Nosso Banner




Mais banners e buttons

Parceiros

Pokémon Mythology RPG
Redes Sociais
Os membros mais ativos do mês
Survival
 


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Foto

O fim do tédio

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

Em Curso em Qui 19 Fev 2015 - 19:59 1

Kaneki

avatar
Membro Destaque


O fim do tédio


Nome: O fim do tédio
Participante(s):

Joe J. Krox

Link da(s) Ficha(s) do(s) Participante(s):
Mar & Ilha: East Blue - Loguetown
Possui Barco? Se sim, o descreva:

Não possuo.
Link da última Aventura/Coliseum: http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1572-batalha-inicial-de-joe-j-krox#9478

Aqui ocorrerá a Aventura do Civil Joe J. Krox, ainda sem Narrador Definido.

Ver perfil do usuário http://www.somosmugiwara.com/
Em Curso em Sex 20 Fev 2015 - 8:39 2

Soul

avatar
Membro Nível 15
O fim do tédio
Eu tinha acabado de chegar em minha casa. Era simples e pequena, feita principalmente de madeira, tinha apenas um andar, só possuía três cômodos, uma cozinha, um quarto e um banheiro, um estreito corredor levava aos mesmos. Mas para mim isso já era o suficiente, afinal, não pretendia morar aqui o resto de minha vida. Na verdade eu estava determinado a sair dali, para mim, era tedioso viver uma vida normal e rotineira, sem emoção e sem aventura. Acho que puxei isso de meu pai, pois ele é um pirata.

Após almoçar um saboroso peixe frito, fui até meu quarto, lá tinha uma escrivaninha, embaixo da janela, a qual eu usava para desenhar e estudar mapas. Assim como treinar com espadas, era uma das coisas que me tirava o tédio, já que eu gostava de fazer aquilo. Sentei-me, apoiado em uma cadeira, começando a desenhar um mapa da ilha em que eu estava, Loguetown, apenas por passatempo, visto que eu não tinha nenhum compromisso mais tarde.

Objetivos:
*Conseguir uma katana.
*Se possível, me tornar um pirata.
*Ganhar algum dinheiro.

Pv: 28/28 | Ps:  32/32


Ver perfil do usuário http://www.somosmugiwara.com/t1971-ficha-aceita-de-soul-evans#11057
Em Curso em Sex 20 Fev 2015 - 13:41 3

Blake

avatar
Membro Nível 20
Havia chovido pela noite em Loguetown, mas a tarde realmente estava quente, um sol escondido brilhava no céu, acompanhado por nuvens colossais que vez ou outra deixavam-o brilhar pelas ruas, o dia estava tão calmo que era possível ouvir até o som rotineiro das gaivotas voando no céu.


A rua parecia estar molhada, resultado da chuva da noite anterior, e pelo fato da cidade estar daquela forma fazia com que tanto as brisas como o próprio ar se tornassem mais refrescantes.


Entre os cidadãos de Loguetown estava Joe, que acabava de chegar em sua casa pela manhã, o homem não gostava muito da idéia de uma vida comum, ele não pretendia ficar ali por muito tempo, então não necessitava de mais espaço do quê o suficiente em sua residência.


Vizinho á sua residência, algo quebrou o equilíbrio daquele dia, que na teoria, era para ser apenas mais outro dia comum.
Supostamente um grande bar é um lugar onde as pessoas podem ir no final de um dia para jogar suas mágoas fora com a bebida, encontrar velhos amigos, conversar e qualquer coisa que sua necessidade social precisar.
Nenhuma dessas opções fazia o homem de cabelos dourados estar ali naquele dia, Tate Clound Sherp era um nobre bastante famoso naquela cidade e fortemente protegido pela Marinha local, assim como seu filho Edmund, que ao contrário de seu Pai, não tinha uma fama muito positiva.


Por fim, era encarregado por seu pai de algumas vezes para cobrar os impostos das pessoas. Não que o fizesse justamente, lá estava o homem no meio da rua, ao seus pés havia o velho Austin dono do bar, agonizando horrorosamente no chão com uma ferida aberta em sua perna, enquanto o Nobre sequer conseguia parar de rir.


- Já...- tentava á todo custo colocar um fim a hemorragia antes que caísse em coma- Já é a terceira vez que você vem hoje no mês! Por favor! Eu já paguei o senhor, VÁ EMBORA!- Dizia com a voz mais fraca e rouca que podia encontrar naquele momento, ele estava realmente á ponto da morte.


