Nosso Banner




Mais banners e buttons

Parceiros

Pokémon Mythology RPG
Redes Sociais
Os membros mais ativos do mês
Kenway
 
Survival
 


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Foto

Turckle L. Alvar

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

Em Curso em Sex 20 Fev 2015 - 14:37 1

Kenway

avatar
Membro Fundador


Turckle L. Alvar


Nome: Turckle L. Alvar
Participante(s):

Turckle L. Alvar

Link da(s) Ficha(s) do(s) Participante(s):
Mar & Ilha: Loguetown, East Blue
Possui Barco? Se sim, o descreva:

Não possuo.
Link da última Aventura/Coliseum: http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1573-batalha-inicial-de-turckle-l-alvar

Aqui ocorrerá a Aventura do Civil Turckle L. Alvar, ainda sem Narrador Definido.

Ver perfil do usuário http://www.somosmugiwara.com http://www.somosmugiwara.com/
Em Curso em Sex 20 Fev 2015 - 17:27 2

Turckle L. Alvar

avatar
Membro Nível 3
             
Venturing!


Geralmente sempre acordava bem cedo, e quando eu digo cedo posso me certificar que é antes do Sol dar as caras por ai. Minha rotina nos dias de semana parecia ser sempre a mesma; ajudar minha avó com a colheita no pomar, ajudar na cozinha do restaurante e mais tarde treinar com meu avô. Tudo parece bem entediante, porem aquilo me animava, e tudo parecia brilhar ainda mais quando recebia noticias de meu pai, o pirata Don Alvar.
Não havia acordado a muito tempo, considerando que já estaria praticamente no horário do almoço e isso em relação a minha estadia era bem tarde. Retirei-me de meu quarto, descendo as escadas de madeira que daria de encontro a cozinha, o que como esperado estaria com uma mesa farta para me receber; a especialidade de minha avó realmente era me animar. - Bom dia. - Elevei o tom de minha voz, partindo em direção a mesa, sentando a cadeira da ponta. Essa hora geralmente meu avô estaria sentado a varanda e fumando o seu precioso cachimbo, mas dessa vez ele parecia não estar la. - Onde está o vovô? - Tomei uma xícara em minhas mãos, a seguida enchendo-a de chá. Minha vó que estaria de costas para mim enquanto aprontava algo ao fogão revirou-se com um sorriso claro e gentil. - Ele foi até o porto... Sabe como ele aprecia barcos, não? - Sorri em resposta, degustando do chá de ervas que minha avó havia preparado, de fato era uma de suas especialidades.
Alguns minutos se foram, havia terminado de tomar o meu "café da manhã", mesmo que fosse ao meio dia. Subi novamente a escadas, voltando-me ao meu quarto. Troquei minhas roupas, colocando algo mais agradável ao dia; sem esquecer de minha boina, uma das poucas lembranças que ainda teria de minha mãe. - Vovó, estou pronta! - Grito de meu quarto, partindo rapidamente até a cozinha a baixo, onde se encontraria minha avó, que segurava um pequeno pedaço de papel. - Turckle, eu quero que você compre esses ingredientes para mim, pode dar conta? - Andei até a velha, pegando o papel. - Ah... Tudo bem. - Ajeitei minha boina, esbanjando um sorriso. Adorava a área comercial de Loguetown.


Minhas Falas -   Falas dos NPC's
 

Ver perfil do usuário http://www.somosmugiwara.com/
Em Curso em Sex 20 Fev 2015 - 20:29 3

Blake

avatar
Membro Nível 20
Turckle não madrugou naquele dia como de costume, apesar de sua rotina costumeira , a qual daria tédio em muitas pessoas, animava a garota, só não mais do quê quando recebia notícias de seu Pai, famoso Pirata Don Alvar.


Havia acordado perto da hora mais comum para os costumes humanos, o almoço, era mais realmente bem mais tarde do quê ela gostaria de ter acordado.


Ao descer para a cozinha, a Avó da garota já esperava-a com uma mesa de dar inveja em muita gente, aquele poderia ser um bom ânimo para o dia da Jovem.


- Bom dia. - Sentou-se calmamente á mesa. Ao notar ao redor, a Jovem percebeu que seu avô não se encontrava na varanda com seu inseparável cachimbo como era de costume. Aquele não pareceu ser um começo de dia costumeiro, e realmente pairava um ar de anormalidade no ar naquele dia - Onde está o vovô? 


