recrutas estavam emboscados. Os marinheiros começaram a avançar um atrás do outro de todas as direções os atacando, com diversas armas. Um capturou o garoto de óculos por por trás, com um mata leão e o outro que questionara se morreriam estava caído no chão. O garoto que desafiara Strawker lutava com duas adagas em mãos fazendo de tudo para não ser capturado também.
Um homem saltou com o objetivo de investir contra Joseph, ele tinha em mãos um machado e o atingiria com um golpe de cima para baixo, visando cortá-lo ao meio.

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1261-ficha-aceita-de-tamer-tsubaki
Em Curso em Qui 19 Fev 2015 - 17:06 16

Strawker

avatar
Membro Nível 4
Após um dos recruta realizar o disparo contra uma das crianças que fora dito ser piratas ou bandidos, porem por sorte maioria dos recruta era contra esse pensamento e não dispararão.

Apenas o Comodoro aplaudia o ato do garoto com um sorriso no rosto , o resto dos oficiais  mantinham-se quietos e sem nenhuma reação esperando o desfecho,após eu explodir de fúria e quase agredir o recruta ele me respondia:

- Competência hierárquica, puff... que baboseira é essa que você está falando, hein!? Eu fiz o que foi ordenado para fazer! Afinal é sobre isso que o exercício se trata! E como o Comandante já havia dito, esse não é local para covardes, se não tem coragem para fazer isso, esse não é o local para você!!!– ele dizia com um sorriso de deboche no rosto , como se estivesse me provocando para agredi-lo.

- Já chega! Esse exercício foi para ver como vocês se comportam em uma situação de pressão e risco. Um marinheiro deve pensar com sua própria cabeça! Não importa a ordem que seu oficial deu, é você que está em campo e será você que puxará o gatilho! A decisão é sua no fim. Você não terá tempo para hesitar ou tempo para pensar na moralidade de seus atos, isso tudo ficará para depois!

Após o pronunciamento de Fuji o sorriso do rosto do Comodoro se desfazia

- Mesmo assim, vocês não devem questionar as ordens de seus oficiais! Porém, estou surpreso com o jovem Strawker... ele decidiu não atirar, ele usou seus próprios olhos e cabeças para analisar o que estava evidente em sua frente. Já você... sequer pensou e seguiu as ordens cegamente, mas... esse tipo de atitude também é essencial. O que posso dizer! Estou admirado! – Ele dizia fazendo um sinal , os marinheiros rapidamente retiravam as crianças, libertando algumas e levando outras para custodia, mostrando que realmente havia bandidos entre eles. Dentre algumas que fora libertados estava a garotinha que eu teria que atirar que dizia correndo para fora da base:

- Obrigado, moço.

Respondia com um aceno e um sorriso.Apos a tensão da primeira prova os oficiais e os recrutas se dirigiam para dentro da base, sendo mais especifico uma sala grande, onde apenas havia iluminação no diâmetro do centro, os recurtas ficava no centro e os oficiais desapareciam completamente.

“Sabia que teria algo no meio dessa prova , é meus pensamentos sobre Fuji esta certo , ele parece ser um marinheiro honesto, ainda tenho um pouco de duvidas sobre o Razeltz , e com certeza esse Comodoro é alguém de má fé.Aqui ira ocorrer a proxima prova , oque sera que vai acontecer? Certeza que aquele recruta ira tentar fazer algo contra mim eu acho.”

Alguns minutos se passava e nada acontecia e nos continuávamos com a escuridão nos cercando.

- O que está acontecendo!? – Dizia um dos recruta , ele era magro e usava um óculos torto , fazendo ele ter que arrumar o oculos a todo momento.

- Será que vamos ser mortos!? – Outro garoto perguntava com medo.