- Você - O Nobre alto, que confundiria as pessoas com um Pirata por sua constituição forte e diversas cicatrizes - É um pobre miserável- Levantou a espada até sua própria cabeça dando leves batidas, como se estivesse pensando - Sabe o quê meu pai faz com um bando de gente como vocês? faz irem PRO LIXO - ele avançou rapidamente dando vários pontapés no senhor caído ao chão que lançava um grito de horror que poderia ser escutado á umas boas centenas de metros de onde estavam.


Os cidadãos que observavam aquela cena horrível paravam seus caminhos curiosos para ver o quê estava acontecendo, mas não ficavam assim por muito tempo, O Filho de Tate estava escoltado por dois marinheiros carrancudos que ameaçavam cada cidadão que ousava parar e olhar apesar de ambos estarem desarmados e apenas Edmund possuir uma Katana de lâmina negra em suas mãos.


- Vão e peguem todo o dinheiro que encontrarem lá dentro - ordenou aos marinheiros que prontamente obedeceram, logo desaparecendo dentro do estabelecimento.


Dizem que há coisas para quais o Governo e a Marinha fecham seus olhos, principalmente se forem sobre pessoas que possar trazer benefícios á eles, tanto com dinheiro quanto com prestígio, não havia organização perfeita naquele Blue, Loguetown não era exceção por ser quase uma "Cidade sem crime", a escolha era de Joe se iria fechar seus olhos também para isso ou se iria interferir


Detalhes :
- Caramba você foi muito bem em sua Apresentação, parabains descrevendo os sentimentos do seu personagem muito bem.

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1287-ficha-aceita-de-blake-belladonna?highlight=Ficha+de+Blake+Belladonna
Em Curso em Sex 20 Fev 2015 - 15:17 4

Soul

avatar
Membro Nível 15
O fim do tédio
Eu estava quase na metade de meu mapa, quando escutei aquele grito. Eu levantei minha cabeça, minhas pupilas contraíram, me assustando, já que era algo inesperado para aquela calma tarde. De algum modo, pude reconhecer a voz. Era do velho e gentil homem, meu vizinho, Austin, dono do bar ao lado de minha residência. Não pude deixar de reagir, certamente algo de ruim tinha acontecido. Foi por isso que rapidamente me levantei, largando a caneta com que desenhava sobre a escrivaninha, corri para a porta, indo em direção ao berro que tinha escutado poucos segundos atrás.

Não pude ver muito bem o que estava acontecendo ali, já que uma multidão tinha se formado ao redor do acontecimento. Foi por esse motivo que me aproximei, dando empurrando de leve as pessoas que se encontravam em meu caminho, para que eu pudesse passar e ver o que estava ocorrendo. Quando finalmente consegui atravessar aquele amontoado de cidadãos, consegui observar o velho jogado no chão, juntamente do nobre de cabelos dourados e seus dois capangas.

Quando me deparei com a cena, fiquei furioso, cerrando os punhos, encarava a situação com um olhar enraivecido e penetrante. Não podia deixar aquilo acontecer, eu sei como é, afinal, eu já tinha sido oprimido pela Marinha alguns anos atrás. Era por isso que eu estava tão furioso naquele momento.

"- Vão e peguem todo o dinheiro que encontrarem lá dentro"

Quando escutei essas palavras, não consegui resistir, a palavras começaram a sair de minha boca como se eu não tivesse controle sobre ela.

- O que você pensa que está fazendo, seu lixo humano? - Na medida que ia pronunciando as palavras, eu dei alguns passos a frente, pisando firmemente, me destacando da multidão de espectadores.

Pv: 28/28 | Ps:  32/32


Ver perfil do usuário http://www.somosmugiwara.com/t1971-ficha-aceita-de-soul-evans#11057
Em Curso em Sex 20 Fev 2015 - 15:57 5

Blake

avatar
Membro Nível 20
Diante do berro de terror, Joe seguiu rapidamente rua á fora e se meteu no meio da multidão para avaliar a situação, chegando rapidamente á frente para poder vislumbrar privilegiadamente aquela cena.


Logo a raiva aflorou em sua mente, já havia sentido na pele o quão podre alguns marinheiros poderiam ser e justamente por isso sentia que não poderia deixar aquela covardia continuar.


Ao ouvir o filhote do Governo praticamente dar a ordem para que os marinheiros roubassem o Bar daquele homem, foi o ponto de estouro, afinal, há um ponto onde desequilibra, há um ponto onde quebra, seu próprio corpo estava indignamente consciente da situação e começou á soltar as palavras ao ar fresco. 


- O que você pensa que está fazendo, seu lixo humano? - Á cada palavra, um passo ousado para frente, ao invés de coragem, algumas pessoas poderiam pensar que enfrentar os peixes grandes do Governo seria loucura, mesmo assim, lá estava o homem se destacando em meio a multidão, coisa que não passou despercebida para o filhote do Governo.


