Nosso Banner




Mais banners e buttons

Parceiros

Pokémon Mythology RPG
Redes Sociais
Os membros mais ativos do mês
Kenway
 
Heisenberg
 
Atsushi Murasakibara
 
primo06
 
Naruub
 
Vergil
 
Soul
 
TheGamerBr
 


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Foto

Mapa do Passado.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 2]

Em Curso em Qui 19 Mar 2015 - 13:18 1

Escanor

avatar
Membro Nível 20


Mapa do Passado.


Nome: Mapa do Passado.
Participante(s):

Sherman

Link da(s) Ficha(s) do(s) Participante(s):
Mar & Ilha: East Blue, Shells Town
Possui Barco? Se sim, o descreva:

Não possuo.
Link da última Aventura/Coliseum: http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1736-batalha-inicial-de-aye-s-sir#10277

Aqui ocorrerá a Aventura do Civil Sherman, ainda sem Narrador Definido.

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t2400-ficha-aceita-de-asrur-varlor
Em Curso em Qui 19 Mar 2015 - 19:07 2

Bravado

avatar
Membro Nível 5
Ideais

O dia havia começado? Disso não sabia, estava focado demais em seu interior para pensar em algo do tipo, seus braços ainda jogados para os lados, não sentia nenhum movimento em seu corpo apenas dava atenção aos pensamentos que rodeavam sua cabeça atingindo-lhe como um golpe feroz a cada segundo, fragmentos de seu esquecido passado no qual se rejeitava a acreditar lhe faziam mais mal, ainda assim não mudava sua ideia, ele era um monstro, o humanoide logo colocando suas enormes mãos contra a cabeça tapando os ouvidos, suas pernas bambearam logo o mesmo desabava onde quer que estivesse, os gritos agudos em sua mente, gargalhadas por todos os lados revelando uma face sombria por trás de tudo aquilo, pode sentir um pouco de nervosismo enquanto levemente uma gota de água escorria pelos seus olhos, sentiu seu peito bater mais rapidamente, sua pressão sanguínea aumentando e cada vez mais alto aquela frase batia em sua cabeça, mais e mais alto tomando conta de si a cada minuto que se passava.

– PARE!!! – Rugiu o humanoide fugindo novamente da sua realidade voltando sua atenção ao mundo no qual vivia junto com outros como ele ou até diferentes, continuou em sua profunda desolação, se sentia perdido não conseguia entender por que aquilo ainda o atormentava, tomou fôlego novamente respirando bem fundo o ar que gora enchia seus pulmões assim abrindo seus olhos para observar o que havia em sua volta. Dirigiu suas mãos para frente verificando-as caso tivesse algum ferimento, pode muito tempo sofria por um problema no qual era dominado por uma coisa em seu interior no qual se mantinha desacordado porém se movia pelos cantos da cidade fazendo coisas no qual se espantava em saber que fez no dia seguinte.

– Preciso me livrar desse peso na consciência... –Refletiu um pouco até que partiu em disparada para o QG, visava se alistar para a marinha, possuía planos para seu futuro, que começava exatamente ali. Buscaria encontrar pelo estabelecimento por conta própria, buscaria então pelo mesmo até achar.

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/
Em Curso em Sex 20 Mar 2015 - 13:35 3

Blake

avatar
Membro Nível 20
O clima estava carregado, havia uma "doença" assolando a população sem distinção de classe, várias pessoas morrem dia após dia, muitas anoitecem em suas casas mas amanhecem em becos e vielas jogadas como se fossem sacos de esterco, seus corpos parecem mumificados vazios de alma e sangue. 


A marinha como força maior tentava buscar uma "solução" e investiu contra esse mal que seus internos mesmos causavam.


Shells estava quase perdida, ou em crise, assim julgavam seus habitantes. A Pirataria dominava já uma parte da ilha, muitos dos marinheiros e Agentes eram corruptos e mancomunados com os Piratas, ou com eles mesmos, poucos são os "Salvadores", e estes....morrem cedo. 


Eles usaram de seus contatos com os Agentes corruptos e os Cientistas loucos, que viram ali uma oportunidade para o estudo. Então nasceu O Centro de Pesquisas Babel. Onde pesquisas sobre essa "doença da Natureza" eram executadas por profissionais capacitados, ou cientistas e guardas sádicos e loucos, tudo isso custeado pelo excêntrico Nobre Edgar Nimrod. 


Os Relatos ali eram terríveis e a Torre de pesquisas era mais um câncer dentro do Governo que manchava seu nome, assim como o da Marinha, que ali eram em maioria, pagos para fazer a proteção do Local.


Mas Sherman tinha a sorte de quê naquele lugar, não eram todos ruins.


O QG de Shells Town, agora ainda mais movimentado dês de quê os Piratas chegaram na Ilha, era quase tão grande quanto o próprio Centro de Pesquisas, criando uma boa dualidade entre duas torres distantes.


Eles estavam, "orientando" os doentes para que seguissem até o local de atendimento, para servirem de experiência é claro.


De qualquer modo, assim como o resto de todos os dias, eles estavam recebendo recrutas, não tantos, mas o suficiente, afinal de contas a ilha não era lá aquela coisa grande apesar de seus inúmeros problemas.


Alguns dos vários marinheiros e marinheiras olhavam espantados quando aquele homem chegou ás portas imensas do QG, e logo não tardou para os guardas pararem o homem logo lá entrada


- Alto lá!- Mesmo que extremamente com medo, os cinco guardas ainda apontavam suas armas para o homem, até quê um, mais alto e vestindo um casaco característico nas costas, deu a ordem.


- Deixem ele passar, se quisesse destruir isso aqui, não viria andando- disse, com uma voz expelindo raiva, ele estava nervoso, assim como cada ser naquela ilha também deveria estar.


A Porta, não era nem preciso dizer que era tão alta á ponto do mesmo conseguir passar tranquilamente por ela, e felizmente não havia nenhuma fila entre o seu caminho e o homem que cuidava do Alistamento dos novos recrutas.


Ele, ao contrário do resto das pessoas que estavam ali, não estava surpreso, talvez já tivesse visto tantos meio gigantes em sua vida quê nem mais se importava com mais um.


Logo que Sherman chegasse, depois de uma pergunta comum de "Qual é o seu nome?", o Marinheiro seguia perguntando coisas comuns como estilo de combate, idade, e tudo que constava em sua prancheta, já havia feito isso muitas vezes, talvez agora fosse alguma questão diferente.


Obs:
- MOG Ah, essa aventura vai ser loka
- Muito bem, seu post foi perfeito, se concentrou muito bem nas emoções de seu personagem.
- Mals eu ter que ficar fazendo Bullying com tua altura á cada post XD
- Eu sempre quis escrever "alto lá" 

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1287-ficha-aceita-de-blake-belladonna?highlight=Ficha+de+Blake+Belladonna
Em Curso em Sex 20 Mar 2015 - 16:29 4

Bravado

avatar
Membro Nível 5
Código de Conduta

“Bela recepção” pensou em dizer, porém algo muito mais forte que ele o impediu de fazê-lo, o orgulho dentro de si estava novamente aceso, por vezes tal sentimento tomava conta de seu corpo, não era do tipo de homem vaidoso, porém se orgulhava de um feito maior do que era de se esperar nos dias atuais, a educação, algo tão desvalorizada quanto a política e o respeito naquele local, o cheiro repugnante de piratas correndo por cada centímetro da cidade, nada mais poderia acabar com aquela anarquia de governantes foras da lei, os marinheiros pouco a pouco perdiam seus domínios da ilha para os piratas.

