Nosso Banner




Mais banners e buttons

Parceiros

Pokémon Mythology RPG
Redes Sociais
Os membros mais ativos do mês
Kenway
 
Kuzan
 


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Foto

Uma Grande Jornada Se Inicia Com Um Único Passo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 2]

Em Curso em Dom 15 Mar 2015 - 17:08 1

Kenway

avatar
Membro Fundador


Uma Grande Jornada Se Inicia Com Um Único Passo


Nome: Uma Grande Jornada Se Inicia Com Um Único Passo
Participante(s):

Jhonny W. Sparrow

Link da(s) Ficha(s) do(s) Participante(s):
Mar & Ilha: East Blue, Tequila Wolf Village
Possui Barco? Se sim, o descreva:

Não possuo.
Link da última Aventura/Coliseum: http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1631-batalha-inicial-de-yamazaki-ichimaru

Aqui ocorrerá a Aventura do Civil Jhonny W. Sparrow, ainda sem Narrador Definido.

Ver perfil do usuário http://www.somosmugiwara.com http://www.somosmugiwara.com/
Em Curso em Seg 16 Mar 2015 - 12:15 2

Escanor

avatar
Membro Nível 20

Uma Grande Jornada Se Inicia Com Um Único Passo! #1


A tão sonhada chance de ingressar na marinha seria um sonho ou realmente estaria ao meu alcance? Como grande parte da população tende a possuir este mesmo objetivo, porém quem não gostaria da grande chance de se tornar forte para que possa assim proteger os indefesos, eis o meu grande objetivo.
O sol brilhava fortemente dentre a minha face, emitindo um brilho assim que vinha a entrar em contato com meu belo par de óculos, naquele exato momento me encontrava em um local que se vinha a saber aonde, aliás estava dormindo como de costume algo que constantemente vinha a realizar em meu cotidiano.

A baba escorria sob minha boca como se fosse uma espécie de cachoeira. Meu sono ressaltava diversas coisas, como se tivesse me tornado um membro da marinha e estivesse a conquistar o mundo aos poucos, trazendo ordem e justiça embora aquilo viesse a ser somente um sono ou quem sabe somente por enquanto...

Meu sono de certa forma não era muito extenso, que dessa forma logo vinha a despertar daquele sono, de certa forma esticava ambos os braços para o alto enquanto soltava um grande bocejo que de certa forma vinha a chamar atenção -Oown... Aliás o bocejo havia sido liberado em um tom extremamente alto.

Já desperto, abaixava calmamente ambos os braços mantendo assim somente o direito erguido o colocando rente a meus olhos os esfregando na intenção de ficar mais desperto, logo após vinha a caminhar sem o menor rumo, que forma incomum cambaleando para ambos os lados a cada passo realizado.

Embora aparentasse não possuir quaisquer rumos tal caminhada, ainda assim tinha um objetivo fixado em minha mente, me inscrever na marinha, acreditando já estar preparado para tal, para que assim possa vir a realizar meus objetivos, e acabar com a desordem do mundo, além de vir a proteger tais seres mais frágeis que minha pessoa.

Objetivos:

( ) Ingressar na marinha.
( ) Obter o uniforme da marinha.
( ) Obter uma Bota de combate.
( ) Realizar uma missão pela marinha.
Legenda:
-Fala NPC
-Minha fala
"Meu Pensamento"
Meu pensando e somente quando a escrita esta com " e em NEGRITO.
Template por: @Zoldyck



"O orgulho dos pequenos consiste em falar sempre de si próprios; o dos grandes em nunca falar de si."
Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t2400-ficha-aceita-de-asrur-varlor
Em Curso em Seg 16 Mar 2015 - 15:25 3

Weiss

avatar
Membro Nível 10
Sonhos determinam o que você quer. Ações determinam o que você conquista. Era aquele tipo de sonho poético que Jhonny tinha em mente, aquele clássico, mas nem por isso fácil, de proteger os quê não podem fazer isso por si mesmos.


Um Sol frio, anunciava o primeiro tempo de desgelo da ilha, que acabara de entrar no verão. Apesar disso, as lembranças frias de um duro inverno ainda permanecia como um fantasma por cima da cidade, acompanhando o cheiro característico de sujeira e bebida.
Jhonny estava dormindo, como se era costume fazê-lo em seu cotidiano.


Então se levantou, esticando-se e, seguindo em fim o seu caminho. Para qualquer pessoa que passasse pelo homem, pensaria que o mesmo estava sem um rumo, ainda sim, suas idéias estavam mais claras do quê já estiveram, tinha a Marinha como objetivo.


Tequila Wolf Island não passava em bons lençóis, estava pior do quê o comum. Os Marinheiros chamam este lugar de um bom lugar para se viver apesar dos animais – ou costumavam chamar até eles aparecerem.


O nome deles são Ghouls. Bom, pelo menos é assim que os chamam. A População disso nada sabia direito, seria uma euforia se eles descobrissem completamente a verdadeNinguém sabe quem são eles, ou de onde eles vieram


Tudo mudou no dia em que eles chegaram na cidade. Do jeito que as coisas vão, já podem chamar de Ilha do Crime. As pessoas em pânico. Caos nas ruas. Destruição por todos os lados. Isso tudo acontecia em um padrão doentio, sempre que atacavam, pessoas morriam, muitas pessoas morriam.


A pior parte disso era quê não fazia sentido. Você pode perguntar á eles os motivos por trás de tanta destruição, e eles vão te dar um milhão de razões falsas... mas o mais preocupante era que estavam fazendo a cidade de um brinquedo.


Por causa disso, a situação no QG da Marinha estava mais tensa do quê estaria em dias de guerra, eles estavam com uma ameaça real de um novo ataque em qualquer lugar, á qualquer momento, e sabiam quê não poderiam salvar todo mundo quando ocorresse.


Marinheiros esperavam, angustiados, que algo ocorresse, e novos recrutas estavam escassos, haviam apenas alguns dois novatos que estavam sentados em bancos e preenchendo seus formulários.


- Quantos eles mataram nesse final de semana?- perguntava um homem com uma prancheta envolvido em uma conversa com outro Marinheiro.


- Dez na casa e seis no jardim- números, viravam sempre números.


O Marinheiro que estava sentado em um enorme balcão que recebia os recrutas parecia surpreso com a chegada de mais uma pessoa.


- Preencha isso - Diria o marinheiro apresentando uma ficha em uma prancheta, sem se preocupar em nem dizer Olá, ele parecia tão cansado quanto realmente estava.

Detalhes:
- Muito bom, você se concentrou muito bem nas emoções do seu personagem õ/

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1688-ficha-aceita-de-weiss-schnee?highlight=Ficha+de+Weiss
Em Curso em Seg 16 Mar 2015 - 18:33 4

Escanor

avatar
Membro Nível 20

Uma Grande Jornada Se Inicia Com Um Único Passo! #2


Já me encontrava um pouco mais desperto após alguns meros minutos de caminhada, porém ainda estava com minha visão um pouco embasada já não mais com minha mão esfregando meus olhos, mas de certa forma ainda prosseguia a caminhar, somente a procurar de algo interessante para que pudesse vir a realizar.

Minutos após eram necessários para que logo começasse a ouvir certos boatos, todos ali presentes estavam comentando sob um grupo no qual seu nome era desconhecido para minha pessoa ao menos até aquele certo momento, todos diziam um nome semelhante ou talvez fosse até mesmo este “Ghouls” Tentando imagina-los enquanto prosseguia com minha caminhada.

Minha mão direita seguia em direção a minha nuca, colocando a mesma dentre meus belos cabelos e os coçando por alguns instantes enquanto prosseguia a pensar em tal coisa... Mas naquele exato momento algo vinha a me chamar atenção, algo que fazia até mesmo que viesse a gerar uma pausa em meu pensamento se tratando assim de marinheiros...

Ali eles se encontravam, sentados um banco, um grupo pequeno na verdade, porém de toda se tratava de marinheiros. O ar a volta dos mesmos estava extremamente tensa, algo poderia ter acontecido? Não demorou muito até que eles logo começavam a sussurrar, enquanto me permanecia nas proximidades somente a observar o que estavam a ressaltar.

Estavam comentando sobre um possível caso de assassinato em massa, após ouvir a tal conversa algo logo ficava confuso em minha mente me levando logo a pensar a respeito “Seria aquilo que todos estavam comentando, se for não posso fazer nada a não ser interferir”. Me levando logo assim a aproximar daquele grupo de marinheiros ali presentes.

Logo após me aproximar aquele sono constante que insistia a prosseguir se dissipava dando origem a uma feição desperta e enérgica. Não demorou muito em questão de instantes aquele homem logo vinha a me entregar uma prancheta para ingressar na marinha, ele se que havia ouvido a minha opinião se estava a favor ou não, porém se que pensava duas vezes aliás de toda forma gostaria de adentrar na marinha para ajudar aqueles indefesos.