- E quem seria você pivete?- Mesmo dizendo isso, o Homem era quase da mesma idade que Joe, com dita arrogância, Edmund imitava os passos do homem seguindo em sua direção, confiança demais é o que muitas vezes faz as pessoas caírem- Mas que graça, um civilzinho miserável quer me desafiar, caso você não tenha percebido seu maldito, só estou fazendo meu trabalho que é recolher os impostos desses lixos miseráveis. 


- Já é a...- o homem caído no chão se pronunciou e fez uma pausa para recobrar seu fôlego-TERCEIRA vez que você volta aqui, isso é uma...


- CALADO!!!- Edmund levantou a perna para chutá-lo novamente mas desistiu no meio de sua ideia, ao invés disso ele cuspiu no senhor com desgosto visível - Eu volto amanhã para você seu velho imundo, e você seu pivete de rua, suma da minha visão antes que eu resolva chamar meu Pai aqui.


O Nobre empunhava sua Katana negra de mão esquerda se preparando caso o Jovem não decidisse abaixar a cabeça para seu sadismo, seus homens ainda estavam dentro do bar do Idoso então por hora poderia ser um combate poético de dois homens lutando em meio as ruas de Loguetown.


Realmente aquilo poderia chamar muita atenção.



Detalhes:

- Caso você for atacar mesmo diretamente o quê eu sei que você vai porquê deve estar muito puto 
Siga seu padrão de movimento, ou seja, se você tem 1 Movimento por turno, poderá fazer um Ataque ou Defesa, ou ao Contrário, ou uma Estratégia de Ataque

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1287-ficha-aceita-de-blake-belladonna?highlight=Ficha+de+Blake+Belladonna
Em Curso em Sex 20 Fev 2015 - 17:11 6

Soul

avatar
Membro Nível 15
O fim do tédio
Lá estava eu, parado, cara a cara com o covarde que se intitulava de nobre. Meu olhar continuava furioso, encarando aquela cena desagradável. O clima era tenso, todos ao redor estavam prestando atenção. Alguns me chamariam de corajoso, outros de louco. Talvez eu fosse os dois.

"- E quem seria você pivete?"

- Sou alguém que está preste a quebrar essa sua cara, covarde. - Eu dizia confiante.

"- Mas que graça, um civilzinho miserável quer me desafiar, caso você não tenha percebido seu maldito, só estou fazendo meu trabalho que é recolher os impostos desses lixos miseráveis. "

- Então seu trabalho é intimidar os trabalhadores honestos da ilha e roubar o dinheiro deles? Engraçado, depois falam que piratas que fazem isso. - Eu dizia em um tom de deboche, porém continuava demonstrando minha indignação perante a situação.

"- CALADO!!!- Edmund levantou a perna para chutar o velho novamente mas desistiu no meio de sua ideia, ao invés disso ele cuspiu no senhor com desgosto visível - Eu volto amanhã para você seu velho imundo, e você seu pivete de rua, suma da minha visão antes que eu resolva chamar meu Pai aqui."

- Você acha mesmo que vai a lugar algum depois de fazer isso? Você nem seu pai me intimida, não tenho medo de vermes.

O ato desprezível do nobre foi apenas combustível alimentando minha fúria. Eu não aguentava mais ficar parado. Não podia tolerar aqueles atos covardes e maldosos que aquele maldito estava cometendo. Eu tinha que para-lo, e vi que só poderia fazer isso em combate.

Com os punhos já cerrados, avancei em direção de meu adversário em uma corrida. Caso ele não me atacasse, tentava desferir um rápido e forte soco contra sua face, ao me aproximar, e após o feito saltava para trás, recuando 3 metros, pois não teria chance se ficasse muito perto de meu oponente, já que eu estava desarmado e ele não. Caso ele tentasse me atacar antes que eu pudesse fazer o mesmo, tentava esquivar, movimentando meu corpo de um jeito que pudesse faze-lo, que era seguido de uma tentativa de golpear seu estômago com meu punho direito.

Pv: 28/28 | Ps:  32/32








Ver perfil do usuário http://www.somosmugiwara.com/t1971-ficha-aceita-de-soul-evans#11057
Em Curso em Sex 20 Fev 2015 - 19:41 7

Blake

avatar
Membro Nível 20
- Você acha mesmo que vai a lugar algum depois de fazer isso? Você nem seu pai me intimida, não tenho medo de vermes- Eram novamente palavras ousadas do jovem cidadão que desafiava a "autoridade" renomada do Nobre.


Logo estourou o ponto de ruptura, há um momento real onde a raiva começa á servir de combustível para seu corpo, e Joe fez bom proveito desse momento.