-... Sherman... Aye Sherman Sir...- respondia o homem parado à sua frente com calma, prosseguia com suas respostas de modo cordial o bastante para que o mesmo pudesse se sentir à vontade perante sua presença, algo que havia notado antes mesmo de ter chegado, o homem não demonstrava traço algum de se importar pelo seu tamanho, tomou aquilo como uma coisa boa, não se imaginava chegar ao QG sendo recepcionado à tiros como os guardas estava prestes a fazer, patético porém sem respeito algum, armas de fogo em sua visão não passavam de pequenos estilingues nos quais suas balas eram pedras, seu corpo enorme difícil de se perfurar por coisas tão fúteis quanto aqueles projéteis, sem contar no que poderia usar para se defender visando usar a parte no qual iria menos causar dano, seu conhecimento em medicina ao auxiliaria bastante, buscou com os olhos algo que pudesse estudar após realizar sua inscrição na marinha, aguardou até que o mesmo desse uma resposta no qual iria se orgulhar de ouvir.

Passaria pelas perguntas determinado à terminar sem problema algum, as mãos tremendo em meio ao nervosismo no qual enfrentava, seus planos obscuros não podia ser vistos nem ouvidos por ninguém porém ainda assombrava a ideia de que poderia dar errado.  - Desejo fazer o que é possível para virar um tenente- indagava o humanoide pondo suas enormes mãos sobre a mesa encarando o homem no qual fazia sua inscrição aguardando sua resposta e, caso fosse positiva, encaminharia para fora do estabelecimento para realiza-la.

OBs:
Quero virar um tenente o quanto antes, portanto me dê uma missão bem... né, para que eu passe direto, seguir no contexto para mim é ruim, ou seja, missões demais plea marina, portanto me dê uma boa missão por favor para que eu passe pra esse cargo.
Leve em consideração minha perícia em anatomia humana.

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/
Em Curso em Sab 21 Mar 2015 - 11:34 5

Blake

avatar
Membro Nível 20
- Desejo fazer o que é possível para virar um tenente- O Homem do balcão sorriu consigo mesmo, precisavam de gente ambiciosa assim.


- Certo homem, bem...- Ele acabou de preencher alguns últimos campos e assinou a prancheta calmamente, logo estendendo-a para o gigante- Saia pela porta da frente e siga para o lado direito, você vai ver um campo de grama amarela, um bando de nanicos vão estar lá, pode já pegar a arma quê você mais gosta de usar e espere o Tenente chegar, ele vai te dar sua primeira missão.


Os Novos recrutas estavam esperando no campo de grama amarela. Todos animados, mal sabendo os horrores quê teriam quê passar naquele dia, e nos dias quê se seguiriam em suas carreiras, era um sonho heroico, mas poucos aguentavam percorrer o caminho correto por tanto tempo.



Logo quê Sherman terminasse de escolher sua arma de preferência, e tivesse paciência o suficiente com os pivetes que estavam exageradamente surpresos com sua altura de modo negativo, o dito homem, o Tenente Razelts chegava pela maior porta de aço.


Ele tinha uma prancheta, todo mundo aqui parecia ter uma prancheta, mas a dele, claro, era tão grande quanto quatro homens juntos. Aquele homem era a maior autoridade em Shells, e é impressionante como os Piratas tiveram coragem de tentar tomar uma cidade quando seu melhor Soldado era um homem de Seis metros e meio de altura.


Os novatos, que antes repararam em Sherman, entraram em formação com tanto medo nos olhos que até gerava alguma pena.


A Primeira coisa, claro, quê o Tenente notou e o fez ficar surpreso pela primeira vez naquela semana, era quê havia um Gigante ali além dele. Com a invasão dos Piratas e o corte de ajuda do Governo, as missões dos Marinheiros se elevaram até o risco de morte, talvez aquele homem ali pudesse fazer alguma diferença. 


Razelts começou á chamar nomes em uma voz baixa, normal para os outros pequenos humanos, ele avaliava cada recruta com os olhos, anotava alguma coisa e em seguida os mandava para algum lugar para receberem dados de suas missões, que eram variadas, e perigosas.


-... Sherman... Aye Sherman Sir...- agora ele elevava seu tom, provavelmente já sabendo á quem estava se referindo e quando o mesmo chegasse até á frente do Tenente, ele perguntaria - Você têm medo de morrer?


Obs:
- MOG Oxe menino, ah mais ok, então vamos pular essa aventura para umas 8 páginas e causar pesado nessa ilha \o/.

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1287-ficha-aceita-de-blake-belladonna?highlight=Ficha+de+Blake+Belladonna
Em Curso em Sab 21 Mar 2015 - 16:05 6

Bravado

avatar
Membro Nível 5
Código de Conduta

Os punhos cerrados, aquilo só poderia ser brincadeira, seguir o código de conduta era tão ridículo ao seu ponto de vista, nada deveria ser planejado, apenas chegar e fazer, seu lema sempre fora “deixe com o destino e ele surpreenderá” encaminhou até a fila composta especialmente por diversos nanicos assim como ele, estava um pouco abismado, todos tão pequenos que pareciam intrigar seu ponto de vista, endireitou os olhos buscando algo para que pudesse se entreter até que fosse sua vez. - Outro...!? - Se espantou ao se deparar com o homem que acabara de chegar ao recinto, um gigante, fazia tempos que não se deparava com algum, era raro ver um do mesmo porte que apresentava pelo fato de poucos se aliarem à justiça. Percebeu que não somente ele como o tenente havia ficado surpresos, era obra do destino novamente do qual se orgulhava de se entregar de corpo e alma.

- Finalmente… - murmurou consigo mesmo quando havia chegado sua vez, rodeado por aqueles humanos de classe inferior realmente mexeu com seu interior, como podia haver tantas pessoas fracas nesse mundo por mais que odiasse se orgulhar e apresentar repugnância perante outros, não pode evitar naquele momento, muitos daqueles ali presentes não iria durar nem o seu primeiro dia direito, forçou muito para que não dissesse algo que não deveria, aguentou firme até que pudesse encarar o homem que segurava a enorme prancheta para passar novamente por testes oral. Novamente buscou responder normalmente, evitando palavras que pudessem ofender de certa forma o meio gigante no qual encarava.

- Morte…? Eu não tenho medo da morte, eu sou a morte! - Pronunciava o humanoide em um tom ameaçador dirigindo um olhar frio ao homem no qual fizera a pergunta, encarou o mesmo dirigindo as devidas respostas para o mesmo até que finalmente pudesse terminar e após isso se dirigiu para pegar sua missão sem pronunciar mais nada pelo caminho.



OBs:
Então... Espero que ainda dê pra treinar e aprender uma perícias e tudo mais.
Leve em consideração minha perícia em anatomia humana.