O garoto que eu desafiara ficava a me encarar com certa irritação no olhar. Quando derrepente milhares de armas começava a cair , espadas, machado e diversos tipos de armas diferentes. Logo gritos podia ser ouvido e grito de varias pessoas irritadas, quando de repente o salão se iluminou por completo. Podia se avistar uma horda enorme de marinheiros descaracterizados envolvendo cada metro do salão.

Eu tentaria agarrar qualquer tipo de espada que caira.Podia ver que o garoto do óculos fora capturado com um mata leão , e o que perguntava se iria morrer fora derrubado e o garoto que eu desafiara lutava com duas adagas. Quando eu percebia um homem havia saltado com um machado em mãos e desferia um golpe na vertical de cima para baixo visando me cortar ao meio. Tentaria desviar do golpe indo para o lado, caso conseguisse tentaria contra atacar golpeando na diagonal visando suas costas. Ficaria atento para não ser emboscado ou capturado por algum marinheiro.

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1439-ficha-aceita-de-joseph-strawker
Em Curso em Qui 19 Fev 2015 - 17:47 17

Tsubaki

avatar
Membro Nível 16
Strawker duvidava da honestidade dos oficiais que organizavam o Alistamento. O único que poderia confiar era em seu mentor, Sargento Fuji, que já demonstrara ser um bom homem. Ao contrário dos outros e principalmente do Comodoro que aplaudira tal ato descabido do recruta.

O próximo teste era em uma sala grande e retangular. Agora, os recrutas estavam emboscados e poucos restavam de pé. Uma multidão de marinheiros descaracterizados avançavam contra eles. O rival de Strawker no Alistamento lutava habilmente contra os homens que investiam contra ele, suas duas adagas o defendendo. Enquanto Joseph pegava uma espada do chão para defender-se do golpe aéreo de machado que vinha em sua direção.

Em uma esquiva para o lado, Strawker aproveita para tentar contra atacar com um golpe diagonal para acertar as costas de seu atacante. A lâmina desce sobre o marinheiro e ele cai gravemente ferido no chão, mas Joseph não tinha tempo para comemorar. Outro homem aproximava-se por trás, desta vez com uma espada e tentava estocá-lo pr trás, um golpe que atravessaria-lhe o estômago se não fizesse algo.

Restavam apenas Strawker e seu rival no campo mais  uma horda de inimigos. Os outros recrutas estavam sendo levados pelos marinheiros que os derrotavam para outro lugar, por um porta na lateral do ginásio.

- Ei!!! Alguém me ajuda!!! - O recruta de óculos implorava. Era carregado por um marinheiro grande que parecia não ter dificuldades em levá-lo no ombro. Porém o que Strawker poderia fazer se sua situação era tão ruim quanto!?
Detalhes:

STRAWKER
Pv:17/17
Pv: 18/28

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1261-ficha-aceita-de-tamer-tsubaki
Em Curso em Qui 19 Fev 2015 - 18:28 18

Strawker

avatar
Membro Nível 4
Conseguia me esquivar do golpe do machado e alem disso conseguia desferir meu contra ataque que faria o oponente cair gravemente no chão, porem não podia contar vantagem , pois alguém vinha pelas minhas costas tentando me estocar, o golpe poderia me perfurar na altura do estomago.Percebia que algo se aproximava e tentava dar um salto para o lado, e tentaria dar um golpe na horizontal na pessoa que estava em minhas costas.

Quando de longe eu escutava um recruta gritar por ajuda:

- Ei!!! Alguém me ajuda!!! - era o garoto com o óculos torto que precisava ser arrumado a todo momento

“Sera que devo ajuda-lo? Acho que se eu ter um aliado será mais facil, ele pode guardar minhas costas e eu a dele.” – pensava correndo em direção ao recruta para tentar ajuda-lo - "Pelo visto restou apenas algumas pessoas , para ser mais exato apenas eu e o outro recruta que aparentemente é muito habilidoso com facas, maioria ja foi levado pelos marinheiros. " - Ficava pensando enquanto corria

Chegando perto do homem que o estava carregando em seus ombros com facilidade, tentaria chegar correndo e golpear, dar uma estocada em sua coxa para faze-lo cair e soltar o garoto de óculos.