Edmund sorriu como uma criança sorri para um brinquedo, com sua arrogância cósmica ele percebeu que Joe iria partir para briga, e isso era o quê ele realmente estava esperando, não havia jeito melhor de mostrar poder na cidade do quê derrotando quem desafiasse sua autoridade.

Com os punhos já cerrados, ele se lançou em direção á seu oponente. Ele impetuosamente tentou desferir um rápido e forte soco no maxilar do Nobre, mas Edmund colocou seu corpo em movimento conseguindo ser por míseros momentos, mais rápido que o outro homem. Então ele apertou o cabo de sua espada com uma fúria descontrolada, alguém ousou machucá-lo, alguém ousou pisar na autoridade de um nobre, seu ego estava inflado e ele estava em um frenesi, desferiu um ataque de cima para baixo em direção á Joe, mas tudo o quê o Nobre conseguiu ver foi a sua própria espada cortar apenas o ar doce da manhã, Joe havia sumido á sua frente, mas o jovem movimentou seu corpo para o lado e tentou golpear seu estômago, Edmund percebeu a movimentação ligeira do braço de Joe e saltou ao ar se afastando do ataque do homem.


- SEU BASTARDO IMUNDO!! eu vou exibir a sua cabeça na minha sala de JANTAR- Empunhou sua espada agora com ambas as mãos e seguiu em uma estocada direta furiosa ao Jovem Joe.


Detalhes:

Tentativa de Ataque de Joe e esquiva de Edmund:

Joe: Acerto/Mira -  5 + 6 (4d6) + 9(4d10) = 20
Edmund: Esquiva/evasão: - 17 + 4(2d10) = 21



-Nova Tentativa de Ataque de Joe e esquiva de Edmund:

Joe: Acerto/Mira -  5 + 3 (4d6) + 9(4d10) = 17
Edmund: Esquiva/evasão: - 17 + 2(2d10) = 19

Quadro Geral

Joe: Pv:
28/28
         Ps:22/32

EdmundPv:65/65
       Ps:25/35

Obs: Economize seu PS, apesar de seu dano ser alto bagarai é bom pensar bem em seus movimentos.
- Eu nem rolei os dados para a parte que ele te ataca e você esquiva, deu tão alto aqui que deu até dó do tio (tipo 39)

- Só lembre da sua Desvantagem de Sanguinário então mate esse cara

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1287-ficha-aceita-de-blake-belladonna?highlight=Ficha+de+Blake+Belladonna
Em Curso em Sex 20 Fev 2015 - 20:12 8

Soul

avatar
Membro Nível 15
O fim do tédio
É, eu tinha errado meus dois ataques, não era muito bom em combate desarmado. Porém não foi desafio algum desviar do golpe do homem, já que eu estava acostumado a esse tipo de coisa, além de que ele não foi rápido, tornando ainda mais fácil. A minha estratégia não funcionou, teria que bolar uma nova e mais eficiente, baseada nos meus erros anteriores.

"Deixe-me levar pela raiva e acabei gastando energia atoa. Vou esperar o momento certo para atacar."

É ai que entrava meu plano, vi que o homem se deixava levar pela emoção e era um pouco infantil. Talvez se eu o provocasse ele viria me atacar, possivelmente abrindo uma brecha para que eu pudesse acerta-lo. E foi exatamente o que fiz.

- Você é arrogante demais para alguém que mal sabe manusear uma katana, se eu estivesse com uma, já teria te matado em meu primeiro movimento. - Disse, confiante, seguido de uma breve gargalhada.

Na esperança que ele viesse me golpear, tentaria me esquivar de qualquer possível ataque que seria direcionado a mim, locomovendo meu corpo para longe de sua tentativa. Independente de eu esquivar ou não, eu direcionava a sola de meu pé direito contra o queixo do adversário, tentando causar o máximo de dano possível, possivelmente derrubando-o no chão, caso acertasse o mesmo.

Pv: 28/28 | Ps:  22/32








Ver perfil do usuário http://www.somosmugiwara.com/t1971-ficha-aceita-de-soul-evans#11057
Em Curso em Sab 21 Fev 2015 - 8:27 9

Blake

avatar
Membro Nível 20
Todo mundo tem um ponto que esquece de melhorar ou simplesmente não consegue, isso é sua fraqueza, seu ponto de ruptura da situação, e Joe provavelmente havia percebido a fraqueza daquele nobre, Edmund com arrogância não havia acatado os conselhos de seu pai na adolescência para que fosse treinar junto com os Marinheiros de LogueTown, ele ganhou experiência com "combate" assim como todos os covardes fazem, ele lutava com cidadãos comuns e mendigos, realmente aquele dia era sua primeira luta com risco de morte pairando ao ar.