Logo assim se possível vindo a preencher tal prancheta colocando minhas informações para que se assim possível ingressar na minha, porém logo após vinha logo a criticar -Antes de mais nada o que está acontecendo nessa maldita cidade que todos estão a temer? Se realmente forem assassinos ou algo do tipo que estão atrapalhando a ordem da minha adorável cidade não poderia  pensar duas vezes tenho que agir, não suporte ver tal coisa. Assim falei de uma forma extremamente amedrontadora.

Leia!:

- Gostaria de mudar o objetivo de obter uma bota para uma soqueira se possível.
- E obrigado pelo elogio :3
Objetivos:

( ) Ingressar na marinha.
( ) Obter o uniforme da marinha.
( ) Obter uma Soqueira.
( ) Realizar uma missão pela marinha.
Legenda:
-Fala NPC
-Minha fala
"Meu Pensamento"
Meu pensando e somente quando a escrita esta com " e em NEGRITO.
Template por: @Zoldyck



"O orgulho dos pequenos consiste em falar sempre de si próprios; o dos grandes em nunca falar de si."
Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t2400-ficha-aceita-de-asrur-varlor
Em Curso em Seg 16 Mar 2015 - 20:08 5

Weiss

avatar
Membro Nível 10
- Antes de mais nada o que está acontecendo nessa maldita cidade que todos estão a temer? Se realmente forem assassinos ou algo do tipo que estão atrapalhando a ordem da minha adorável cidade não poderia  pensar duas vezes tenho que agir, não suporte ver tal coisa.


O Marinheiro atrás do balcão se virou vagarosamente em direção ao Jovem, não podia negar que ele tinha coragem.


- Ghouls meu filho- abaixou a voz rouca que já lhe era escassa- Eles estão atacando a cidade, o pior é quê não podemos prever quando eles atacam, e quando atacam...bem, você já deve saber o quê acontece.


Realmente, a Marinha estava no escuro, eles não sabiam onde se reuniam, não sabiam o quê queriam, não sabiam porquê faziam isso e nem conseguiam prever seus ataques, estavam precisando de ajuda.


- Antes que eu me esqueça, vá para aquela sala ali - apontou o polegar para uma porta quê revelava uma grande sala ao lado do balcão- Uma mulher lá vai te orientar para pegar suas armas e seu uniforme, acho que você nem precisa saber que seu trabalho começa agora mesmo.


A Sala era o Armamento de fachada da marinha local, claro, seria estupidez colocar tudo em apenas um local á mercê de apenas um ataque letal, fosse qual grupo fosse. Havia também, lugares para trocar as roupas para os uniformes típicos da marinha.


- Olá novato- Diria uma mulher tão alta quanto Jhonny, aparentemente aquela atmosfera estava contaminando todas as pessoas mesmo, ela estava pálida como osso e segurava tremuladamente uma caneta e uma prancheta- Escolha ali na parede a arma que você mais prefere usar, procuramos eficiência afinal de contas....e seu uniforme aqui- Ela equilibrou a prancheta e a caneta em uma mão e pegou o uniforme, logo estendendo-o para o Homem- Depois você assina nessa lista aqui- apontou com a caneta para uma linha em sua prancheta.


Fora do QG, mas não tão longe assim.....


Vultos preenchiam a praça tão rápido quanto os pombos, que curiosos, vinham investigar uma formação incomum triangular de pessoas paradas á frente do banco da cidade, que ficava descendo a rua do QG.


Um banco, até virar cinzas.


As explosões não aconteceram apenas no último andar para derrubar todo o prédio, aconteceram em cada andar do prédio, como se fosse um crime de ódio, transformando o concreto e as pessoas que estavam ali naquela tarde, em nada mais que pó.


Claramente aquilo mobilizou os marinheiros que, por assim dizer, sequer estavam surpresos, o QG se agitou como nunca antes e todos, até o velho senhor do balcão e a mulher da sala de equipamento foram ver o quê estava acontecendo.


Foi mais um ataque


Mas havia uma diferença, a formação triangular de sete pessoas de preto ainda estava á observar de cima dos telhados em frente ao banco, a diferença é que agora poderiam pegá-los.


Detalhes:
- Sim sim, claro quê pode

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1688-ficha-aceita-de-weiss-schnee?highlight=Ficha+de+Weiss
Em Curso em Seg 16 Mar 2015 - 20:40 6

Escanor

avatar
Membro Nível 20

Uma Grande Jornada Se Inicia Com Um Único Passo! #3


Minhas falas de certa forma pareciam tocar aquele senhor, levando até mesmo acreditar em tais palavras de um simples estranho, embora realmente não estivesse a falar tais palavras da boca para fora.

Estava realmente focado no que aquele homem havia me dito sobe os tais Ghouls, que estavam a causar desordem naquele local, me sentindo assim extremamente estressado com tal coisa.

-Antes que eu me esqueça, vá para aquela sala ali. Apontava o homem o seu polegar para uma porta quê revelava uma grande sala ao lado do balcão -Uma mulher lá vai te orientar para pegar suas armas e seu uniforme, acho que você nem precisa saber que seu trabalho começa agora mesmo. Era o que ele dizia.

Após ouvir tais palavras se que vinha a pensar duas vezes antes de adentrar naquele local, aliás agora fazia parte da marinha, devia assim cumprir com os meus deveres para que possa seguir meus objetivos.

Meus passos eram lentos e cautelosos, sendo basicamente este meu estilo de andar, sendo sempre um homem focado e concentrado em seus ideias. Logo após adentrar naquela sala uma mulher logo a me receber e logo ia me informando para que possa recolher meus equipamentos para iniciar minha jornada como um marinheiro.

Dessa forma pegava um par de soqueiras que ali se encontravam, logo as colocando a ambas as mãos seguras aos meus dedos, meu olhar se alterava focando em direção a minha mão direita enquanto a colocava rente a meu rosto, assim a apertando com tamanha força para que possa sentir a solidez e se de certa forma seria o que viesse a desejar.

Mas realmente acreditava ser o equipamento ideal para que pudesse vir a derrotar aqueles que venham a cruzar meu caminho, derrotando-os com punho de ferro.  Mas antes mesmo de seguir em frente deveria me equipar ainda mais, adentrando em um outro local para que pudesse alterar minhas vestes, e era exatamente o que vinha a fazer.

Retirava rapidamente peça por peça, vestindo aos poucos as peças, colocava todas as roupas básicas da marinha desde sapatos a blusa padrão, porém de certa forma aquele boné não vinha a me agradar, mas sim uma bandana amarelada que ali se encontrava, a prendendo assim sob minha testa enquanto acima da mesma permanecia meu óculos.

Já com os equipamentos necessários começa a me movimentar, somente acenando para aquela mulher que ali havia me atendido, saindo assim para fora daquele local ficando próximo do local onde havia me inscrito para a marinha.

Estava tudo calmo os pássaros cantavam, o sol não emitia tamanho brilho porém ainda tinha sua graça, porém o que não sabia era que aquilo em questão de instantes viria a se alterar. Uma explosão era gerada, liberando um estrondo tamanho que fazia com que os pássaros batessem em retirada.

Desesperado com a segurança dos civis começava a correr em direção ao local que havia de certa forma escutado tal estrondo, notava que o prédio ali já não mais existia, reduzindo tudo a nada mais que pó e cinza, matando todos ali presentes. Minha feição de preguiça que constantemente existia não mais era presente, dando origem a uma feição de ódio tamanho que causaria até mesmo medo em criancinhas.

Notando ao redor vinha logo a observar que ali estavam um grupo presente, poderia ser aqueles causadores daquela destruição no final das contas, sem pensar duas vezes começava a avaliar a situação que encontrava e probabilidade de vitória perante aquela situação, embora não estivesse muito boa.

Mas estava com sorte naquele momento aqueles marinheiros que antes haviam me recebido de braços abertos se aproximavam, fazendo o mesmo avaliando aquela situação. Mas não vinha a me sentir confortável naquele instante, logo começando a agir –Irei na frente me deem cobertura se possível ou me ajudem como conseguirem. Dizia sem que ao menos tivesse tal intimidade com ambos, mas aquela situação se que se tratava de afinidade mas sim de vingança aos indefesos.

Minhas sobrancelhas se mantiam arqueadas demonstrando a raiva que estava a sentir, me mantendo assim atento tentarei realizar um salto para que possa vir a me aproximar daquele grupo, porém tentarei atacar aquele que estiver mais distante dos demais, tentando assim acabar com um de cada vez, desferindo sequencias de socos, nas regiões do pescoço e costelas, para que possa gerar grandes danos, devido a força inserida nós golpes.

Porém sempre irei me manter atento a possíveis contra ataques, assim tentarei sempre recuar após cada ataque desferido para que possa ficar fora do alcance, porém após inserir a sequência de socos ou caso veja que não serei bem sucedido e venham a me atacar ideia recuar por volta de 10 metros, repetindo essa locomoção de acordo com que eles se aproximem.