- Ele foi até o porto... Sabe como ele aprecia barcos, não? - Sorriu á resposta da mulher, enquanto apreciava o chá, que parecia ser uma das especialidades daquela doce senhora.


Após alguns vários minutos se perderem no tempo com seu café da manhã ao meio dia, Turckle subiu ás escadas e trocou suas roupas, o dia em Loguetown estava tão calmo quanto uma Lagoa perdida na floresta, apesar do movimento normal da cidade, as nuvens no céu estavam em quantidade certa para que fosse um dia agradável. 


Claro, não esqueceu de sua amada boina, uma das poucas lembranças de sua mãe. 


- Vovó, estou pronta! - Desceu as escadas ligeiramente para encontrar sua avó na cozinha, que logo entregava-lhe um pequeno papel 


- Turckle, eu quero que você compre esses ingredientes para mim, pode dar conta? 


 - Ah... Tudo bem. - Um sorriso amigável tomou conta de sua face, tinha uma grande preferência pelo dito lugar.


A Área Comercial de LogueTown era uma coisa curiosa, O Bispo Zuncker na teoria havia livrado a Ilha dos crimes, mas não os livrou da miséria, mendigos se aglomeravam por entre as barracas e as lojas pedindo incessantemente por esmola.
Alguns Marinheiros responsáveis pela segurança da área iam além de seu trabalho e interferiam nessa questão.


- Suma daqui sua miserável - LogueTown era "a" cidade propaganda para o East Blue, então os governos da região não gostavam de ter sua propaganda manchada, nem que fosse pela própria população que eles deveriam ajudar.


- Por favor senhor...eu só não tenho outro lugar para ficar, você pode me ajudar?- O Marinheiro riu das palavras da mulher de roupas esfarrapadas e cabelos desgrenhados, ela era tão pálida e parecia tão fraca, mesmo diante disso, o Homem á puxou pelos cabelos levantando-a do chão.


- Ajudar? suma daqui, você e esse bando de mendigos, isso é uma área de civis, não de vagabundos- Um outro homem que estava do lado da mulher  tentou impedir aquilo de algum modo mas foi arremessado em uma parede de pedras como uma boneca de trapos.


Realmente, crueldade pode ser uma coisa utilizada por todos, dependendo do quão cegamente seguem ás ordens de alguém ou seus princípios de vida, mas não quer dizer que seja aprovada por todos e nem que todos sejam obrigados á abaixar cabeça á isso.


Era um pouco clichê como aquilo se desenrolava, talvez uma injustiça que fosse corrigida por algum herói ou heroína e no fim todos agradeceriam, seria isso á acontecer neste dia "agradável" em LogueTown? ou a coisa seria ainda mais pessoal? A próxima ação de Turckle talvez definisse isso.


Spoiler:
- A sua narração ficou maravilinda ótima, seu template também, adorei, descreveu bem os sentimentos de seu personagem em relação ao dia, eu somente diria para não descrever certamente os cenários de cara XD, mesmo se for sua casa, mais pra frente, deixar isso para que o Narrador te dê os elementos para trabalhar

- OBJETIVOS DA AVENTURA
- Conseguir um Rifle
- Se tornar uma Pirata
 

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1287-ficha-aceita-de-blake-belladonna?highlight=Ficha+de+Blake+Belladonna
Em Curso em Sex 20 Fev 2015 - 21:30 4

Turckle L. Alvar

avatar
Membro Nível 3
             
Venturing!


Fazer compras realmente me aliviava de muitas coisas, ainda mais quando meu foco era em comidas. Sobre meu braço canhoto havia uma sexta, a tal apenas com o pequeno pedaço de papel dentro. Caminhava abertamente pela área comercial; que por via das duvidas não parecia estar muito populosa.

Continuei trajando meu caminho por ali, porem algo acabou de relance em minha vista; nada a agradável. Um marinheiro parecia abusar de toda sua autoridade, mantinha a mulher presa por seus cabelos, o que apesar de toda aparência esfarrapada era uma cena horrível de se presenciar. Eu sabia por mim mesmo que não devia me meter com a marinha, mas algo estava fervendo dentro de meu peito, e isso era nada bom. Derrubei a cesta sobre o chão, andejando em direção ao marinheiro, cruzei meus braços pressionando-os a baixo de meus peitos, dando total relance a eles. - Senhor Marinheiro, poderia poupar está pobre mulher? Por mim. - Forcei a voz mais doce que conseguiria, minha esperança era desviar a atenção dele para que os sem teto conseguissem de retirar a tempo. Na realidade pessoas assim me davam nos nervos, odiava homens grotescos assim na marinha; até hoje não entendo o fato de meu avô admirar tanto esses imbecis.