- Você é arrogante demais para alguém que mal sabe manusear uma katana, se eu estivesse com uma, já teria te matado em meu primeiro movimento. - Disse Joe, segundos antes dê Edmund lançar uma estocada em sua direção. Há ações que provocam a fúria, mas na História, sempre as palavras souberam causar um efeito ainda pior, um efeito de frenesi de loucura.


- FIQUE CALADO SEU MALDITO BASTARDO!!- Novamente, Joe desapareceu bem á frente dos olhos de Edmund, deixando em seu lugar apenas as folhas douradas e reluzentes que caiam das árvores naquele dia de Outono.
Edmund como sempre esqueceu da extensão de seu ataque, pensando apenas em matar o Jovem de cabelos prateados,ele se esqueceu que Austin tinha um ferimento na perna e não havia saído dali tão rápido quanto deveria. Seu pé tentou se mover para parar o grande movimento para frente mas o senhor caído ao chão o fez desequilibrar-se completamente diante da luta, ele não era experiente, apenas arregalou seus olhos o máximo que pôde como um bicho assustado quando viu a sola do sapato de Joe á milímetros de seu rosto.
   O Nobre já estava em queda, mas aquele chute bem-direcionado em seu maxilar fez seu corpo zunir rodopiando pelo ar acompanhando o grunhido de dor do Nobre.
Caiu ao chão sentindo a grande quantidade de sangue quente saindo de uma ferida que abriu-se no lado direito de seu rosto. Mal entendendo o quê estava acontecendo, ele franziu seu rosto o máximo possível aos músculos humanos, fazendo seu rosto quase assemelhar-se á de uma Besta acabando de descobrir o quanto sua "presa" é capaz.




Detalhes:

Tentativa de Provocação de Joe:
Manipular/Enganar de Joe contra Raciocínio/Mentalizar de Edmund
Joe: 12+ 5(4d6)+ 7(4d10)= 24
Edmund: 11+ 9(2d10)= 20
Sucesso


Esquiva de Joe sobre o ataque de Edmund:
Joe: 32 + 4(4d6)+ 6(4d10)= 42
Edmund: 26+ 7(2d10)= 33
ma que robagem


Sucesso


Dano do Ataque:
65-35= 30


Quadro Final:


Joe: Pv:28/28
         Ps:12/32

EdmundPv:30/65
       Ps:20/35


- Não que eu esteja facilitando para você, mas esse cara é nem um desafio real, então não faz sentido que a luta de vocês demore tanto, não é nada perto do quê vem aí.

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1287-ficha-aceita-de-blake-belladonna?highlight=Ficha+de+Blake+Belladonna
Em Curso em Sab 21 Fev 2015 - 13:56 10

Soul

avatar
Membro Nível 15
O fim do tédio
Vendo meu adversário ser levado ao chão graças ao meu bem direcionado chute, andei em passos rápidos em sua direção, aproveitei que ele estava distraído e um pouco atordoado, tentei pisotear com meu pé direito o punho que estaria empunhando a katana de uma forma que fizesse ele soltar a arma, imobilizando o membro. Caso conseguisse desarma-lo, eu pegaria a katana pelo cabo com minha mão direita, não tirando o pé apoiado no punho do adversário, apontaria a ponta da lâmina contra a garganta do nobre.

- Imprudente. - As palavras eram seguidas de uma tentativa de estocar o pescoço do homem com a lâmina que já estava encostada no mesmo.

Independente do que aconteceria a seguir, eu estava ofegante, uma gota de suor escorria pelo meu rosto. Não era fácil esquivar daqueles ataques, precisava de muita energia, na verdade. Eu esperava que a luta tivesse acabado ali, caso contrário não conseguiria continuar, já que estava exausto.

Pv: 28/28 | Ps:  12/32







Ver perfil do usuário http://www.somosmugiwara.com/t1971-ficha-aceita-de-soul-evans#11057
Em Curso em Sab 21 Fev 2015 - 14:54 11

Blake

avatar
Membro Nível 20
Vendo seu ataque bem realizado, Joe seguiu para tentar pisotear a mão de empunhadura da espada para fazer com que Edmund largasse sua espada, mas Edmund foi mais rápido porém imprudente, ele tirou sua mão do caminho bem em cima dos pés do Jovem, atropelando-os e fazendo Joe cair na mesma direção do Nobre


- Imprudente. - Poderia não ter pegado a Katana como queria, mas apenas o fato de cair em cima do Nobre foi o bastante para desacordá-lo.


Precisava-se de uma boa parcela de energia para se esquivar facilmente daqueles ataques como Joe havia feito, por isso suas forças estavam se esgotando enquanto se aproximava cada vez mais do ponto de exaustão.