Após tais sequencia falarei -Vermes como ousam acabar com a vida de simples civis, o que eles lhe causaram no final das contas, deverão pagar com o resto de suas vidas na cadeia ou em um caixão.
Objetivos:

(X) Ingressar na marinha.
(X) Obter o uniforme da marinha.
(X) Obter uma Soqueira.
( ) Realizar uma missão pela marinha.
Legenda:
-Fala NPC
-Minha fala
"Meu Pensamento"
Meu pensando e somente quando a escrita esta com " e em NEGRITO.
Template por: @Zoldyck



"O orgulho dos pequenos consiste em falar sempre de si próprios; o dos grandes em nunca falar de si."
Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t2400-ficha-aceita-de-asrur-varlor
Em Curso em Ter 17 Mar 2015 - 15:33 7

Weiss

avatar
Membro Nível 10
Visivelmente preocupado com a segurança dos civis, Jhonny corria em direção ao local original do estrondo apenas para ver o prédio majestoso ser reduzido á ruínas, assim como todas as outras pessoas. Seu semblante se tornou um reflexo claro de seus sentimentos.

Ele percebeu rapidamente o grupo de Ghouls que estavam prostrados á cima de uma casa em frente ao banco. Logo os outros marinheiros alarmados também passavam pelo jovem para avaliar o ataque quê havia acontecido de novo.

Havia acontecido de novo, e novamente eles não conseguiram impedir quê dezenas de pessoas morressem.

Eles eram perigosos, isso já era claro, por causa disso, o Jovem não podia vacilar em nenhum momento, ele começou á correr logo que os tiros começaram á sair

–Irei na frente me deem cobertura se possível ou me ajudem como conseguirem- Alguns marinheiros que desconfiaram do jovem o acompanharam em sua corrida apenas á alguns metros seguros de distância- então começava uma troca de tiros que fizeram todos os civis por perto correrem em direção á suas casas e trancarem suas portas para não abrirem tão cedo.

Os Três marinheiros corriam em direção ao grupo restante de quatro Ghouls, três homens e uma mulher, haviam tido a sorte que o resto deles se ocupavam nos becos com a troca de tiros. Na ponta Oeste do telhado, havia uma pessoa vestindo um casaco e uma máscara negra que se assemelhava á face de um abutre, Jhonny desferiu um soco na região do pescoço daquela mulher, e a mesma, desviou acompanhando a corrente de ar que começava á fluir pelo local, espalhando o cheiro doentio de pólvora pelo ar.

Ela caiu diretamente atrás das costas de Jhonny, pronta para deslizar as adagas para fora das mangas e cortar sua coluna em duas, se não fosse seu reforço humano chegando logo atrás, o ataque físico de um rifle em mãos de um marinheiro forçou a mulher á se afastar, então, os outros três homens abutres perceberam a aproximação dos Marinheiros.

-Vermes como ousam acabar com a vida de simples civis, o que eles lhe causaram no final das contas, deverão pagar com o resto de suas vidas na cadeia ou em um caixão.

- Fiquem quietos, cachorros do Governo- Uma voz rouca e doente saiu do homem que estava no meio, o único que estava com uma máscara de cor branca.

Eles avançaram, sequer se preocupando com a vantagem numérica que tinham, a mulher e mais dois Homens lançaram uma assalto em direção aos outros dois Marinheiros que estavam ali. Deixando o último de máscara branca como o oponente de Jhonny.

- Você acha que a Marinha pode fazer alguma coisa? vocês acham que podem sair vivos daqui? - Perguntava o Ghoul, desaparecendo-se em seu manto negro em direção á Jhonny como um fantasma. Ele tinha uma enorme Scythe em mãos que poderiam fazer um precioso estrago em qualquer ser, ainda mais em mãos habilidosas.

Ele usaria do cabo da Scythe e de sua flexibilidade, se lançando em uma cambalhota no ar em direção ao marinheiro, logo que chegasse, puxaria de volta sua foice favorita de matar e concentraria sua força em um ataque de cima para baixo que tinha como objetivo começar no ombro de Jhonny e terminar em sua perna, abrindo-o no meio. Caso o mesmo viesse á bloquear este ataque de alguma maneira, o Ghoul se abaixaria em uma rasteira para derrubá-lo ao chão e torná-lo indefeso.






Detalhes:

Tentativa de Acerto de Ataque de Jhonny contra Esquiva de Maya
Jhonny: 8 + 8(1d10)+ 2(1d6)= 18
Maya: 15 + 6(1d10)= 21
Falha


Quadro Geral
Jhonny: PV: 35/35
PS: 30/35

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1688-ficha-aceita-de-weiss-schnee?highlight=Ficha+de+Weiss
Em Curso em Ter 17 Mar 2015 - 16:59 8

Escanor

avatar
Membro Nível 20

Uma Grande Jornada Se Inicia Com Um Único Passo! #4


A batalha estava engajada, meus golpes acabaram sendo de certa forma mal sucedidos, desviados com tamanho êxito e maestria que causava espanto em quem visualizasse tal cena, mas ainda tinha esperanças em minhas habilidades, aliás não estava ali para brincar ou algo do gênero mas sim com o foco em mente de uma possível vitória certa.

Naquele instante que vinha a realizar minha sequência de socos, algo crucial era esquecido, no mesmo momento acabará deixando minha guarda baixa em questão de segundos baixa, de forma que poderia proporcionar um ataque surpresa em segundos.

Mas pelo visto estava com sorte naquele dia, no instante que estava prestes a receber um golpe da garota,  surgia um companheiro que com seu rifle em mãos inseriu um golpe físico que acabou evitando que a mesma prosseguisse com seu ataque, dessa forma vindo a salvar-me. Naquele exato momento um sorriso logo vinha a surgir em forma de agradecimento, um sorriso que abrangia até o canto de minhas orelhas.

Após peguei no sono por uma breve fração de segundos ouvindo logo uma voz que adentrava fortemente em minha cabeça. - Fiquem quietos, cachorros do Governo. Era o que vinha a escutar naquele exato momento.

Já desperto, retrucava após ouvir tais palavras, -Você não me conhece lixo, sou Jhonny W.Sparrow o homem que derrotou 7 Reis dos Mares e salvou 150 civis em nome da marinha, me tema seu sarnento...Logo soltando uma gargalhada, mas mesmo assim era uma mentira extremamente deslavada, aliás havia adentrado na marinha a pouco mais de horas.

Uma pressão psicológica? Nem mesmo eu sabia ao certo, somente havia dado tal vontade de falar tal coisa, meu folego era retomado e assim logo ouvia algumas palavras direcionadas a minha pessoa -Você acha que a Marinha pode fazer alguma coisa? vocês acham que podem sair vivos daqui? Dizia aquele homem estranho que se denominava Ghoul, estava prestes a responder o mesmo, até mesmo meu peito havia se estufado de ar para que pudesse vir a critica-lo, mas se que dava tempo.

Naquele pequeno período de tempo, o mesmo havia desaparecia dentre seu belo manto preto, viajando até mim como uma espécie de fantasma. Era surpreendente aquela cena, mas ainda assim não poderia ficar espantado, mas sim deveria me focar na batalha alias vidas de civis estavam em jogo.

Após o mesmo realizou uma cambalhota no ar com sua arma empunhada tentando vir a realizar um corte no que avaliava ser na direção de meu ombro esquerdo, mas de certa forma não era assim tão tolo, já estava pronto para possíveis golpes, estava me preparando a tempos mesmo que não aparentasse.

Assim logo tentarei flexionar bem minha perna esquerda ao solo, para que assim possa gerar uma grande força de impulsão para que dessa forma possa dar um passo velozmente para 1m a direita ficando fora do alcance da lâmina e não sendo assim atingido.

Porém caso não venha a ser bem sucedido tentarei bloquear o golpe com a base de minha soqueira da mão direita, assim colidindo com a lâmina e evitando ser possivelmente atingido pela mesma.

Porém caso venha a realizar o movimento do bloqueio, e venha a notar que irei receber a rasteira tentarei virar um mortal para trás recuando 1,5m de distancia do mesmo e evitando assim ser atingido pela mesma.

Caso minha sequência de movimentos para desviar deste possível ataque seja bem sucedida, irei tentar fingir que realizarei um soco com minha mão esquerda na direção da costela do lado esquerdo do mesmo, mas na verdade tentarei desviar a atenção do mesmo do meu outro braço para que possa, inserir um gancho de forma horizontal do lado direito do pescoço do homem assim, tentando causar graves danos ou até mesmo desloca-lo.

E de certa forma caso venha a atingir tentarei direcionar o soco, com um grau de força que faça com que o homem caia de cima do telhado, colidindo-se fortemente com o solo.

Porém tentarei me manter atento para possíveis futuros golpes do mesmo caso venha a ser ou não bem sucedido com essa sequência de golpes, assim para que possa vir a antecipar ou até mesmo já evitando-os.
Objetivos:

(X) Ingressar na marinha.
(X) Obter o uniforme da marinha.
(X) Obter uma Soqueira.
( ) Realizar uma missão pela marinha.
Legenda:
-Fala NPC
-Minha fala
"Meu Pensamento"
Meu pensando e somente quando a escrita esta com " e em NEGRITO.
Template por: @Zoldyck



"O orgulho dos pequenos consiste em falar sempre de si próprios; o dos grandes em nunca falar de si."
Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t2400-ficha-aceita-de-asrur-varlor
Em Curso em Qua 18 Mar 2015 - 18:15 9

Weiss

avatar
Membro Nível 10
Habilmente, no momento de êxtase do ataque, Jhonny saltou em tempo suficiente para quê o Ghoul pudesse ver sua Scythe apenas cortando o vento que dava em fim uma trégua naquele local.