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1439-ficha-aceita-de-joseph-strawker
Em Curso em Sex 20 Fev 2015 - 12:26 19

Tsubaki

avatar
Membro Nível 16
Strawker não ignorou o fato de um dos recrutas estarem precisando de ajuda, já estavam em menor número e um aliado para proteger-lhe a retaguarda não seria nada mal. Porém, Joseph, esqueceu do marinheiro que estava as suas costas, tentando estocá-lo. A sua corrida para ajudar seu companheiro, não impediu que o marinherio viesse também em seu encalço.

- Vai fugir que nem um covarde, é? Pirralho! - Antes que Strawker pudesse alcançar o garoto de óculos, o homem atrás dele adianou-se e tentou acertá-lo novamente, só que desta vez, com um golpe vertical de cima para baixo. Joseph estava focado demais em ajudar seu companheiro que não bloquearia e nem conseguiria esquivar-se a tempo do golpe.
A lâmina desceu.

Mas não foi a carne de Strawker que ela encontrou, foi a lâmina de duas adagas. Seu rival, o garoto com que brigara e que considerava sem coração. Protegera as suas costas. O marinheiro com quem rixava lâminas era forte e seus joelhos estavam dobrados devido a grande força que o homem empunha.

[neon=#000000]- Vai! Não... faça... me arrepender por ter feito isso![/neon] - Falava com dificuldades, mas conseguiu virar o rosto para Strawker e dar um sorriso.

Joseph não hesitou e seguiu em frente para salvar o garoto. Ele tentou desferir uma estocada na coxa do marinheiro desavisado que estava indo embora. Porém, o marinheiro era enorme e suas passadas firmes ecoavam pelo aposento, mesmo com todo o barulho de armas e gritos. Logo, o grito dele era o mais alto no ginásio, mas não era um grito de dor, era um grito de raiva ao ver sua perna sangrando.

Ele ajoelhou-se com a perna boa tocando o chão e o recruta de óculos conseguiu soltar-se, respirando aliviado, agradecendo freneticamente e ajeitando o óculos no rosto.

[neon=#000000]- Isso... não é nada bom...[/neon] - Disse o garoto das adagas. Ele já havia derrotado seu oponente e olhava boquiaberto o grande marinherio erguer-se do solo, mesmo com a perna ferida. Seu olhar era de puro ódio e rancor. Todos os marinheiros encolheram-se na parede e observaram o que poderia ser o massacre daqueles três garotos.

[neon=#000000]- Pega![/neon] - Lançou um bastão para o menino de óculos, os três precisavam unir forças e derrotar o grandalhão que parecia mais um touro raivoso.

- Se... se eu morrer aqui, quero que avisem para minha família. Meu nome é Leo, a propósito.

[neon=#000000]- Ninguém vai morrer senão por minhas mãos, então não se preocupe. - Ele falava com um sorriso, agora sádico. Antes parecia preocupado com o tamanho do adversário, mas agora parecia estar gostando do desafio. - Sou Izaya e eu vou passar nesse teste custe o que custar.[/neon] - Ele já até provara isso quando matara uma criança anteriormente, ele não deixara de ser um garoto perigoso.

O marinheiro avançou, suas passadas ribombavam no piso. Ele sequer precisava de armas, seu tamanho era o suficiente para massacrar qualquer um. Com as duas mão unidas acima da cabeça, ele planejava esmagar os três como se fossem insetos insignificantes.

A batalha de vida ou morte começara. Quem se tornaria marinheiro e quem falharia!?