-Filho você está bem?- Austin perguntava, mas sem deixar de se preocupar com sua perna grotescamente ferida, aquele senhor realmente precisava de um médico, e ninguém ao redor parecia interessado á levar-lhe ao hospital, mesmo que este ficava á apenas três quadras de distância do atual local da confusão- Não precisava ter feito isso meu filho, Meu Deus! agora a Marinha é quem vem atrás de você!- Apesar do senhor estar profundamente agradecido ao jovem por tê-lo salvo daquele Nobre sadista, estava preocupado agora com o quão rápido aquela notícia correria por toda a cidade.


- Ei! Meu jovem, Meu deus do céu Austin o quê diabos está acontecendo aqui? Alfred olhe para ele! - Uma voz se destacou em meio ao vento, vinha de uma senhora baixinha de cabelos brancos acompanhada de seu marido que logo chegou á frente da confusão, se agaichando no chão para avaliar a condição do pobre homem jogado no chão.



- Você é o responsável por atacar o Austin? - Disse o Civil  que acompanhava a senhora tirando uma pistola de seu cinto e prontamente apontando-a para a cabeça de Joe, era compreensível que os Civis estivessem assustados, LogueTown deveria ser a cidade limpa e pacífica, mas isso era relativo com as ações e princípios de todos.





Detalhes e Comentários:

Tentativa de Imobilização de Joe e Esquiva de Edmund


Joe: 5+ 5 (4d6)+ 7 (4d10) =17
Edmund: 17+ 6(2d10) = 23
Falha


- Eu não rolei os dados para o ataque e a Esquiva do Edmund, ambos estavam extremamente perto uns dos outros e o Edmund ainda estava deitado e ainda assustado, então sequer precisaria-se disso.

- Você pode matar o cara agora
- o Homem vai se chamar Alfred porque sim ú.ú
-Quadro Geral
Joe: Pv: 28/28
Ps: 2/35

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1287-ficha-aceita-de-blake-belladonna?highlight=Ficha+de+Blake+Belladonna
Em Curso em Sab 21 Fev 2015 - 16:23 12

Soul

avatar
Membro Nível 15
O fim do tédio
O maldito tinha me derrubado no chão, provavelmente foi um movimento involuntário. Rapidamente virei meu corpo com a ajuda de minhas mãos, olhei para o lado para ver a condição do oponente. Percebi que ele estava nocauteado, por causa de seu próprio erro. Pelo menos ele não seria mais um problema, pelo menos por enquanto. Desviei minha atenção ao velho, já que ele estava ferido.

- Filho você está bem? - Ele parecia estar preocupado com meu estado, apesar de que ele estava ferido e eu não.

- O senhor é gentil, mas sou eu quem deveria lhe perguntar isso. - Eu disse, ofegante.

- Não precisava ter feito isso meu filho, Meu Deus! agora a Marinha é quem vem atrás de você! - O espanto do idoso era notável, assim como sua gratidão.

- Não se preocupe, eles são tão covardes quanto esse sujeito caído no chão. - Percebi o aproximação de duas pessoas, porém não fiz nada, já que estava exausto, continuando sentado ali.

- Ei! Meu jovem, Meu deus do céu Austin o quê diabos está acontecendo aqui? Alfred olhe para ele! - Uma voz se destacou em meio ao vento, vinha de uma senhora baixinha de cabelos brancos acompanhada de seu marido que logo chegou á frente da confusão, se agachando no chão para avaliar a condição do pobre homem jogado no chão.

- Você é o responsável por atacar o Austin? - A voz vinha de um sujeito também já de idade, que apontava uma pistola para a minha cabeça.

- Por acaso eu tenho cara de um nobre metido a rei do mundo como esse aqui? - Eu disse calmamente apontando para o derrotado oponente que estava jogado no chão ao meu lado.

- Agora, se me permitem, é melhor eu sair daqui, aqueles dois marinheiros podem sair do bar a qualquer momento e não tenho energia suficiente para combate-los. Aconselho que levem o Austin para um hospital, se não levarem, ele pode morrer de hemorragia ou infecção. - Eu disse, na esperança que o velho falasse algo para me defender, afinal, eu não sabia que ia conseguir convence-los sozinho.

Visto que o meu oponente estava nocauteado, eu poderia pegar livremente seus pertences, e por isso, peguei sua katana juntamente da bainha, era a única coisa que ele possuia que me interessava. Me levantei com dificuldade, já que estava muito cansado, dando passos lentos em direção a minha casa.

"Vai ser difícil eu ficar na ilha agora, tenho que me preparar para partir."