Minhas Falas -  Falas dos NPC's
 
[/quote]

Ver perfil do usuário http://www.somosmugiwara.com/
Em Curso em Sab 21 Fev 2015 - 9:22 5

Blake

avatar
Membro Nível 20
Sendo uma boa Cozinheira, fazer compras pelo simples fato de comprar ou somente passear, aliviava a cabeça da Jovem. Ela levava uma cesta com a lista de compras de sua avó dentro. 

Ao ver aquela cena nada agradável se desenrolar á frente de seus olhos, ela interferiu com naquela injustiça, tinha consciência que não era uma boa coisa se meter nos assuntos da Marinha, mas podia sentir seu peito queimando, como se alguém tivesse colocado um sol em miniatura em seu coração.  Cruzou seus braços á frente de seus seios,fazendo-os dobrar de tamanho.



- Senhor Marinheiro, poderia poupar está pobre mulher? Por mim. - Sua voz doce desviou a atenção do homem daquela mulher, Largando-a no chão como se fosse uma simples boneca de pano.


- Ah mas é claro meu doce - Agora ele parecia ter dirigido sua atenção miserável á Jovem Turckle, ou para algo abaixo de seu rosto, mal percebendo que os Sem-Teto corriam ligeiramente para longe daquele local com sucesso.- Só estou fazendo meu trabalho de manter esses lixos longe da vista das pessoas...


Ele estreitou os olhos olhando para o rosto da jovem, Aquele marinheiro parecia ter começado á raciocinar  algo diante da garota, ela se parecia com um Famoso Pirata que ele havia lutado á muito tempo em seus tempos nos Navios de Guerra da Marinha, isso o fez sair rapidamente da frente da garota sem dizer qualquer coisa e tirar seu Den den Mushi do bolso á uma distância quase inaudível para Turckle, comunicando-se com Cloud Jean, Tentente Comandante da Marinha Local.


- Senhor?


- Eu estou muito ocupado aqui, chegaram novos recrutas na base, informe logo


- O Senhor Tentente se lembra de uma batalha que tivemos no East Blue á Dez Anos? aquela que quase destruiu a praça central?


- Mas é claro, o quê tem isso?


- Qual era o nome daquele homem...Don..


- Don Alvar? Albert Don Alvar?


- Isso mesmo, eu acho...eu acho que encontrei alguém ligado á ele - naquele momento o Marinheiro conseguiu ouvir um sobressalto em na cadeira do outro lado da linha.


- Investigue isso, agora, e leve o quanto de homens você precisar, sabe muito bem como aquele homem é perigoso.


- Eu vou mandar alguém para tentar ir na casa.


- Então arme-o, de preferência com um Rifle e contenha isso


Agora a ameaça havia se tornado pessoal, por conta de seu pai, um marinheiro havia reconhecido a jovem e agora do mesmo modo injusto estava ordenando dois homens para irem até sua casa investigar isso, até que não poderia haver problema com isso, apenas um mal entendido, isso se Cloud não fosse temido por sua crueldade com qualquer pessoa ligada á Pirataria, e o fato de sua avó ainda estar em casa.



Detalhes e Comentário:

Tentativa de manipulação de Turckle e Concentração do Marinheiro
Turckle: 32,5 + 4 (2d6)+ 2(2d10)= 39
Marinheiro: 20 + 9(2d10)= 29


Sucesso


Diferença de 10, você num quer pedir uns 10 mil berries pra ele também não?  Yao Ming

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1287-ficha-aceita-de-blake-belladonna?highlight=Ficha+de+Blake+Belladonna
Em Curso em Sab 21 Fev 2015 - 17:35 6

Turckle L. Alvar

avatar
Membro Nível 3
             
Venturing!