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/
Em Curso em Ter 24 Mar 2015 - 14:31 7

Blake

avatar
Membro Nível 20
- Morte…? Eu não tenho medo da morte, eu sou a morte! - Pronunciou o meio gigante. Era corajoso ao menos, algo quê precisavam ali, alguém para assumir riscos.

- Certo...- ele ia dar uma missão praticamente igual á dos outros ali, impedir uma briga de rua. Mas o Tenente rasgou o papel e jogou a bola enorme no chão, folheou umas páginas por alguns poucos segundos e parou em uma única.


Um relatório ensanguentado de um Marinheiro, havia escrito antes de morrer.

"Shells. As pessoas chamam este lugar de Cidade do Progresso – ou costumavam chamar até ele aparecer.


O nome dele é Hanzo. Ou seus homens o chamam assim, ele é um Maluco do West Blue, alguma vítima de uma guerra mais antiga do quê nós gostaríamos de lembrar. Esse Pirata irritante apareceu um dia disparando armas pesadas para cima. E rindo – sempre com aquela risada. Eu não aguento mais.


Ele chegou na cidade, e mudou a ilha,  porquê ele fez a Marinha recuar tanto até tomar praticamente, metade da ilha. Ele trouxe seus homens em ataques brutais e perdemos o controle do lado Oeste do dia para a noite.


Ninguém sabe porquê diabos ele escolheu Shells. Ele pode ter um milhão de razões, mas nenhuma delas vai fazer sentido, nada justifica as vidas perdidas quê ele roubou, nada justifica as torturas que eu vi ele fazer.


Para ele, Shells é só um brinquedo. Ele está se divertindo como nunca, e nem se importa se alguém vai se machucar.

E como se não fosse suficiente, ele inspirou outros malditos Piratas para virem aqui, como se Shells fosse um lugar seguro."



Ele entregou o Cartaz para Sherman tomando algum cuidado para não amassá-lo. Era uma missão de captura, um Pirata de nome Hanzo, talvez aquela fosse uma missão simples, e era, se três dezenas de Marinheiros não tivessem ido á óbito tentando completá-la.

O Homem mandou Sherman em direção á segunda fila de humanos plantada ao lado direito. Ali ele teve quê esperar por algum bom tempo até quê chegasse sua vez.

- Hanzo!?!- exclamou um dos homens que estavam conduzindo os Novatos, mas então ele olhou bem para o Gigante e disse- Bem, ele foi mais visto na periferia, aquela do lado Oeste, beirando o Mar. Ele têm sim uma tripulação um pouco numerosa....demais- ele arrumava o Den Den Mushi para comunicar alguém caso aquele homem não voltasse de sua missão- Afinal, ele inspirou os Piratas á virem aqui, mas ele não costuma ficar rodeado de homens seus, para a sua sorte, ele costuma e muito, á ficar sozinho. Enfim, tente agir como se você fosse um cidadão e ele não vai correr.

Aquela era toda a informação conhecida, e não era muita, mas sim o suficiente. A Periferia ficava ao lado da cidade em quê o QG estava de frente, beirando ás águas cristalinas e encostada com as florestas.

Nem os civis que estavam ali "aprovariam" a entrada de alguém da Marinha ali, mas também não interviriam, apenas se manteriam á distância com suas enxurradas de olhares tortos.

Era ótimo, Sherman não precisava de mais problema do quê estava prestes á arrumar.

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1287-ficha-aceita-de-blake-belladonna?highlight=Ficha+de+Blake+Belladonna
Em Curso em Ter 24 Mar 2015 - 20:37 8

Bravado

avatar
Membro Nível 5
Molhando os Lábios

Se pretendia intimidar? Não era totalmente seu objetivo, quis parecer valente o bastante aos olhos do homem à sua frente, infelizmente não pode observar se havia funcionado, soou um pouco ameaçador demais, não queria ser entendido mal, apenas continuou observando nos olhos do humanoide à sua frente, obcecado pela audácia, provou um pouco desse sentimento mais e mais, estava ficando cada vez mais dependente disso, seu corpo parecia estar em ebulição, prestes a realizar umas das missões no qual ajudariam muito em sua vida porém teria novamente de passar por uma fila no qual sempre haviam nanicos à sua frente, novamente o tédio percorreu sobre seu corpo, bufou enquanto se dirigiu para trás da fila buscando ser o mais discreto possível, talvez não o fizesse, já que era de um tamanho amedrontador e enorme, era extremamente desastrado por sinal.

Entediado murmurando coisas sem sentido enquanto observava o fluxo da fila a cada segundo, perdeu-se em sua lábia de pensamentos sem ao menos ter consciência de que estava nela, tornou à fechar os olhos quando percebeu o escuro e o vazio preenchendo o ambiente, era novamente mais uma daquelas ilusões no qual fazia sua cabeça girar enquanto a realidade passava à sua volta com uma velocidade maior, segundos pareciam minutos naquele universo paralelo, horas poderiam ser dias, sua mente desfocada buscando uma resposta para tudo aquilo, a dor vindo em seus neurônios querendo tomar conta de sua mente, resistiu até que não pode aguente mais e deixou-se ser tomado pela escuridão no qual temia.

Sangue, sangue, palavras murmurando por todos os lados, o soar da lâmina cortando o vento, os gritos incansáveis de uma bela moça no fundo de sua mente, palpitava por todos os lados, a dor e o sofrimento podia ser sentidos em sua cabeça a cada batida de seu coração, a dor e a tensão lhe subindo a cabeça mergulhando seus olhos em uma imagem de puro ódio e dor. “Eu quero a minha recompensa!” soava a voz estridente em sua cabeça, tudo o que precisava dar era o que aquela coisa desejava para que tudo pudesse parar, não tinha coragem, não ainda, se aproximou da figura abaixando levemente a cabeça. “Aguardo por ela!” A escuridão escorria então por um pequeno buraco no qual levava tudo que viu pelo ambiente lhe dando a visão da realidade que por mais incrível que pudesse ser, estava para ser atendido.

Coordenadas foram lhe dadas, se é que aquilo poderia ser chamado de coordenadas, mergulhou fundo em direção à cidade em busca do homem procurado, novos ideais agora enchera-lhe a cabeça, se dirigiu até o homem no qual havia lhe dado a missão para fazer um pedido importante, buscou se dirigir ao homem do modo mais formal, um pedido sério no qual exigia para sua missão ser crucial.
- Preciso de 5 atiradores...! – Encaminhou os olhos para de encontro com os do homem para fazer o pedido, compreendido ou não, se dirigiu para o centro da cidade em busca de pistas para que fizesse sua missão, poderia levar tempo, porém era o necessário. Se dirigiu para o bar mais populoso da ilha junto ou não dos homens que fora lhe solicitado. Encaminharia então para um banco à beira do balcão pedindo uma xícara de café.




OBs:

Leve em consideração minha perícia em anatomia humana.
[/quote]

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/
Em Curso em Qui 26 Mar 2015 - 14:49 9

Blake

avatar
Membro Nível 20
- Preciso de 5 atiradores...! – O Emissário das missões demorou um pouco mas compreendeu, era um pedido justo diante do risco que a situação poderia representar. Ele logo pegou o Den Den Mushi para convocá-los enquanto via Sherman sair para cumprir sua missão.