Pv: 28/28 | Ps:  02/32







Ver perfil do usuário http://www.somosmugiwara.com/t1971-ficha-aceita-de-soul-evans#11057
Em Curso em Sab 21 Fev 2015 - 19:12 13

Blake

avatar
Membro Nível 20
- Por acaso eu tenho cara de um nobre metido a rei do mundo como esse aqui? - Apontou para o Nobre desfalecido ao chão .


- Isso é verdade Alfred, esse homem me ajudou, além disso, você sabe que a fama desse Pirralho não é das melhores-Disse o velho senhor tentando se manter de pé diante dos protestos da idosa.


- Agora, se me permitem, é melhor eu sair daqui, aqueles dois marinheiros podem sair do bar a qualquer momento e não tenho energia suficiente para combate-los. Aconselho que levem o Austin para um hospital, se não levarem, ele pode morrer de hemorragia ou infecção.


- Vou providenciar isso agora mesmo, e você filho, estamos em dívida com você- Aquele homem poderia falar daquele modo, ele era mais um dos nobres daquela ilha.


Joe se apossou da Katana antes empunhada por Edmund,  juntamente com a sua bainha. E Seguiu em direção á sua casa com passos lentos, pior que os ocasionais bastardos ricos da ilha, são os Corvos, pessoas que transmitem as mensagens para os quatro cantos da ilha, para dizer o mínimo, depois desse incidente visível, não demorou para que o Tenente Cloud Jean tomasse conhecimento do Ocorrido.


~~~



- O Filho de Tate?, Meu deus, essa ilha está começando á ficar apinhada de criminosos- O Outro marinheiro do bar que estava na linha ouviu um soco ser dado na mesa- Mande dois homens procurarem esse sujeito, e se vocês incompetentes não conseguirem dar um fim nele eu mesmo vou fazer isso.

- S-Sim senhor....


Era um dia de treinamento para os Marinheiros, por causa disso, estavam quase todos na base e o porto estava praticamente abandonado na questão de segurança, aquele estava caminhando para ser um dia movimentado em LogueTown.



Dica:
- Come e dá uma descansada, avalia bem o quê você vai fazer, comer é uma ótima forma de recuperar PS, então dê uma olhada nesse Link e escolha o quê vai ter na sua geladeira, o quê melhor se adapta para suas necessidades de PS. 
Você vai precisar

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1287-ficha-aceita-de-blake-belladonna?highlight=Ficha+de+Blake+Belladonna
Em Curso em Dom 22 Fev 2015 - 11:20

Última edição por Joe J. Krox em Qui 26 Fev 2015 - 14:24, editado 1 vez(es)
14

Soul

avatar
Membro Nível 15
O fim do tédio
- Vou providenciar isso agora mesmo, e você filho, estamos em dívida com você - essas palavras ecoavam em minha mente enquanto eu tomava meu rumo em direção a minha casa.

Eu estava muito cansado, quando cheguei a porta, mal consegui abri-la, tive que fazer alguma força para faze-lo. Eu sabia que a marinha viria atrás de mim, eles não deixaram um civil impune depois de atacar um protegido do governo. Mas eu teria que me recuperar antes que pudesse fazer qualquer coisa, foi por isso que segui pelo corredor, indo até a cozinha, onde me aproximava da geladeira que ali se encontrava. Eu a abri, sedento e com muita fome, afinal, gastei quase toda minha energia naquela luta. Eu vi um delicioso pedaço de carne dentro da geladeira, e não pensei duas vezes, rapidamente peguei-o, e em poucos minutos já tinha consumido-o por completo.

Eu me senti revigorado, foi uma sensação ótima. Agora era a hora que eu tinha que pensar o que fazer. Eu tinha três opções, fugir, me esconder ou enfrentar o problema. Eu não era tolo o suficiente para achar que poderia enfrentar a marinha quando ela viesse atrás de mim, pois eu sabia que isso ia acontecer. Também não gostava da ideia de ter que me esconder, na verdade eu odiava essa ideia, pois em algum momento eles iriam me encontrar. Por isso eu decidi fugir, seria a melhor opção naquele momento.

Pegando nada mais do que o necessário, minha recém adquirida katana, que estava embainhada em minha cintura, e todo o dinheiro que eu possuia, que não era muito, apenas 50.000 berries, mas, já ajudava. Depois de me preparar, parti em direção ao porto, esperando não encontrar alguém da marinha no caminho. Ao chegar lá, procurei algum navio que pudesse me levar para Warship Island, já que era um refugio de piratas, quem sabe eu encontrava meu pai lá, Davy Jones.

Pv: 28/28 | Ps: 12/32







Ver perfil do usuário http://www.somosmugiwara.com/t1971-ficha-aceita-de-soul-evans#11057
Em Curso em Dom 22 Fev 2015 - 17:26 15

Blake

avatar
Membro Nível 20