Sua mão se posicionou para acertar as costelas esquerdas do Algoz e, o mesmo, sem cerimônia dobrou a enorme Scythe na horizontal, achando que o golpe seria ali, mas Jhonny havia enganado levemente sua percepção, por um breve segundo que lhe rendeu um corte e um atordoamento instantâneo. Ele tentou enganchar um soco diretamente em seu pescoço, e o Ghoul percebeu isso, mas não fora tão rápido á tempo de mover sua lâmina e nem forte o bastante para realizar um bloqueio eficiente.


Jhonny acabou acertando seu punho na parte chata da foice, que no momento passava na frente do rosto do Ghoul, não fora o ataque que ele queria, mas fora o suficiente para quê a lâmina abaixasse e fizesse um corte miserável em seu ombro e para quê o mesmo ficasse alguns bons segundos atordoado.


- Maldito cachorro do Governo- Colocou suas mãos esqueléticas em seu ombro para avaliar o estrago.


Maya, que lutava junto com mais dois homens, se virou grotescamente ajustando sua máscara de abutre. Ela começou á correr em direção á Jhonny e acertou com sua adaga, no lado pescoço, um Marinheiro que interrompera-lhe o caminho.


O Ghoul de máscara branca que á pouco lutava com Jhonny percebeu sua companheira chegando e se lançou imediatamente em direção á Jhonny, Ele sabia que o mesmo se mostrara ser veloz, então avançaria em direção á ele diretamente, e não atacaria até que estivesse realmente perto, lançando-lhe um giro vertical no ar para fatiar seu ombro.


E Maya, a abutre esperaria como um segundo plano caso o mesmo se desviasse do ataque de seu amigo, empurrando o homem ainda mais para a beira do telhado, e talvez até jogando-o de lá com um ataque que á faria girar em conjunto com suas adagas.


Detalhe:
- Só uma coisa pra se lembrar, você disse que daria um mortal caso bloqueasse, o quê não dá pra fazer, porquê pra isso precisaria da perícia de Acrobacia.

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1688-ficha-aceita-de-weiss-schnee?highlight=Ficha+de+Weiss
Em Curso em Qua 18 Mar 2015 - 20:35 10

Escanor

avatar
Membro Nível 20

Uma Grande Jornada Se Inicia Com Um Único Passo! #5


Pessoas habilidosas aquelas que ali estava a enfrentar, demonstravam tamanha habilidade que levantava até mesmo espanto a respeito ao mesmo tempo. Mas não vinha ao caso naquele momento, mas sim que vinha a sentir-me extremamente excitado a cada momento que aquela batalha vinha a se estender, golpes eram inseridos com excito de minha parte porém com uma dificuldade tamanha para obter tal resultado, e aquilo realmente me intrigava, me deixando a cada instante mais interessado pela batalha.

Um único corte era o que havia conseguido obter resultado, porém com um esforço tamanho, porém já era de esperar estava em uma desvantagem numérica tamanha e meus aliados se que vinham a me auxiliar naquela batalha, algo que realmente me deixava intrigado, aliás acreditava que todos tínhamos o mesmo objetivo em derrotar aquele grupo de inimigos.

Assim logo vim a ressaltar aquela questão, enquanto logo direcionava meu olhar para o grupo de marinheiros ali presentes -Vocês ficarão parados ai? Hora, Hora me ajudem que tá difícil. Falava de forma irônica enquanto ao mesmo coçava minha cabeça e liberava logo um sorriso em meu rosto.

Mas era somente questão de tempo, pois no mesmo instante que vinha a da ênfase a questão anteriormente citada um marinheiro vinha logo a me salvar de um possível corte que estava prestes a receber daquela maldita mulher, que logo alterava meu olhar para a mesma somente como uma ação de reflexo -Ohhhhh, perigoso, perigoso. Era o que dizia, de uma forma um tanto sonolenta e despreocupada, mas não com outras intenções sendo somente meu mero estilo de agir.

Estava ficando complicado á situação para o meu lado, ataque após ataques eram realizados contra mim, sem nenhuma piedade e misericórdia. Novamente o ar a minha volta ficava tenso, notando logo que eles realmente não estavam ali para brincadeiras, qualquer brecha deixada para atrás acabaria resultando em uma possível morte ao meu lado.

Notava uma movimentação ao meu redor, meus olhos logo vinham a acompanhar aquele homem que se movia rapidamente em minha direção, a toda velocidade de forma desenfreada e direta, logo se aproximando e ficando em uma distancia razoável assim logo realizava um giro vertical no ar tentando assim realizar um corte ao meu ombro esquerdo.

Porém o mesmo era um tolo em achar que minha guarda estava tão baixa como ele vinha a acreditar, logo avaliando rapidamente a situação vindo uma breve possibilidade de evitar tal dano, aliás o mesmo se encontrava frente a frente comigo, assim para me defender tentava girar o lado esquerdo do meu corpo 180 º sob o eixo central do meu corpo para o lado esquerdo de forma extremamente veloz e se possível muito eficaz, movendo assim com um único passo e se assim possível fazendo com que a lâmina passe direto e se possível colida com o chão.

Porém caso não venha a ser eficaz nessa defesa tentarei parar a lâmina cruzando meus punhos e parando a lâmina da arma com a base de minha soqueira, absorvendo grande parte do impacto com meus braços e pernas.

Caso venha a desviar do ataque deste homem, logo avaliarei o que ocorre em minha volta e se assim possível levando-me a perceber que aquela mulher ali presente tende a tentar realizar uma investida contra mim, assim tentarei se possível para me defender desviar da mesma de uma forma aleatória numa maneira que achar mais favorável perante a situação desde a rolar ao solo ou até mesmo fazer com que á mesma passe diretamente sem que me atinja, porém ao mesmo tentarei fazer com que a mulher caia em sua própria armadilha, tentando vir a utilizar alguns conceitos sobre a arte marcial o “Judo” para utilizar uma possível brecha da mesma logo após caso venha a me defender ou não tentando lança-la para baixo do telhado utilizando toda a minha força para o arremesso e se assim possível fazendo com que colida com o solo.

Assim logo após os movimentos anteriormente citados tentarei vir a realizar um golpe um tanto insano, tentando realizar um poderoso chute nas telhas, fazendo assim com que no momento do chute peguem tamanha velocidade e partam de forma aleatória em direção ao corpo daqueles ali presentes, exceto a mim mesmo e meus aliados tendo o foco assim aos inimigos, o chute arrastará diversas telhas, gerando assim estilhaços de tamanhos aleatórios, fazendo com que avancem a toda velocidade e se possível perfurando o corpo do adversário ou atingido áreas como os olhos e causando-lhes graves danos que dificultem com a batalha, ou até mesmo que gerem a queda daqueles do telhado, e se possível atingido todos a minha frente.
Considerações:

- E sobre o movimento, desculpe o vacilo é costume de outros RPG's.
- Sobre o novo objetivo já conversei com você.
- Agora estarei a explicar meu ataque caso não entenda, realizei assim um chute nas telhas do telhados, gerando estilhaços no caso que avançaram a toda velocidade atingido somente aqueles que estejam em minha frente viajando claramente em linha reta, fui arrastando praticamente o pé até onde consegui para realizar o ataque.
Objetivos:

(X) Ingressar na marinha.
(X) Obter o uniforme da marinha.
(X) Obter uma Soqueira.
( ) Realizar duas missões pela marinha.
Legenda:
-Fala NPC
-Minha fala
"Meu Pensamento"
Meu pensando e somente quando a escrita esta com " e em NEGRITO.
Template por: @Zoldyck



"O orgulho dos pequenos consiste em falar sempre de si próprios; o dos grandes em nunca falar de si."
Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t2400-ficha-aceita-de-asrur-varlor
Em Curso em Sex 20 Mar 2015 - 9:55 11

Weiss

avatar
Membro Nível 10
A arrogância do Ghoul havia lhe custado um movimento precioso, aquele jovem não estava tão despreparado quanto ele pensava que estivesse, Jhonny se aproveitou do quesito quê o Ghoul queriam prevenir, sua esquiva que superava a capacidade de acerto do Ghoul e batia com a de Maya.


Ele girou o lado esquerdo de seu corpo em uma meia-lua para o lado esquerdo e apenas pôde ouvir os gritos dos cidadãos á baixo do teto quando a lâmina da Scythe atravesso o telhado, estilhaçando cada telha em seu caminho.


Então ele percebeu o avanço de Maya, que não havia tido a percepção de vê-lo se esquivando do Ghoul, deixando com quê ela passasse reto por seu corpo, sem o acertá-lo, ela apenas percebeu quê estava indo para uma queda fatal quando viu o prédio recém explodido á sua frente. Então ela se agarrou em um dos pilastres de sobra do telhado e se girou por cima do parapeito, voltando para o telhado á frente de Jhonny.