Ele achou quê o centro da cidade poderia ser um bom centro de informações. E sem dúvida era, como Shells não era uma ilha grande demais, os acontecimentos passavam de boca á boca e em pouco tempo, todos estavam sabendo, e com um pouco de "persuasão", ele poderia adquirir esses dados também.


Escolheu primeiro o bar, justamente o mais frequentado da ilha, apesar dos olhares tortos quê todo mundo lançava para todo mundo, pareciam todos apreensivos com algum fato quê estava em progresso naquele momento.



E com razão.


Havia um Grande Cassino na quadra á frente do Bar, e estava mais vazio do quê costumava ser. Piratas estavam ali, e é claro quê ninguém comum estava se arriscando á deixar algum daqueles malucos de mau humor, mas alguns sim, então, á cada dez minutos, pessoas eram jogadas pelas enormes e detalhadas janelas quê ficavam na frente do cassino.


Hattori Hanzo mandava seus homens eliminarem todos os "contratempos", e apesar de seu costume de ficar muito sozinho, ele estava rodeado de gente naquele momento, rodeado de gente sua, rodeado de Piratas armados até os dentes.


Sherman pediu uma xícara de café para o atendente do Bar, que mantinha seu rosto inexpressivo ao olhar para o homem, ao contrário do resto das pessoas ali.


- Quem é você? - ele já tinha se metido em muitos problemas com a Marinha para reconhecer a cara de um deles quando surgem á frente de si.

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1287-ficha-aceita-de-blake-belladonna?highlight=Ficha+de+Blake+Belladonna
Em Curso em Qui 26 Mar 2015 - 19:40 10

Bravado

avatar
Membro Nível 5
Molhando os Lábios II

Todas as informações pareciam como água, podia se arranjar alguma em qualquer lugar, teve várias vezes a impressão de ouvir conversas por onde passava, isto é, se estava mesmo na realidade, mais afundo na cidade em direção ao bar seguiu calado junto aos homens que requisitou para a missão, atiradores, era tudo o que necessitava naquele momento, reforços uma hora poderiam ser úteis porém nada nesse momento lhe agradava mais do que estar rodeado de poucos homens, fitou o rosto de cada um deles marcando em sua mente os mesmos, em sua busca ´por informações conseguiu retirar fragmentos de histórias de todos os cantos, sua mente delirando com o misturar de palavras que podiam se ouvir, não poderia estar alucinando, estava ciente de que alguma coisa havia mesmo acontecido naquela pacata ilhazinha do Blues.

Pode ter o privilégio de conhecer o mais frequentado bar de Shell’s Town, não achou tudo aquilo que imaginou que fosse, seus olhos frenéticos observando tudo à sua volta enquanto encaminhava rumo ao bar parou para pensar em uma estratégia, inúmeros modos pairavam sobre sua cabeça passando em sua mente como velozes cometas deixando somente para trás o rastro de luz, a qual iluminava-o na escura noite preenchida de estrelas com um fundo negro do universo. Passou por curvas seguido de seus homens até que finalmente adentrou no recinto.

Se dirigiu até o banco próximo ao balcão, seu pedido breve e sensato, enquanto aguardava alguma ação do homem que estava posto atrás do balcão, fitava seus companheiros ao longe apontando para que os mesmo se sentasse em uma funda mesa posta perto da porta, mais afundo em sua missão, aguardou mais e mais seu pedido, o som de gritos próximo ao bar enchia o ambiente, pessoas caiam de tempos em tempos de um edifício luxuoso o bastante para haver encrencas daqueles níveis. Encarou novamente o homem posto atrás do balcão, esperando ainda seu pedido buscou se entreter seus olhos cheios de angústia e ansiedade com algo que pudesse ajudar em sua missão, revirando calmamente sem nenhuma pressa. O homem por sua vez lhe dirigira algumas palavras, não houve por parte do humanoide nenhuma pressa para responder aquela pergunta, não havia sequer um conhecimento prévio entre ele e o homem, aguardando ainda seu pedido, apenas observou o homem rangendo levemente os dentes, a fome dominava seu corpo, cerrou os punhos juntando-os ao seu peitoral, cruzou os braços revirando sua cabeça dirigindo um olhar um tanto inadequado ao homem, molhou os lábios com um pouco de saliva dando a resposta desejada pelo homem de modo mais calmo possível.

- Apenas um viajante junto aos seus homens em busca de algo para beber e uma aventura. Dirigiu um olhar aos homens que lhe acompanhavam, buscava convence-los a enganar o homem dizendo ser civis comuns assim como o humanoide o fez. - Certo homens? indagava enquanto observava o homem atrás do balcão.





OBs:

Leve em consideração minha perícia em anatomia humana.
[/justify]

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/
Em Curso em Dom 29 Mar 2015 - 10:53 11

Blake

avatar
Membro Nível 20
- Apenas um viajante junto aos seus homens em busca de algo para beber e uma aventura- o homem do balcão apenas suspirou e começou á fazer o pedido de Sherman - Certo homens? 



A leva quê fora junto com ele apenas concordou sonoramente, o atendente pareceu desconfiar, porém, é claro quê eles haviam tido o cuidado de sair sem seus uniformes da Marinha, então suas roupas esfarrapadas foram suficientes para convencer o homem.



- Eu pensei quê eram Piratas...mais Piratas- deu um notável Ênfase no mais.



Outro homem fora jogado para de fora do Cassino, mais um quê se arriscou e agora estava em um estado deplorável, se os hematomas quê se espalhavam em seu pobre corpo não o matassem, certamente os outros inúmeros cortes de faca fariam o trabalho.



O Atendente pareceu ouvir dessa vez o quê acontecia. Sua clientela havia aumentado dês de quê Hanzo havia escolhido o Cassino como seu lugar predileto, não eram muitas pessoas quê se arriscavam á chegar perto daquele lugar, quanto mais entrar.



- Esse cara...- seu rosto de escárnio denunciava quê ele não aprovava aquilo como o resto das pessoas na periferia que eram indiferentes- As pessoas aqui podem achar quê são abandonadas pelo Governo e pela Marinha, mas a situação não melhorou quando essa ilha começou á ficar apinhada de Piratas- Entregou a "xícara" de café no balcão á frente de Sherman- Então...á onde estão indo quê precisaram passar por esse fim de mundo aqui?



Depois da resposta de Sheman, um homem de Hanzo, cansado da monotonia do Cassino, fora dar um passeio pelo bar. E é claro, quê não faria isso pacificamente.



O Homem era grande, não tão grande quanto Aye, mas tinha lá seus cinco metros, chegando quase do tamanho do Tenente. Ele praticamente escancarou a porta e entrou esbarrando nas mesas, sentou na outra ponta do balcão e colocou uma arma exageradamente grande no balcão.



- De graça. E eu quero o quê o Hanzo sempre pede seu velho imundo.