Joe tinha plena consciência que suas ações não passariam em branco pela marinha, tampouco pelo Governo da cidade. Mas a escolha sensata foi se preparar para o pior á seguir, e era melhor que descansasse por hora. Aproveitou o pouco tempo que tinha para fazê-lo e resolveu se alimentar, havia saído daquela luta sem uma gota de energia no corpo então precisava compensar, escolheu a primeira coisa que havia visto em sua geladeira, devorando um grande pedaço de carne que fora suficiente para recuperar todas as suas forças novamente.

Então começou á racionar seu plano seguinte. Se fosse qualquer jovem estúpido poderia ter considerado um confronto direto com a Marinha que certamente já estava á caminho de sua casa, mas havia nascido com mais bom-senso que isso, também não considerava se esconder, o batalhão de patrulha da Marinha de LogueTown não era tão conhecido por ser incompetente em seu trabalho de rastreamento. Apesar de seu antagonismo com a Marinha, fugir parecia e a era opção mais sensata no momento.

Reuniu todos seus bens, dinheiro e armas, não há mais coisa que um homem do mar necessite além disso, ou talvez há. Ele partiu em direção ao porto, em busca de sua última necessidade naquela ilha, um transporte Marítimo para Warship.

Com esperanças de encontrar seu pai na ilha e com a descrença de encontrar qualquer resistência, Joe seguiu por entre as ruas movimentadas da cidade, aparentemente as pessoas eram noticiadas de forma ineficiente na cidade, os "boatos" que o vento levava aos cidadãos de boca em boca, eram muitas vezes informações distorcidas do fato real, mas ainda haviam pessoas que se afastavam quando o Jovem passava por entre elas, encarando-o sempre com um olhar assustado ou de desconfiança.

O Porto de LogueTown era imenso, pomposo e rico exatamente como se esperava que ele fosse, haviam Navios de variados tamanhos á vontade atracados em uma imensa fileira ao longo da costa da ilha, igualmente aos barcos, haviam ainda mais pessoas concentradas naquele local, Mercadores, Civis e até Piratas disfarçados se comprimiam em estreitas vielas disputando lugar com as mercadorias que iam e vinham por todos os lugares, nas mãos de todos os tipos de pessoas.

Estranhamente quase não havia marinheiros naquele local, era a rota mais óbvia de caminho quê o mais novo "criminoso" de LogueTown poderia ter tomado. Poderiam estar todos á sua procura no centro, ou até mesmo em sua casa, não se sabia, mas ainda tinha que andar alerta.

- Minha senhora, não, isto vai ali...- Havia um único marinheiro naquele local movimentado, era um homem praticamente da mesma altura de Joe, com a constituição física e semblante duro somente vistos em Marinheiros experientes com anos de treino.

Ele estava ocupado ajudando um grupo de pessoas que descarregavam suas mercadorias para abastecer o mercado da cidade, Joe poderia ter se misturado á multidão normalmente e se retirado daquele local rapidamente, mas aquele homem teve que apontar o dedo...

Não se era possível escutar o quê o homem careca pronunciou para o marinheiro, mas o quê quer que tenha dito, o fez largar a caixa no chão, não se quebrou, mas o alvoroço foi realmente suficiente para quê uma boa parcela de pessoas se dignaram á olhar em direção á origem do barulho.

O Marinheiro, com base nas "informações" que havia recebido do QG central de LogueTown, tinha uma certa certeza de quê aquele Jovem á poucos metros de si poderia lhe ser uma grande ameaça, mas Cloud havia dado a ordem de Extermínio, então não poderia sequer pensar em questionar seus próximos atos.

- VOCÊ PARE AÍ!- Gritava enfurecido em direção ao Jovem Joe enquanto retirava uma Alabarda apoiada em suas costas, aquela dita arma era uma Obra de arte nas mãos de quem souber manuseá-la com eficiência, do mesmo modo que era bonita, era extremamente perigosa.

A População ao redor, aparentemente em um choque temporário, começava á se afastar do Marinheiro e do Jovem para o qual estava gritando, algo aconteceria ali naquele dia que iria certamente ficar marcado como ferro quente por alguns vários meses.



Comentário:
- Você acha que me escapa da ilha assim, sem nem umas explosões e umas tretas primeiro? Conte-me mais

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1287-ficha-aceita-de-blake-belladonna?highlight=Ficha+de+Blake+Belladonna

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum

Compartilhe este Tópico!

Url Direta
BBcode
HTML
  • Forumeiros.com | © PunBB | Fórum grátis de ajuda | Fale conosco | Assinalar uma queixa | Criar um fórum