Detalhes:

STRAWKER
Pv: 24/24
Ps: 13/28

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1261-ficha-aceita-de-tamer-tsubaki
Em Curso em Dom 22 Fev 2015 - 16:55 20

Strawker

avatar
Membro Nível 4
Não conseguia ignorar o fato do recruta ser capturado por um bruta monte, e qualquer ajuda que eu poderia conseguir para me ajudar nessa fase do teste, seria muito bem aceita neste momento. Ignorava o marinheiro que vinha me apunhalar pelas costas, mas antes de conseguir chegar no garoto de óculos , o homem que me tentara apunhalar agora estaria tentando desferir um golpe pela vertical de cima para baixo. Porem como eu estará focado demais para ajudar o recruta eu não conseguiria defender nem desviar do golpe , porem quando a lamina estava no meio do caminho eu escutara barulho de laminas ecoando pelo ar, mas não fora pelas minhas , e sim pelas duas laminas de meu rival, o recruta que eu brigara e considerava sem coração.Ele me protegeu, porem ele estava em uma rixa acirrada pois o marinheiro era forte fazendo com que os joelhos de meu rival tremesse e dobrase por excesso de forca do oponente.

- Vai! Não... faça... me arrepender por ter feito isso! – Dizia com dificuldades meu rival , mas ele conseguia me ver com um sorriso em meu rosto.

“Hahaha, afinal ele não é tão sem coração assim, ele deve ser bastante orgulhos, talvez ele queira me derrotar com suas próprias mãos.”

Conseguia seguir em frente  para ajudar o recruta, conseguia desferir uma estocada na perna do grandalhão que estava distraído,que soltava um grito tão alto, que mesmo com o barulho de gritos e batalha pela sala se podia escutar o grito de dor do gigante, porem o grito não era de dor e sim de raiva por ver sua perna ferida. Ele se ajoelhava  e assim o recruta de óculos conseguiria se soltar, e conseguia respirar aliviado, agradecendo  e ajustava o óculos em seu rosto.

O meu rival já havia derrotado o seu oponente e  olhava boquiaberto o gigante se erguer do chão, mesmo com a perna machucada seu olhar era de puro ódio e raiva, todos os marinheiro no local se afastava e encolhiam-se na parede e observavam o que poderia vir a ser a ultima batalha minha , do meu rival e do garoto de óculos.O rival lançava uma lança para o garoto de óculos que estava desarmado , agora so faltava nos três unirmos forcas para conseguir derrotar esse monstro.

- Se... se eu morrer aqui, quero que avisem para minha família. Meu nome é Leo, a propósito. – Dizia o garoto de óculos , que se apresentava dizendo seu nome .

- Ninguém vai morrer senão por minhas mãos, então não se preocupe. – O meu rival dizia com um sorriso no rosto. - - Sou Izaya e eu vou passar nesse teste custe o que custar.

“Aparentemente já consegui fazer amigos, agora só nos falta conseguir derrotar essa abominação.”

-Prazer pessoal , eu sou Joseph , você não é o único que ira passar nesse teste, nos três vamos !

O homem gigante avançou , suas passadas estrondeavam pelo piso, ele nem precisava de armas seu tamanho era suficiente para massacrar qualquer um. Ele juntava suas mãos em cima de sua cabeça, visando nos esmagar como se fossemos insetos.

A adrenalina do momento começava a correr em meu sangue, conseguia sentir meu coração bater mais rápido, me sentia feliz por estar nessa batalha , dava uma apertada com as mãos no cabo da espada , tentaria desviar do golpe do gigante correndo em direção a suas costas , quando o gigante acertase seu golpe no chão , tentaria pular e enfiar a minha espada em suas costelas tentando perfurar seu pulmão.

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1439-ficha-aceita-de-joseph-strawker

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 2]

Ir à página : 1, 2  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum

Compartilhe este Tópico!

Url Direta
BBcode
HTML
  • Criar fórum no Forumeiros | © PunBB | Fórum grátis de ajuda | Fale conosco | Assinalar uma queixa | Criar um fórum