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1287-ficha-aceita-de-blake-belladonna?highlight=Ficha+de+Blake+Belladonna
Em Curso em Qua 1 Abr 2015 - 13:16 12

Bravado

avatar
Membro Nível 5


O homem atrás do balcão proferia algumas palavras, por mais que odiasse aquele senário encoberto de caos estava disposto a ingressar em uma organização pirata, gostava de aventura e adrenalina, porém aquele momento era importunou, os pensamentos logo se dissipando em sua mente abrindo espaço para a realidade, revirou os olhos para de encontro com os do homem atrás do balcão ouvindo atentamente suas palavras, sua xícara posta acima do balcão apenas esperando para que fosse digerida, seus olhos correram pelo ambiente até que tivera de molhar os lábios, o homem despertando curiosidade sobre seu destino, queria saber o que trazia alguém por aquela pequena ilha tomada pelo caos, estava mesmo procurando por algo? Pensou, fingiu estar interessado em alguma coisa, apenas o que desejava não poderia ser encontrado lá, estava atrás dos grandes muros do novo mundo, apenas iria conseguir alcançar seu objetivo nas águas misteriosas e perigosas do novo mundo.

- Apenas iniciando uma jornada por aqui...- pronunciou tendo bastante cuidado com as palavras, por mais que não achasse que tenham muita influência, são as palavras que realmente iniciam a guerra, as palavras quando ditas de maneiras indevidas podem gerar um grande mal. A chegada de outro humanoide naquele ambiente lhe chamara a atenção, logo de cara percebeu de que lado estava, a justiça não fazia seu estilo, era um homem solto e folgado, parecia se linchar para as leis e muito menos segui-las o homem ignorante e obcecado pela arrogância aos olhos de Sherman.

- Alto lá...- Pronunciou Sherman logo após se deparar com o homem, não prenunciou dirigindo seu olhar para o homem, apenas continuou observando sua xícara de café, elevou a mão até a pequena xícara bebericando um pouco logo se levantando acenando para seus homens, esperava que os mesmos compreendessem que deveriam logo sacar suas armas, o show iria começar naquele momento.

Sherman logo se dirigindo para perto do homem, elevando seu punho direito para o lado esquerdo logo após o direcionando para o lado esquerdo com tamanha força e velocidade com o intuito de desferir um golpe com as costas do punho no queixo do humanoide, feito assim, iria logo pular sobre o corpo do mesmo se atirando ao chão tentando desferir dois golpes em seu peito na parte vital para lhe causar uma falta de ar repentina. Contava com o apoio de seus companheiros caso algo desse errado, caso o humanoide desviasse do seu primeiro golpe iria se jogar contra acima do mesmo usando toda sua força para derrubar o mesmo contra o chão realizando os golpes em seu peito usufruindo da mesma estratégia caso o mesmo se esquivasse.

Após derrubar seu inimigo dirigiria um olha para três de seus homens logo indagando: -Vocês três, levem esse pirata para o QG – Assim pegando a arma posta acima do balcão lançando-a para um dos três homens balançando a cabeça com um sinal positivo. Iria então se levantar de cima do homem caso tudo desse certo dirigindo um olhar frio para todos presentes no ambiente apenas perguntando: - Isso não sai daqui, caso haja alguém que queira se pronunciar... – indagando com a voz de modo intimidador olhando para os rostos de cada um ali presente, caso alguém de pronunciasse iria aguardar o mesmo, caso contrário iria se dirigir para fora do bar junto aos outros dois homens partindo rumo ao cassino.





OBs:

Leve em consideração minha perícia em anatomia humana.
[/justify]

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/
Em Curso em Sab 4 Abr 2015 - 13:49 13

Blake

avatar
Membro Nível 20
- Alto lá...- A voz ao seu lado chamou a atenção do Pirata, o homem não estava olhando para ele, apenas para sua xícara de café. O Gigante deu um breve aceno para seus companheiros, quê demoraram, mas logo enfiaram suas mãos dentro de seus casacos, esperando a primeira ação para sacarem suas armas.


E assim aconteceu, seu punho voou no ar, algo quê surpreendeu o Pirata por tempo suficiente para quê fosse acertado, mas não do modo quê Sherman desejava. Ele tinha uma boa resistência, então apenas derrubou a cadeira quê estava sentado e se afastou alguns metros para trás. Mas Aye ainda não havia terminado, ele se jogou encima do Pirata, algo quê fez com quê os Atiradores ficassem incapazes naquela briga furiosa. Ele tentou acertar um golpe direto em seu peito, o homem estava desarmado, a pistola havia caído pelo lado de dentro, mas ambos não se renderiam e lutariam com todas as suas capacidades. O Pirata, quê acabou de conhecer a força de seu nem tanto inesperado oponente, tinha sua raiva quê o deixava mais atento aos movimentos de Sherman. Quando o homem iria socá-lo em seu peito ele conseguiu bloqueá-lo.

O Pirata não parou e decidiu revidar. Ele jogou Sherman na parede com os pés, o quê causou alguma quebra de várias madeiras da parede, mas ele não caiu do outro lado. Nada além de arranhões e um choque geral dos clientes ao redor.



Ele se levantou rapidamente do chão e conferiu o estado de seu maxilar, quê por alguma sorte não havia sido quebrado.


- Espero quê Hanzo ouça isso- Sorriu, mostrando os dentes cheios de sangue- Eu vou adorar ver você em pedaços.


O Pirata fez algo talvez não tão imprudente para alguém daquele tamanho, mas de qualquer modo, todos temos pele e aquilo iria doer mais tarde. Ele colocou a mão no fogo da lareira ao lado da bancada. Então, sem um pingo de dor no rosto, ele avançou para cima de Sherman com os punhos pegando fogo, seu objetivo seria saltar á uma distância curta do outro gigante, e acertar-lhe um soco diretamente no pescoço ou até mesmo no rosto.





Detalhes:


Tentativa de Ataque de Sherman contra Esquiva do Pirata
Sherman: 4 + 8(1d10)+ 5 (1d6)= 17
Pirata: 6 + 7 (1d10)=13
Sucesso


Tentativa de Ataque de Sherman contra Defesa/Bloqueio do Pirata
Sherman: 4 + 6 (1d10)+ 2 (1d6)=12
Pirata: 10 + 5 (1d10)= 15
Falha


Quadro Geral
Sherman:PV: 10/10
PS: 15/25


Pirata:PV: 30/30
PS: 10/20

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1287-ficha-aceita-de-blake-belladonna?highlight=Ficha+de+Blake+Belladonna
Em Curso em Seg 6 Abr 2015 - 16:47 14

Bravado

avatar
Membro Nível 5


Hanzo
Part 1



“Merda” pensou enquanto o homem apenas de dirigia para trás evitando ser derrubado, o humanoide logo partindo em disparada contra seu oponente, um salto preciso e poderoso no qual havia aberto uma brecha para que pudesse executar seus outros ataques, não prestou atenção da intensidade dos golpes muito menos os efeitos dos mesmo contra seu oponente, ficou apenas o observando com a cara fechada e os punhos cerrados, seus olhos se movendo freneticamente enquanto encarava seu oponente por debaixo dos longos cabelos e por cima do bigode, encaminhou seus punhos para os lados, o homem a sua frente parecia ter sofrido algum dano, viu o mesmo derrubar sangue de sua boca pelo chão, usando tal momento para revirar sua coluna, seus ossos doíam um pouco devido a madeira, arranhões encheram seus costas porém nada que o impossibilitasse de lutar, a raiva somente ia aumentando em seu corpo, manteve-se o mais calmo possível naquele momento, encaminhou os olhos para seus homens, suas expressões eram indefiníveis naquele momento, ao menos para o humanoide é claro, sua visão embaçada cada vez mais o escuro preenchia os seus olhos, a voz novamente ecoou em sua cabeça tomando conta de sua consciência, o mundo real agora não mais existia, mergulhou profundo na escuridão e novamente se deparou com a figura posta a frente de si.