Mas ela, e o outro Ghoul que não haviam sido derrotados pelos outros marinheiros que estavam ali, tiveram a má sorte de voltarem bem na frente do ataque, por assim dizer, "insano" de Jhonny. Ele chutou as telhas para cima, liberando tanta energia quê resultou em uma quebra imediata de uma série de telhas  que se tornaram projéteis aleatórios e letais, tanto por seus tamanhos, tanto por estarem tão sujas que causariam uma séria infecção em qualquer ferido.


Então Maya e seu companheiro não estavam com sorte quando as telhas se encravaram em seus braços e pernas, mas talvez nem Jhonny, quando o Ghoul se arriscou á levar um estilhaço que quebrou sua máscara pela metade no momento em quê ele levantou sua Scythe monstruosa, antes encravada no telhado, quebrando-o na direção de Jhonny.


E fazendo seus pés cederem junto com seu chão.


Apenas, claro, a sobra de Pilastra havia ficado, e junto com ela, uma corda que servia para os moradores limparem as janelas, que serviu de apoio para o jovem marinheiro que estava entre uma queda Letal e dois assassinos que não fariam cerimônia em matá-lo.


O Ghoul partiria para o próximo ataque quando um som característico de trombeta pôde ser ouvido por toda a cidade, era um chamado? talvez, pois ele e Maya se viraram e mal se importaram com o quê tinham quê fazer, e apenas desapareceram nas sombras por entre os telhados.


Um dos marinheiros que não estavam sangrando, se aproximou, cansado, da borda em quê o Jovem estava pendurado, e estendeu-lhe a mão dizendo:


- Eles fizeram uma boa bagunça aqui...- falava olhando para um dos prédios- Aqueles desgraçados....bem, acho quê você vai ficar feliz em saber quê um deles está vivo, e está jogado ali - apontava para trás de si, onde um homem com um casaco longo preto estava jogado no chão, respirando precariamente em uma poça de sangue- Direto pro QG, esse vai pra interrogatório, e eu quase tenho pena dele.


Da próxima vez



Detalhes:

Tentativa de Ataque do Ghoul contra Esquiva de Jhonny
Ghoul: 15+ 5(1d10)= 20
Jhonny: 19+ 7(1d10)+ 4(1d6)=30
Sucesso


Tentativa de Ataque de Maya contra Esquiva de Jhonny
Maya: 19+ 8(1d10)= 27
Jhonny: 19+ 6(1d10)+ 3(1d6)= 28
Sucesso
por 1, mas sucesso


Tentativa de Ataque de Jhonny contra esquiva dos Ghouls
Jhonny: 8+ 9(1d10)+ 3(1d6)= 20
Ghoul: 8 + 10(1d10)= 18
Maya: 15+ 4(1d10)= 19
Sucesso
encostado


Tentiva de Ataque do Ghoul contra esquiva de Jhonny:
Jhonny: 19 + 2(1d10) + 3(1d6) = 24
Ghoul: 15+ 10(1d10) = 25


Falha
* Esse daqui é o da quebra do telhado, e pra tirar 2 num de 10, os dados não foram muito com tua cara.





Obs:
- Bem, eu considerei seu movimento, mas é o seguinte, eu sei quê eu armei uma arapuca pra te lascar com aquele ataque duplo, de qualquer modo, você só tem um tipo de movimento por post "Ataque, Defesa e Esquiva", e você tinha pegado dois de esquiva, mas eu encaixei como se fosse apenas um único de esquiva e um ataque ás Telhas, só cuidado na próxima vez ok?
- Ah e como eu sou uma pessoa muito lecal, eu vou te deixar se vingar desses malucos

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1688-ficha-aceita-de-weiss-schnee?highlight=Ficha+de+Weiss
Em Curso em Ter 24 Mar 2015 - 17:49 12

Escanor

avatar
Membro Nível 20

Uma Grande Jornada Se Inicia Com Um Único Passo! #6


Por fim uma folga, mesmo que tivesse vindo a conseguir derrotar um número de adversário alto, me sentia satisfeito, aliás havia cumprido a parte com meus ideias protegendo os civis ali presentes, além de ser capaz de vir a capturar um daquele bando que possivelmente poderia vir a levarmos ao seu grupo e concluir com a nossa missão.

Mas antes deveria vir sair do local onde me localizava, alias estava dependurado a um local que a parte poderia ser perigoso vir cair do mesmo, mas era somente um mera questão logo um marinheiro estendia suas mãos enquanto dizia certas palavras direcionadas a minha pessoa.

Na qual logo dizia as seguintes palavras após estender sua mão -Eles fizeram uma boa bagunça aqui...  Aqueles desgraçados....bem, acho quê você vai ficar feliz em saber quê um deles está vivo, e está jogado ali. Logo assim dando uma pausa e vindo logo após á continuar á dizer -Direto pro QG, esse vai pra interrogatório, e eu quase tenho pena dele.

Mas naquele momento minha reação era um tanto estranha, não dava a mínima para o estado do mesmo, somente sabia que estava cansado e com sono,  aliás aquele confronto não foi nada fácil –Hora, Hora vamos embora, estou cansado droga de piratas ou sei lá o que esses merdas sejam. Dizia enquanto ao mesmo coçava minha cabeça com minha mão esquerda enquanto me mantia seguro a corda, fazendo ao mesmo uma cara de deboche, mas seria somente em um breve período, pois logo após tais palavras estenderei minha mão que estava a coçar minha cabeça em direção a mão do marinheiro com o intuito de assim vir retornar para cima do telhado.

Caso venha a retornar, descerei do mesmo seguindo em direção ao corpo que abaixo se localizava tentando assim realizar um soco em sua barriga a ponto de desmaia-lo por completo e assim logo irei dizer –Maldito, você me deu uma canceira danada, vou ter que ir dormir por sua causa, alguém leve ele estou cansado de mais para isso. Era o  que possivelmente virei a dizer, de forma irônica mas o mesmo séria e objetiva de forma que não ligarei para os possíveis superiores presentes, mas o mesmo momento tirava uma pequena quantidade de meleca do nariz com meu dedo indicador e jogando ao solo, assim caso os mesmos venham a recolher o corpo o seguirei para onde que vão assim, tentarei arrumar algum local para dormir brevemente antes do possível interrogatório.
Considerações:

- Desculpe a demora para postar, ando um pouco ocupado :/
Objetivos:

(X) Ingressar na marinha.
(X) Obter o uniforme da marinha.
(X) Obter uma Soqueira.
( ) Realizar duas missões pela marinha.
Legenda:
-Fala NPC
-Minha fala
"Meu Pensamento"
Meu pensando e somente quando a escrita esta com " e em NEGRITO.
Template por: @Zoldyck



"O orgulho dos pequenos consiste em falar sempre de si próprios; o dos grandes em nunca falar de si."
Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t2400-ficha-aceita-de-asrur-varlor
Em Curso em Ter 24 Mar 2015 - 19:55 13

Weiss

avatar
Membro Nível 10
Cansado e com sono, era estranho que tivesse sono, mas cansaço era obrigatório devido ao combate intenso que havia acontecido ali.

–Hora, Hora vamos embora, estou cansado droga de piratas ou sei lá o que esses merdas sejam- ele agarrou a mão do Marinheiro e conseguiu retornar ao Telhado.

O Jovem externou sua raiva em direção ao homem caído ali no chão, lançando um soco em seu estômago, e logo após o homem gritar de agonia, ele perdeu os sentidos.

–Maldito, você me deu uma canseira danada, vou ter que ir dormir por sua causa, alguém leve ele estou cansado de mais para isso- os outros Marinheiros estranharam muito á "ordem" de Jhonny, ele não era de posto superior á eles, mas mesmo assim os Marinheiros não contestaram e levaram o corpo do inimigo nas costas.

Logo quê chegaram ao QG, Jhonny arrumou algum lugar para dormir por algumas horas antes quê fosse chamado para o Interrogatório.

O Comodoro responsável ficou surpreso pelo fato de terem trazido um dos Ghouls vivos, mas logo mandaram quê o jogassem dentro de uma Cela de Kairoseki e quê os médicos tratassem seus ferimentos, apesar de quê sob uma forte vigilância dos Marinheiros ali.

Precisou-se de três horas para quê aquele homem acordasse de seu coma, e quatro Marinheiros, sendo um o Comodoro, já estavam esperando o momento em quê ficasse desperto.

O Homem estava preso pelas pernas e pelas mãos em correntes também feitas de Kairoseki, não parecia nem um pouco assustado ou com raiva, ele estava completamente calmo e rindo de uma forma doentia.

- Vocês já vão começar com isso ou vão continuar olhando pra minha testa brilhante?

------------x------------

Uma hora depois, um marinheiro foi enviado para perturbar Jhonny em seu sono, mas á mando do próprio Assassino, quê queria mais uma testemunha do quê havia acontecido mais cedo.

- EI! acorde!!, aquele maldito está te chamando e temos que terminar esse interrogatório até o final dessa maldita noite- era ele quem levaria Jhonny pelos corredores antigos feitos de pedra lascada em direção ao andar subterrâneo, onde o homem estava sendo....interrogado.