Por hora aquele homem da marinha parecia se acalmar; isso é bom. O homem se afastou tomando em mãos seu Den Den Mushi; talvez teria ido dar alguma baixa ou algo do tipo. Tomo rumo novamente em direção a cesta esfarrapada sobre o chão, passando em direção ao homem, dando um leve tapinha sobre seu ombro. - Muito obrigada, Senhor Marinheiro. - Revirei meu rosto para trás, deixando escapar uma pequena piscada com meu olho direito. Que idiota, não consigo imaginar o fato de homens serem tão previsíveis assim.

Tendo minha cesta e lista novamente em mãos eu deveria dar continuidade a minhas compras; afinal de tudo, minha vó furiosa é algo muito pior que um exército inteiro da marinha. Alguns minutos de caminhada acabaram sendo mais que o suficiente, temperos e algumas frutas variadas pareciam encher a cesta em que carregaria em meu braço destro desta vez.

Minha tarefa estaria finalizada, com um sorriso estampado em minha face segui rumo a minha casa.


Minhas Falas -  Falas dos NPC's
 

Ver perfil do usuário http://www.somosmugiwara.com/
Em Curso em Sab 21 Fev 2015 - 20:24 7

Blake

avatar
Membro Nível 20
Turckle seguiu seu caminho novamente, tomando sua cesta em mãos novamente,  dando um leve tapinha em seu ombro e uma piscada com seu olho direito


 - Muito obrigada, Senhor Marinheiro. - Realmente, com um pouco de persuasão, poderia-se escrever um livro perfeito descrevendo o comportamento copioso de muitos homens.


Deu continuidade á suas tarefas do dia, não queria cometer o erro de enfurecer sua avó. Então ao final de sua caminhada, com este "pequeno" incidente na rua, seguia com um largo sorriso no rosto de volta para sua casa.


Na casa de Turckle........

Fortes batidas na porta de madeira podiam ser ouvidas por toda a casa, dois marinheiros estavam á porta da casa de Turckle, principalmente procurando pela garota, e com ordens de levar todos os presentes na residência.


- Minha senhora, estamos procurando a Jovem que vive nesta casa, qual o nome dela? ela está?- os Homens mal haviam feito ás ditas perguntas e já estavam á entrar dentro da casa da jovem com suas botas enlameadas.


- Temos ordens de levar a garota, você e seu Marido em custódia, então não resista- seguiu rapidamente puxando a senhora fortemente pelo braço.


Dizem que há um ponto onde a boa vontade se perde,por mais boa que seja a pessoa, quando a situação começa á se tornar muito pessoal e injusta, isso poderia ser um ótimo ponto de ruptura para Turckle, Cloud não tinha o menor respeito pelas vidas de quem quer que fossem, mas se estavam ligados á algum pirata famoso, se não acabassem "misteriosamente" mortos, provavelmente seriam presos.



Comentário:

-Estou sentindo umas panelas voando daqui á pouco  Sim! To mo interessa

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1287-ficha-aceita-de-blake-belladonna?highlight=Ficha+de+Blake+Belladonna
Em Curso em Dom 29 Nov 2015 - 16:21 8

Turckle L. Alvar

avatar
Membro Nível 3
             
Venturing!


O caminho até minha casa não era algo tão longo, então poderia simplesmente chegar por lá sem ao menos cansar. A situação de agora a pouco ainda estava em minha cabeça, a covardia desses marinheiros era algo que me deixava realmente nos nervos, e agora para piorar estavam abusando dos necessitados? Alguém realmente deveria dar um jeito quanto a isso.

Próxima à entrada de minha casa, consegui notar o fato de a porta da frente estava aberta, e para piorar, pegadas de lama se dirigiam para dentro da mesma. Minha vó realmente não deixaria ninguém sujar o chão da casa dessa forma; algo muito estranho estava acontecendo por aqui.

Sorrateiramente contornei a casa, aproximando-se da janela da cozinha, localizada na parte de trás do local. Escondi-me atrás das paredes de madeira, deixando metade de meu rosto visível sobre o vidro da janela, buscando observar algo que tomava acontecimento a partir dali. Levado em conta a divisão de cômodos, podia-se observar um pedaço da sala da frente, e a parte de frente a escada que levava ao segundo andar.


Minhas Falas -  Falas dos NPC's
 

Ver perfil do usuário http://www.somosmugiwara.com/

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum

Compartilhe este Tópico!

Url Direta
BBcode
HTML
  • criar um fórum | © PunBB | Fórum grátis de ajuda | Fale conosco | Assinalar uma queixa | Criar um fórum