- Receio que nesse momento precise de minha ajuda para acabar com esse grandão! – a voz ecoando por todos os lados, por mais que tentasse, não conseguia falar uma só palavra, dirigiu os punhos e os pôs a frente do corpo, os olhos fechados devido a imensa escuridão e manteve-se atento, a mente bagunçada entre um turbilhão de dúvidas, por que aquela criatura que o assombrava desejava agora lhe ajudar? - Ingênuo... Não pode me derrotar, tome nota disso Sherman, você precisa de mim , você só irá ganhar com minha ajuda! A voz novamente se protestou por todos os ângulos, mais forte do que da última vez que se manifestara. - Me ajudar?! E aumentar ainda mais minha dívida que tenho com você? – conseguiu proferir antes mesmo de ser empurrado para a realidade, o oponente posto à sua frente e somente teve consciência que havia voltado, fora no momento em que palavras novamente foram lhe dirigidas.

- Espero que Hanzo ouça isso- Sorriu o homem mostrando os dentes cheios de sangue, uma aparência tão ridícula como suas reações, estava realmente maluco devido ao golpe - Eu vou adorar ver você em pedaços. – riu ao se deparar com tais palavras, Sherman logo por impulso dirigiu-lhe algo que iria gostar de ouvir. - E você é o cachorrinho dele? HáHáHá - o homem então seguia rumo à Sherman, seus punhos em chamas, parecia ter sido treinado para suportar aquilo, em sua tentativa de ataque contra as partes superiores do corpo de Sherman, abriu um espaço em sua defesa que poderia se usar de modo que dariam a vitória para o humanoide, seguido por impulso e pela suas habilidades, impulsionou seu corpo se atirando para baixo no momento em que lhe seria dirigido o golpe, assim tentando suspender suas pernas para o alto fazendo o mesmo ser jogado para trás em um movimento acrobático tendo auxilio da velocidade em que o mesmo viesse rumo ao seu encontro, caso o mesmo o fizesse de modo que fosse bem sucedido, saltaria com toda sua força acima de seu oponente a fim de esmaga-lo contra a superfície que o mesmo fosse atirado, logo após isso saltando para o lado esquerdo dando o comando para que seus homens pudessem atirar, buscando manter a maior distância possível do homem.

Caso sua tentativa de esquiva não fosse a tempo e não desse certo, iria então tentaria agarrar um dos punhos do adversário ignorando a dor causada pelas chamas então o girando contra os objetos tento o intuito de lhe ferir com os mesmos terminando seu movimento lançando o mesmo contra a parede que estivesse intacta. Tentaria manter a compostura em modo de defesa caso não conseguisse efetuar nenhum dos movimentos tentando revidar da mesma forma agressiva evitando ao máximo ser pego em algum golpe aguardando os disparos de seus companheiros.




















Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/
Em Curso em Sab 11 Abr 2015 - 16:46 15

Blake

avatar
Membro Nível 20
Raiva, o sentimento mais antigo e necessário aos seres vivos, era algo quê preenchia toda a mente de Sherman, mesmo quê o gigante ainda tentasse manter sua calma de batalha á todo custo. Os atiradores não podiam fazer praticamente nada enquanto ele estivesse lutando, era quase quê cômico quê eles não conseguiriam acertar um homem tão grande, mas pela velocidade de batalha taxada de ambos, era muito arriscado. Ele não conseguiu decifrar a surpresa nos olhos de cada um daqueles marinheiros, assim como a raiva, o escuro contaminava sua visão assim como uma doença antiga uma vez assolou Shells Town, a voz quê começou a surgir em sua cabeça anunciou sua deixa corriqueira do mundo mundano para encarar a figura á frente de seus olhos.


- Receio que nesse momento precise de minha ajuda para acabar com esse grandão! – anunciou a voz para Aye, quê não conseguia emitir nem um som, quanto mais uma palavra articulada, ele tentou se concentrar enquanto sentia a escuridão algo quê miseravelmente sua mente não deixou-o fazer - Ingênuo... Não pode me derrotar, tome nota disso Sherman, você precisa de mim , você só irá ganhar com minha ajuda!- Trovejou a voz, entrando ainda mais profunda em sua cabeça.


- Me ajudar?! E aumentar ainda mais minha dívida que tenho com você? – Ele finalmente conseguiu abrir a boca, mas antes quê pudesse ser assolado novamente por sua própria consciência, a realidade tomou forma de acordo com as palavras imundas proferidas pelo Pirata.


- E você é o cachorrinho dele? HáHáHá - Respondeu ao lacaio do Pirata famoso, e no avanço assassino do Pirata, Sheman percebeu uma abertura em sua defesa, algo quê realmente poderia culminar no término da luta com a vitória ao seu lado. A velocidade foi uma coisa vital, no momento em quê Sherman se jogou no chão e as chamas apenas acertaram uma parte miserável de seus cabelos, o homem mal se deu conta quê o Gigante estava á levantar as pernas para jogá-lo para trás. 


O Pirata levou um civil e uma mesa com ele, mas Aye conseguiu o feito de mandá-lo para além da fachada do bar, quê ficou com um vão enorme em suas ainda maiores portas de medeira. Sherman buscou se levantar como um trovão e avançar sem descanso para cima do homem, mas ele não precisou nem gastar saliva com uma ordem, logo quê o seu oponente enfurecido tornou á aparecer á frente do buraco da porta, os atiradores fuzilaram-no como se fosse apenas um boneco de treino, descarregando toda a munição em seu corpo, o qual fez um estrondoso ruído ao cair morto no chão.


- VAMOS SAIR DAQUI!- pronunciou um dos marinheiros, alto o suficiente para quê Sherman o ouvisse.


Logo á frente do estabelecimento, uma coisa não tão percebível foi a presença de um homem, um homem quê estava sentado na madeira grossa quê formava o caminho pela frente do bar. Ele estava calmo, ou parecia assim estar, e também parecia ser um humano adulto comum de cabelos negros e pele pálida, apenas o fato quê ele estava apertando uma faca contra o pescoço de um civil caído no chão era a única coisa perturbadora naquele homem, assim como o fato de a Jolly Roger de Hanzo estar nas costas de seu casaco, mas em um símbolo dourado ao invés do branco usado pela tripulação.


Ele era normal, exceto pelo fato de quê ele era Hattori Hanzo.