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1688-ficha-aceita-de-weiss-schnee?highlight=Ficha+de+Weiss
Em Curso em Ter 24 Mar 2015 - 20:12 14

Escanor

avatar
Membro Nível 20

Uma Grande Jornada Se Inicia Com Um Único Passo! #7


Minhas ordens acabavam sendo acatadas, e assim todos seguíamos para o local onde ocorreria o interrogatório, porém seria a chance ideal que estava esperando para que pudesse vir a descansar um pouco após aquela árdua batalha, e era o que vinha a fazer, logo acabei encontrando um belo local para que pudesse vir a descansar.

Meus sonhos eram belos, diversas imagens que refletiam sob o meu pai e o que falava ao longo do tempo de me tornar um marinheiro como o mesmo, e aquilo estava a se realizar, mais ainda estava longe de ser igual ao mesmo, aliás ainda era um mero Recruta, mas de certa forma estava disposto a me tornar ainda mais forte.

Mas aquele belo sonho logo era interrompido por um marinheiro que logo vinha a me acorda dizendo de uma forma um tanto severa -EI! acorde!!, aquele maldito está te chamando e temos que terminar esse interrogatório até o final dessa maldita noite.Era o que o marinheiro dizia, mas ao mesmo instante que acordava minha reação não era muito agradável sob aquilo mas também não questionava, somente erguia-me e seguia o marinheiro enquanto resmunga discretamente, aliás estava no meio de uma bela noite de sono.

Assim quando chegar no devido local onde ocorre o interrogatório, logo levarei minha mão esquerda sob minha cabeça coçando levemente meu cabelo, enquanto demonstro minha feição que expressa o nível de sono que estava a sentir, logo irei dizer para aqueles presentes enquanto olho para o corpo do bandido -Culpado ele é culpado, ele só gosta de matar. Vamos atrás do bando, quero matar esses desgraçados que fizeram mal aqueles inocentes, não suporte isso, tsk... Dizia lentamente e sonolento, enquanto ao final da frase dizia uma palavra com tom de deboche para bandido.

Dessa forma ficarei ao aguardo de ordens de meus superiores, sentando logo ao solo, cruzando ambas as pernas apoiarei meu cotovelo sob uma de minhas pernas e logo após fechando o punho do respectivo braço ao meio queixo, a espera que algo ocorra.
Objetivos:

(X) Ingressar na marinha.
(X) Obter o uniforme da marinha.
(X) Obter uma Soqueira.
( ) Realizar duas missões pela marinha.
Legenda:
-Fala NPC
-Minha fala
"Meu Pensamento"
Meu pensando e somente quando a escrita esta com " e em NEGRITO.
Template por: @Zoldyck



"O orgulho dos pequenos consiste em falar sempre de si próprios; o dos grandes em nunca falar de si."
Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t2400-ficha-aceita-de-asrur-varlor
Em Curso em Sab 28 Mar 2015 - 12:22 15

Weiss

avatar
Membro Nível 10
-Culpado ele é culpado, ele só gosta de matar. Vamos atrás do bando, quero matar esses desgraçados que fizeram mal aqueles inocentes, não suporte isso, tsk...




- Eu não acredito quê o Líder quase foi superado por alguém como você- Dizia com um sorriso de escárnio no rosto - Como eu teria te matado fácil se estive....




- Você chamou ele aqui só pra lançar ameaças vazias? você está vendo quê está preso por correntes de Kairoseki? Conte logo o quê quer contar- Cortou o homem do balcão.




- E quem disse quê eu vou contar alguma coisa? - riu - Ele só está aqui de testemunha para saber como a Marinha quê ele tanto preza....é um li...




Ele não conseguiu completar a última sílaba antes quê o Comodoro acertasse-lhe um soco direto no rosto. Ele lançou uma torrente de xingamentos enquanto cuspia sangue no chão.




- Decidiu contar ou vamos ter quê prolongar a noite?


- Eu....Eu tenho todo o tempo do mundo- estendeu de orelha á orelha, um sorriso manchado de Sangue.


Horas se passaram e os gritos de dor do Pirata eram abafados pelas paredes de metal no porão. Aparentemente ele havia sido construído exatamente para isso. O Homem sofria golpes á todo momento, mas mesmo assim, não falava nada mantinha-se em silêncio, mas não por muito tempo....


- As...- havia chegado ao seu limite- As Bo....Bombas na cidade...- foi a última coisa quê ele conseguiu dizer antes de perder os sentidos.


O Comodoro e o Homem do balcão se entreolharam muitas vezes, formulando um plano mental ou dando um aviso silencioso. Eles iriam dizer alguma coisa, mas foram interrompidos abruptamente por um Jovem mensageiro que acabava de chegar de uma corrida.


- Senhor....- fez uma pausa breve para recuperar o fôlego- Senhor, as pessoas já tiveram conhecimento do quê aconteceu...


- O quê?- o Comodoro perguntou, mas não esperou quê o jovem respondesse, ele subiu as escadas do porão e do primeiro como um relâmpago, chegou em uma janela e praticamente escancarou-a.


Ninguém


Não havia nenhuma alma presente na rua, sequer uma única. Todas as casas estavam de portas fechadas e trancadas com o máximo de trancas possíveis á uma porta.


- Eles...?....Não têm ninguém ali!


- Bem...- era uma notícia quê ele tinha exaltação em falar- Eles também receberam a ameaça de quê há bombas na cidade.


O Marinheiro experiente á frente do Jovem mensageiro simplesmente perdeu a cor. Havia muito tempo quê eles não declaravam estado de emergência em Tequila Wolf, mas agora, era necessário e também era a única opção...


- Você- procuraria Jhonny e diria á ele - Você, diga quê foi uma ordem e feche esse QG com a ajuda de quantas pessoas quiser, janelas, portas, lacre tudo....e depois prepare-se garoto.


O Homem subiu ainda mais para alcançar a sala de comunicações. E então falou, falou em uma frequência para todo o QG, declarando Estado de Emergência.
Essa condição, significava quê todos os Navios da Marinha ou do Governo por perto, deveriam vir para dar auxílio, todos os Soldados deveriam retornar á suas Bases e células, lacrar todas as entradas e saídas e se armarem até os dentes.


Mas o azar daquela gente, era quê só havia um Navio da Marinha com poucos soldados navegando por aquelas águas, e os Soldados estavam quase todos espalhados. O Quartel General era a Fraqueza.


Mesmo com o lacramento, aquelas pessoas encarregadas de tarefas administrativas pareciam saber bem o quê estava acontecendo. Saber bem demais, porquê todos começaram um pânico silencioso avassalador


Cabia á Jhonny, reunir todos os Marinheiros quê pudesse para não deixar aquele lugar mais vulnerável do quê já estava.

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1688-ficha-aceita-de-weiss-schnee?highlight=Ficha+de+Weiss
Em Curso em Sab 28 Mar 2015 - 21:39 16

Escanor

avatar
Membro Nível 20

Uma Grande Jornada Se Inicia Com Um Único Passo! #8


Permanecia ao solo desde que tais palavras eram ditas por mim, minha boca até mesmo escorria baba ao seu canto esquerdo permanecendo juntamente com ambos os olhos fechados, aparentando assim não demonstrar interesse, mas na verdade estava extremamente focado no que ambos os lados estavam a dizer naquele interrogatório.

Estava tedioso aquele bandido se que dizia o que meus superiores estavam a dizer até um certo ponto... Estava sendo torturado sem descanso assim soltando logo algumas informações sobre algo que estaria prestes a ocorrer -As Bo....Bombas na cidade... Foi a última coisa quê ele conseguiu dizer antes de perder os sentidos.

Logo minha feição de desinteresse aos poucos se alterava, meu olho direito logo se abria ficando a espreita observando o que poderia vir a acontecer enquanto ao mesmo ficava ao aguardo de possíveis ordens, algo que não demorou muito tempo.

As pessoas naquele local estavam tensas, aquilo realmente seria verdade? Se que tínhamos conhecimentos de tal coisa, mas mesmo assim tentava vir a manter a calma não me movendo se que naquele tempo, somente permanecendo ao aguardo, enquanto todos estavam agitados se movimento para todos os cantos.

Um homem assim logo se aproximou um mensageiro acreditava, logo trazendo informações cruciais - Senhor.... fez uma pausa breve para recuperar o fôlego -Senhor, as pessoas já tiveram conhecimento do quê aconteceu...

Logo meu interesse era despertado, mudando o curso do meu olhar para aquele homem enquanto aguardava por mais informações –Bem... Eles também receberam a ameaça de quê há bombas na cidade.

“Malditos Piratas de merda! Sempre causando problemas...!” Pensei, já não aguentava mais estava pronto para agir mesmo que minha preguiça naquele momento fosse tamanha não poderia ficar de braços cruzados, tomando assim folego estava prestes a dizer algumas palavras direcionadas ao Comodoro o mesmo logo vinha a dizer direcionado a minha pessoa -Você, diga quê foi uma ordem e feche esse QG com a ajuda de quantas pessoas quiser, janelas, portas, lacre tudo....e depois prepare-se garoto.