Detalhes:

Tentativa de Ataque do Pirata contra Esquiva de Sherman
Sherman: 12 + 3(1d10)+ 5 (1d6)=20
Pirata: 9 + 8 (1d10)= 17
Sucesso


Tentativa de Ataque de Sherman contra Esquiva do Pirata
Sherman: + 6 (1d10)+ 4 (1d6)=14
Pirata: + 7 (1d10)= 13
Sucesso


Quadro Geral:
Sherman:PV: 30/30
PS: 05/25

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/t1287-ficha-aceita-de-blake-belladonna?highlight=Ficha+de+Blake+Belladonna
Em Curso em Dom 12 Abr 2015 - 13:01 16

Bravado

avatar
Membro Nível 5


Hanzo
Parte 2



Rangeu os dentes, o humanoide agora caído no chão parecia ter finalmente recebido aquilo que buscava, a justiça era algo que não poderia ser contradita, seus olhos rodeando o local tomado pelo espanto e pelo caos, os ruídos da batalha com certeza teriam alertado algo para as pessoas que se pousavam no estabelecimento a frente, inevitável fora tudo aquilo, seus homens todos em posição com arma em mãos que pouco se poderia ser usada, Sherman então encaminhou rumo a arma do gigante, e, com uma das mãos, buscou pegá-la e arremessá-la para seus homens que pousavam do outro lado do estabelecimento, o ruído em sua mente fazia parecer todo aqueles clima mais tenso, sentiu-se pesar até que quase caiu de joelhos, por sorte aquele golpe não o havia atingido em cheio porém levando em conta o peso daquele grandalhão são era nada fácil lidar com ele no fim das contas, seu corpo pousava à beira do estabelecimento até que finalmente pode ouvir em sua mente o uivo, estava lá posto à frente do estabelecimento o chefe de tudo aquilo, líder do banco no qual buscava, já estava perto demais do que desejava, um homem como? Pensou Sherman, talvez poderia esmaga-lo com uma série de socos, imaginou que poderia ser mais fácil, porém algo em sua mente o pôs em seu próprio lugar e evitou subestimar aquele homem, assim como seu oponente o fizera e agora pendia morto no chão jorrando sangue com mais furos no corpo do que uma peneira.

- Você é aquele que chamam de Hanzo? – Perguntou o humanoide cruzando os braços elevando sua perna direita até uma cadeira próxima onde pudesse apoiá-lo, respirou fundo recuperando lentamente o fôlego assim novamente perguntando. - Sabe você tem dado muito trabalho para as pessoas daqui... O que vossa senhoria deseja? Se me permite me dirigir a você de tal forma... hé! - Soltou um riso abafado após sua última frase, se dirigiu para a cadeira mais próxima então com o objetivo de descansar, procurou manter os olhos atentos ao homem e tudo o que poderia acontecer a seguir, evitando contato com qualquer um que tivesse a audácia de se aproximar de modo que achasse ameaçador para sua segurança, tendo então como reação um breve golpe na parte do tórax com seu braço direito.





















Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/
Em Curso em Dom 8 Nov 2015 - 17:34 17

Atsushi Murasakibara

avatar
Membro Nível 4
Meu cabelo é Daynight
Hattori Hanzo



Hattori Hanzo, tudo que ele mais queria era fazer seu nome pesar sobre a ilha que tanto o desprezou quando era pequeno, ilha imunda, seres que não se submetiam as ordens dele não mereciam estar na presença dele, nem hoje nem nunca, esse era a frase do pensamento do homem, mais temido naquele momento, na mesma ilha onde se encontravam. Ele estaria vestindo com o seu casaco branco com o símbolo de seu Jolly Roger, como ouro se destacava, ele estava longe de ser como seus subordinados, era o que esse símbolo denominava-se no caso dele, apertando a faca no civil que tentava criar uma rebelião contra ele, e que se demonstrou sem sucesso. Ele estaria sentando, com a faca na mão, assim que chegou um desconhecido, um gigante, ele ignorou-o, o que menos Hanzo gostava de fazer era falar, então com uma cara de surpreso, ele olhou para o gigante, com raiva, assim que expeliu sangue pela sua boca, se virou, enfiando a faca no ombro do gigante, assim Hanzo, se levantou correndo, saindo pela porta traseira do estabelecimento, dois da sua tripulação o pegaram e o ajudaram, para retira-lo daquele lugar, assim gritaram com um preocupação:
O Capitão está ferido! Vamos! Para a CS!

Sem medo de errar, o puseram no que parecia uma carroça, que o levava, estaria toda tripulação a volta do estabelecimento, seguindo os subordinados que levariam a carroça, até a casa segura que poucos teriam conhecimento disso. Nessa temporada,  por todos estarem preocupados, o braço esquerdo de Hanzo, fica atrás ficando parado, disfarçado para que ninguém se apercebesse dele lá, ele ficou fumado e deu um sorriso malicioso, quando viu que alguém havia conseguido aleijar gravemente seu capitão e pelo que parecia, apenas com um soco, ele ficou de fora esperando que o valentão saísse. 

Detalhes:

Tentativa de Ataque de Sherman contra Esquiva de Hanzo
Sherman: + 6 (1d10)+ 4 (1d6)=14
Hanzo: 8 + 4 (1d10)= 10
Sucesso


Tentativa de Ataque de Sherman contra Defesa/Bloqueio do Pirata
Sherman: 4 + 7 (1d10)+ 5 (1d6)=16
Pirata: 8 + 4 (1d10)= 12
Sucesso

Quadro Geral:
Sherman:
PV: 30/30
PS: 00/25

[size=13]Hanzo:[/size]
[size=13]PV: 06/16[/size]
[size=13]PS: 14/14[/size]




Obs: Note que você está com 0 de Pontos de Stamina, ou seja, seu personagem está muito cansado, descreva tal situação em seu post.

*
Leia: http://www.somosmugiwara.com/t977-regras-movimentacao-e-gasto-de-ps

Ver perfil do usuário http://www.somosmugiwara.com/
Em Curso em Seg 9 Nov 2015 - 12:17 18

Bravado

avatar
Membro Nível 5


Alerta Geral -Combate Contr a Ameaça Pirata
Part 1



O homem de estranho aspecto parecia se aproximar ainda mais do que lhe era permitido, a audácia em sua face tornava aquele ambiente bem mais tenso, o desenrolar de toda aquela história estava acontecendo, o rumo de tudo ia se cumprindo e os seus objetivos vinham para perto de si lhe abrindo os caminhos que desejava, sorriu quando o homem se aproximou ainda mais de seu corpo, o que foi perto o bastante para que seu braço enorme fosse enterrado em seu corpo, o estranho líquido de caráter vermelho se perdia no ar frente a boca do homem, conhecia bem aquela substância, o homem sorriu e então o bigode revelou os enormes e brancos dentes que se escondiam em sua cara fechada, o golpe atingia o homem como se fosse apenas um boneco de pano sendo atirado para a direção do qual vinha antes, este foi rápido e astuto, aproveitando-se da situação sacava uma arma o atacando a queima roupa, um movimento bastante inteligente porém ao mesmo tempo que era insensato, não condizia nada com nada aquilo tudo, a arma atravessava o couro do gigante que pouco sentiu devido ao seu tamanho, para aquele homem um corte feito por aquela arma poderia ser fatal, porém para um gigante seria mais apenas um corte qualquer. o homem cuspia mais sangue do que antes só que este movimentava-se de forma abalada pelo ambiente, o seu corpo cruzava o cenário destruído indo direto para uma porta perto dali, este sumiu em meio a uma multidão que parecia o acompanhar, o gigante caia de costas sobre a madeira exibindo seu longo sorriso,respirava ofegante e seus olhos se mexiam muito rápido, a adrenalina cruzava seu corpo subindo cada vez mais, as dores musculares davam o ar de sua chegada afetando seus bíceps e tríceps, pode ouvir algumas palavras vindas de fora do local, o pirata havia se ferido seriamente, sorriu ainda mais quando este o viu mergulhando em uma carroça sendo levado inteiramente pelos homens que o acompanhavam. - Então ele se machuca... He! - Indagou o gigante revirando os olhos para os homens que fazia parte de sua tropa, seguravam suas armas totalmente livre de munições, exceto pelo único homem que empunhava uma arma enorme que mal cabia em sua mão, o gigante apontou para que este ficasse, enquanto olhou para os outros que compunham um grupo de 4 pessoas.