Não demorei muito para reagir após ouvir aquelas palavras, logo me erguendo e se possível seguindo em alta velocidade para um local onde se encontra o maior número de marinheiros dentre o QG, ficarei ao centro do local e assim logo irei soltar um berro para que todos escutem –Vocês recebi ordens de nosso Comodoro para reunir o máximo de marinheiros possíveis, andem chames todos que encontrarem... E fechem esse QG por completo, janelas, portas quero que lacrem tudo é uma ordem, façam isso ou a vida dos civis estarão em jogo... E voltem aqui após.

Logo após aguardei alguns breves minutos para que minhas ordens sejam acatadas e um maior número de pessoas retornem após seguirem as minhas ordens, assim logo irei soltar novamente um berro –Se vocês já fecharam as saídas do QG, sigam-me e se preparem para a batalha, vamos lá. Assim irei me retirar daquele local seguindo para a posição do atual Comodoro, assim caso venha a chegar no devido local ficarei ao aguardo de novas ordens enquanto irei dizer –Senhor já fiz o que me disse, com o que posso  lhe ajudar ainda mais? Assim ficarei ao aguardo enquanto mantenho em meu rosto uma feição seria e focada.
Objetivos:

(X) Ingressar na marinha.
(X) Obter o uniforme da marinha.
(X) Obter uma Soqueira.
( ) Realizar duas missões pela marinha.
Legenda:
-Fala NPC
-Minha fala
"Meu Pensamento"
Meu pensando e somente quando a escrita esta com " e em NEGRITO.
Template por: @Zoldyck



"O orgulho dos pequenos consiste em falar sempre de si próprios; o dos grandes em nunca falar de si."
Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t2400-ficha-aceita-de-asrur-varlor
Em Curso em Dom 29 Mar 2015 - 11:35 17

Weiss

avatar
Membro Nível 10
–Vocês recebi ordens de nosso Comodoro para reunir o máximo de marinheiros possíveis, andem chames todos que encontrarem... E fechem esse QG por completo, janelas, portas quero que lacrem tudo é uma ordem, façam isso ou a vida dos civis estarão em jogo... E voltem aqui após.

Alguns marinheiros relutaram em sair de onde estavam, mas era uma ordem, e era uma ordem direta do Comodoro, ninguém podia recuar agora, não quando a cidade toda estava em risco, eles precisavam criar um ponto seguro.


Eles se levantaram, não somente os marinheiros, mas os responsáveis pela administração assim como os civis quê tiveram a sorte de estar lá e começaram á bloquear todas as passagens, móveis, tábuas improvisadas com pregos recém achados, tudo servia para bloquear as janelas e portas. A entrada principal era feita de ferro projetado para resistir á explosões, e estava fechada com todas as barras e trancas, então era um ponto em quê eles podiam ficar tranquilos.


 –Se vocês já fecharam as saídas do QG, sigam-me e se preparem para a batalha, vamos lá- Os treinados assim o fizeram, ele seguiu em direção ao Comodoro quê estava no segundo andar discutindo sonoramente algo com um homem quase da idade de Jhonny –Senhor já fiz o que me disse, com o que posso  lhe ajudar ainda mais?


- Eu estava conversando com Masamune exatamente isso, se ele não fosse tão teimoso e achasse quê devíamos ficar aqui...Eu sei quê talvez o quê eu vá ordenar para vocês dois possa parecer muito perigoso, principalmente para um novato, mas as circunstâncias são as piores.


O outro homem cruzou os braços á frente do peito, respirou fundo e aceitou sua derrota na discussão.


- Diga


- Claro quê precisamos de vocês e do máximo de gente quê pudermos aqui no QG, mas se o quê aquele mensageiro disse é realmente verdade, esses Ghouls estão espalhados, e além de serem uma ameaça ainda maior para os civis, talvez seu líder esteja vulnerável. Então, vocês dois, peguem cada um, um grupo de dez pessoas, isso é o máximo quê eu posso permitir, e vão caçar esses desgraçados agora, eu não quero quê façam prisioneiros, vinguem cada civil morto em cada ataque desse grupo de malucos.


Depois da Ordem do Comodoro, ele e Masamune seguiriam para á frente, para o Hall do Quartel, e escolheriam cada companheiro quê iria-os ajudar nessa caçada extremamente perigosa.


Quê eles se preparassem, e se preparassem muito bem para tudo quê enfrentariam á seguir. Logo depois da seleção, eles iriam sair pela porta da frente, os Ataques ao QG aparentemente não haviam começado, o quê significava quê os Ghouls não tinham chegado lá ainda, então era seguro sair pela entrada principal.


- Está pronto?- Masamune perguntaria para Jhonny segundos antes quê abrissem a porta em direção á neve fofa quê parecia ter ficado ainda mais forte no tempo em quê passaram dentro do Quartel General.




Obs:
- eita caraiba, começou a tensão da treta  MOG

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1688-ficha-aceita-de-weiss-schnee?highlight=Ficha+de+Weiss
Em Curso em Dom 29 Mar 2015 - 13:43 18

Escanor

avatar
Membro Nível 20

Uma Grande Jornada Se Inicia Com Um Único Passo! #9


As ordens impostas pelo Comodoro foram executadas com tamanho êxito, de forma que todos voltassem para o local de encontro rapidamente, mas não tínhamos tempo a perder logo após lacrarem o local seguimos em direção ao mesmo a toda velocidade algo que não demorou muito tempo.

Assim logo chegávamos ao local onde o mesmo se localizava, e logo era respondido  após efetuar minha pergunta, -Eu estava conversando com Masamune exatamente isso, se ele não fosse tão teimoso e achasse quê devíamos ficar aqui...Eu sei quê talvez o quê eu vá ordenar para vocês dois possa parecer muito perigoso, principalmente para um novato, mas as circunstâncias são as piores.

Logo balancei minha cabeça suavemente uma única vez demostrando uma expressão de decepção, aliás um marinheiro de foge de uma batalha não é nada menos que um mero covarde, mas não retruquei somente fiquei calado enquanto permanecia a escutar suas sabias palavras.

Aquele garoto se que reagia após ouvir tais palavras do Comodoro somente ficando em silêncio e permanecendo a escutar da mesma forma que estava -Claro quê precisamos de vocês e do máximo de gente quê pudermos aqui no QG, mas se o quê aquele mensageiro disse é realmente verdade, esses Ghouls estão espalhados, e além de serem uma ameaça ainda maior para os civis, talvez seu líder esteja vulnerável. Então, vocês dois, peguem cada um, um grupo de dez pessoas, isso é o máximo quê eu posso permitir, e vão caçar esses desgraçados agora, eu não quero quê façam prisioneiros, vinguem cada civil morto em cada ataque desse grupo de malucos.

Não demorei muito para reagir após ouvir tais palavras, logo após não dizia se que uma palavra somente começava a caminhar rapidamente para o Hall do Quartel, e logo vinha a reunir 10 homens que aparentavam possuir habilidades úteis, aliás precisaria de pessoas habilidosas para uma caçada extremamente perigosa.

Nós retirávamos daquele local, seguindo após em direção a uma das poucas saídas que ainda estavam ativas no QG, -Está pronto? Dizia Masamune, após ouvir tais palavras retruquei  -Vamos a caçada! Após o mesmo abria a porta que se debatia em nosso caminho, mas já estávamos preparados para a batalha, somente erguia meu braço esquerdo acima da cabeça aquele momento apontando para a frente –Vamos a batalha homens! Apertava minha bandana a minha testa enquanto arrumava meu óculos, soltando após um grande sorriso que estampava meu rosto e assim começava a me movimentar a toda velocidade sob aquele solo gélido e coberto de neve.

Caso possível tentarei seguir para um ponto estratégico da cidade seu coração, assim irei me manter junto a meu grupo e direi enquanto olho para quatro marinheiros do meu esquadrão –Vocês dois da esquerda quero que avancem a Oeste cerca de cinquenta metros e vasculhem num raio de trezentos e sessenta graus... Dava uma breve pausa e logo vinha a continuar –E vocês dois façam o mesmo porém rumo Leste, porém fiquem atentos vocês quatro não entrem em combate, caso avistem os inimigos querem que retornem e venham a me informar a respeito, para reagruparmos e entramos em combate e exterminar o inimigo, nós seguiremos ao Norte retornem em vinte minutos, caso meu esquadrão não retorne nesse período avancem em minha direção estaremos a avançar somente em linha reta, duzentos metros será o máximo que irei avançar....

Assim caso venha ser possível dizer tais palavras começarei entrar em ação –Vocês restantes me sigam.., assim seguindo em direção ao norte em linha reta a toda velocidade, enquanto me mantenho atento em todas as direções juntamente com meu esquadrão de seis pessoas pois o mesmo acabará sendo dividido, assim tentarei procurar qualquer indicio do inimigo, ficando também pronto para o combate.
Objetivos:

(X) Ingressar na marinha.
(X) Obter o uniforme da marinha.
(X) Obter uma Soqueira.
( ) Realizar duas missões pela marinha.
Legenda:
-Fala NPC
-Minha fala
"Meu Pensamento"
Meu pensando e somente quando a escrita esta com " e em NEGRITO.
Template por: @Zoldyck



"O orgulho dos pequenos consiste em falar sempre de si próprios; o dos grandes em nunca falar de si."
Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t2400-ficha-aceita-de-asrur-varlor
Em Curso em Seg 30 Mar 2015 - 14:07 19

Weiss

avatar
Membro Nível 10
Os Ghouls estavam se movendo em um ritmo mais lento do quê estavam acostumados á agir, mas se essa era a ordem do Líder, então o faziam sem questionar.


Eles não estavam unidos, cada um seguia seu próprio caminho furtivo pela cidade e apenas se encontravam em grupos de três para armarem todas as bombas. Casas, supermercados, copas de árvores, todas estavam sendo armadas como soldados se preparando para batalha.


Maya terminava de armar uma bomba junto com outros dois Ghouls enquanto observava o tempo de nuvens escuras quê passava pela cidade, com certeza choveria granizo daqui á alguns poucos minutos. Então andar por qualquer lugar quê fosse se tornaria três vezes mais difícil.


Finalizando, eles se dirigiram para o Objetivo especial quê o Líder havia lhes dado, tomar o armazém de pólvora da cidade. Infelizmente, eles estavam bem perto do local, e por dedução lógica, Maya sabia quê três pessoas não poderiam guardar um armazém e ela não podia sair pela cidade com um grupo de seis pessoas sem ser vista.


- Você - mandou em um de seus acompanhantes para o lado - Encontre mais três por aí na cidade e chame-os para o armazém de pólvora, tome cuidado para não ser pego, a Marinha já saiu do QG, se encontrar um ou dois deles, mate-os sem hesitação.


A ordem foi dada. O Ghoul foi prontamente cumprí-la enquanto Maya e o outro que sobrou foram entrar dentro do armazém.


--------------xxxxxxxxxxxx-------------------------------------------------



–Vocês dois da esquerda quero que avancem a Oeste cerca de cinquenta metros e vasculhem num raio de trezentos e sessenta graus... E vocês dois façam o mesmo porém rumo Leste, porém fiquem atentos vocês quatro não entrem em combate, caso avistem os inimigos querem que retornem e venham a me informar a respeito, para reagruparmos e entramos em combate e exterminar o inimigo, nós seguiremos ao Norte retornem em vinte minutos, caso meu esquadrão não retorne nesse período avancem em minha direção estaremos a avançar somente em linha reta, duzentos metros será o máximo que irei avançar....


O Comodoro havia deixado aquele Jovem no comando do grupo de Homens, então eles não pestanejaram para cumprir suas ordens, Apenas seguiram nas direções indicadas.


–Vocês restantes me sigam..- Eles correram em direção ao norte, nem por conta da neve espessa ficaram menos atentos. Haviam se tornado Seis agora, então era algo á mais para se ter cautela.


Os Ghouls também haviam plantado armadilhas nas ruas, já prevendo quê a Marinha com certeza iriam em um assalto contra a organização de revolucionários radicais, então a cautela exigida para quê não fossem assassinados, deveria ser dobrada. Dês de as mais simples como buracos fundos, até as usadas para pegar ursos, algumas poucas bombas e as de arco e flecha.


A Rua era de um silêncio mortal, os cidadãos estavam trancafiados em suas casas com medo até de se moverem. O quê era um ponto positivo, pois os soldados estavam tão tensos quê poderiam atirar em qualquer coisa quê vissem. Além de quê, se os Ghouls viessem, poderiam ouvi-los.


Não necessariamente


Vultos quê eram percebidos pelos cantos dos olhos não faziam som algum, e mesmo assim estavam ali. Na rua onde o grupo principal de Jhonny avançava, havia um buraco coberto por uma rede frágil cheia de neve á esquerda, e uma linha amarrada em dois pilares de sustentação de uma varanda de uma casa, quê acionava uma armadilha de arco e flecha, o caminho estava bloqueado no meio da rua por escombros originados de uma explosão mais cedo.


O Plano era eficiente, Jhonny cobriria uma parte da cidade e Masamune a outra. 


- Jhonny- ele não havia dado seu nome para o marinheiro, mas de alguma forma ele o sabia- Não encontramos nada á Leste, e muito menos esses vultos malditos quê parecem passar por aqui á cada segundo.


- Nem á oeste- voltava apenas um marinheiro ofegante enquanto seu grupo se espalhava entorno do perímetro, e ele, se aproximava para pisar na linha amarrada nas pilastras- Acho quê Masamune vai ter mais sorte do quê nós.


Ele não via, a nevasca começou á aumentar, anunciando uma chuva de pedras de gelo quê cairia logo. Mas havia um vulto á trás do Marinheiro mais afastado á frente do grupo, um vulto quê acabava de cortar-lhe a garganta enquanto deixava o sangue correr livre por entre a neve fofa.

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1688-ficha-aceita-de-weiss-schnee?highlight=Ficha+de+Weiss
Em Curso em Qua 1 Abr 2015 - 11:54 20

Escanor

avatar
Membro Nível 20

Uma Grande Jornada Se Inicia Com Um Único Passo! #10


O local estava extremamente silencioso, se que acontecimentos chamativos vinham a ocorrer como anteriormente, seria uma armadilha para que iniciemos a nossa procura? Mas de certa forma iniciar um procura realmente era algo necessário naquela situação, não podendo ficar imóvel sem que ao menos tentasse encontra-los.

Mas tais buscas não eram nada produtivas, minutos a procura e nada, se que uma alma penada se encontrava naquelas ruas gélidas cobertas grossas camadas de neve, de certa forma após aquele longo período de procura estava na hora de reagrupar, e era o que acabava sendo feito.

Meu grupo que havia se dividido se reunia no local marcado, e logo iniciava a nossa discussão, que era logo iniciava por um marinheiro que havia se divido para outro grupo –Jhonny, não encontramos nada á Leste, e muito menos esses vultos malditos quê parecem passar por aqui á cada segundo. Logo outro marinheiro veio dizendo -Nem á oeste, acho quê Masamune vai ter mais sorte do quê nós.

Minutos de buscas desperdiçados, mais ainda tínhamos esperança quanto ao grupo de Masamune, porém não poderíamos pensar em sua situação deveríamos nós manter atentos, poderíamos estar até mesmo sendo emboscados e não percebermos aliás o clima não estava a nosso favor.

Era dito e feito, aquele marinheiro que se encontrava um pouco mais distante acabava de cair na emboscada do inimigo tendo seu pescoço rapidamente cortado, mas por sorte estava a conversar com o mesmo, acabando avistando aquela infeliz cena, mas que de certa forma poderia ser bem favorável a nosso favor.

Minha feição calma e serena logo se dissipava, ficava extremamente estressado com aquela situação, aliás não aguentava ver um companheiro cair perante aos meus pés, embora acreditasse que sua morte não seria em vão.

Naquele momento tentei analisar em qual direção o mesmo se movimentou para esquerda ou para a direita, assim enviarei dois marinheiros se possível fazendo somente um gesto com ambos os braços para um avançar na direção esquerda e outro pela direita, seguindo rumo aonde o mesmo se movimentou, tentando intercepta-lo, os mesmo avançaram a alguns metros ao lado do mesmo para que possam interceptar sua movimentação e chegar o local antes do mesmo, se movendo a toda velocidade, prontos para a batalha caso o encontre.

Assim irei apenas observar naquele momento, enquanto digo –Fiquem atentos, poderão possuir armadilhas, esse terreno é perfeito para isso! Assim caso um dos dois marinheiros consigam interceptar o inimigo, irei agir juntamente a esse movendo, logo iniciando uma arrancada a toda velocidade, dessa forma caso venha a me aproximar do mesmo tentarei inserir um soco de direita ao seu crânio do lado direito, para desmaia-lo até se possível.

Mas somente me movimentarei caso os fatores citados sejam atendidos, caso contrário ficarei no mesmo local imóvel, mas de toda forma caso ou não venha ser possível realizar tal sequência de ataque, ficarei atento a todos os fatores que possam estar contra minha pessoa, tanto a armadilhas, ficando atendo principalmente ao solo, avistando cada passo dado, e a possíveis inimigos em potencial, para que possa avistar sua trajetória e se possível me defender futuramente.
Objetivos:

(X) Ingressar na marinha.
(X) Obter o uniforme da marinha.
(X) Obter uma Soqueira.
( ) Realizar duas missões pela marinha.
Legenda:
-Fala NPC
-Minha fala
"Meu Pensamento"
Meu pensando e somente quando a escrita esta com " e em NEGRITO.
Template por: @Zoldyck



"O orgulho dos pequenos consiste em falar sempre de si próprios; o dos grandes em nunca falar de si."
Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t2400-ficha-aceita-de-asrur-varlor

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 2]

Ir à página : 1, 2  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum

Compartilhe este Tópico!

Url Direta
BBcode
HTML
  • criar um fórum | Foros RPG | One piece | © PunBB | Fórum grátis de ajuda | Fale conosco | Assinalar uma queixa | Criar um fórum