- Vocês 4, vão até o QG da marinha nesta ilha, avisem-lhes que o pirata está ferido gravemente, informe-os para enviar tropas pela cidade inteira em busca de uma certa CS, deve ser lá onde ele se repousa, quero toda a marinha contra esse inimigo enquanto este não pode fazer nada, diga ao Tenente que quem vos fala é Sherman! - O gigante então dispensava os atiradores com um movimento de mãos, indicando que estes fossem por lados diferentes para impedir que fossem pegos na saída do local, o gigante deitava sua cabeça sobre a madeira enquanto o atirador que restava lhe fazia companhia, o cansaço invadindo seu corpo como nunca antes, sua respiração era acelerada e um pouco de secreções podia ser vista saindo de seu machucado, os olhos se mexeram em direção ao balcão, buscou com suas grossas mãos um banco, este se opôs acima do mesmo visando sentar-se escorado sobre o balcão, batendo sua mão contra o mesmo com grande relutância, se dirigindo ao dono do estabelecimento, caso o mesmo ainda estivesse ali, ou ao marinheiro que tinha junto de si. - Me arrume algo para comer, estou muito cansado... -






Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/
Em Curso em Qua 11 Nov 2015 - 18:47 19

Atsushi Murasakibara

avatar
Membro Nível 4
Meu cabelo é Daynight
Hattori Hanzo



Hora de Atender os clientes, finalmente aquele senhor da marinha haveria conseguido afastar o maluco que estaria dominado aquela parte da ilha, o dono do bar saiu sorrindo, mas logo que viu o senhor da marinha que havia tirando o maluco dali, com uma ferida preparou um pano com uma espécie de líquido que se demonstrava ser álcool para desinfectar feridas, deixando na mão do senhor. Assim começou a fritar dois peixes grandes, e meteu em prato deixando os talheres de lado, assim aproveitou abrir aquele lugar rústico, ainda era um lugar antigo porque devido ao pirata, ele nunca conseguia, manejar bem o negocio, nunca havia lucro suficiente para tal, assim abriu as janelas e as portas, finalmente aquele lugar estava livre de más influencias e nocivas para ele, assim enquanto limpava as áreas do estabelecimento, o dono, que se demonstrava alguém magro e de cor caucasiana, disse tentando manter o tom de alegria:
- Obrigado por ter expulsado aqueles piratas, eles arruinaram por completo a minha vida, levaram a minha família e tudo que eu tinha, por favor senhor da marinha, salve-os.

Sem se importar com nada, o senhor se ajoelhou perante o gigante que estaria no seu estabelecimento, estaria o mesmo deixando suas lágrimas preencher o chão, assim um pirata com aparência de um cavaleiro do velho oeste, usando botas que atraíam a atenção, devido ao cintilante toque no chão, ele estaria parecendo um arco-íris, casaco roxo, botas brancas, calças vermelhas e chapéu amarelo, e ele parecia se orgulhar disso, assim ele sentou ao lado do gigante e disse:
- Eae, eles me chamam o colorido, mas você pode me chamar de Colorman. 

Detalhes:


Quadro Geral:
Sherman:
PV: 30/30
PS: 00/25
Obs.: A faca não o afectou profundamente ou seriamente, pode considerar como se fosse um simples raspão.


Ver perfil do usuário http://www.somosmugiwara.com/
Em Curso em Qui 12 Nov 2015 - 12:01 20

Bravado

avatar
Membro Nível 5


Alerta Geral -Combate Contr a Ameaça Pirata
Part 2



O humanoide sentava sobre a cadeira depositando seus braços acima do balcão, o homem atrás do mesmo parecia sorrir de forma como quem se alegrasse de ver todos aqueles piratas foras do local, pouco entendeu os motivos de sua alegria uma vez que todos ali geravam lucros para ele, porém logo abandonou essa ideia devido ao fato de se lembrar de que piratas não pagam suas dívidas, apenas roubam pequenos estabelecimentos visando um dia chegar ao tão conhecido One Piece, o gigante sorriu esboçando um leve sarcasmo em relação a aquela ideia, o cheiro preencheu o ar enquanto a fumaça circundava a cabeça do homem, passou a produzir muito mais saliva quando este viu as enormes criaturas serem dispostas pela grande panela, parou para observar bem do que se tratavam aquilo e para a sua alegria eram feitos dois enormes peixes, o homem sorriu lembrando-se de que aquele seria se prato preferido desde os 5 anos, como o homem pode descobrir? Apenas um palpite? Ignorou esse pensamento, passou a olhar o local bem atentamente depois de tudo ali ficar vazio permanecendo apenas ele e o marinheiro que empunhava a arma, pensou no que os oficiais estivessem fazendo a essa altura, talvez atacando o forte dos inimigos para então livrar aquela cidade dos caos? Não pode ouvir barulhos que fossem muito alarmantes, ao menos não ainda, o prato com a comida era depositado sobre sua frente juntamente com alguns talheres, aproximou o rosto do alimento para então sentir aquele aroma que tanto lhe atraia, pode ver o homem se mover de um lado para o outro abrindo o estabelecimento para o mundo, o local estava vazio porém este esboçava uma alegria tão grande que fora incapaz de compreender por um momento o sentido de tudo aquilo. O homem vinha até seus pés agradecendo por seus feitos naquele estabelecimento, o gigante ficou surpreso, acreditou que fosse ficar ainda mais bravo devido aos estrago que havia feito.
- Ora não tem o que agradecer, eu que lhe pedir desculpas devido aos estragos que fiz aqui... -
- Sua família... Vou ver o que consigo fazer por você, estou te devendo uma afinal. -
O gigante pegava o animal colocando-o sobre sua boca, aos poucos mastigava a criatura saboreando lentamente aquela comida, desejou um pouco de limão ali para tornar tudo mais perfeito, porém não tinha do que reclamar, a comida estava maravilhosa e deveria estar grato por tudo aquilo, a figura de um homem se projetava em uma cadeira ao seu lado porém não dava muita atenção ao mesmo, apenas continuava comendo sua comida sem esboçar nenhuma reação ou palavra, assim que este acabou sua enorme mão deslizou pelo balcão, empurrando o prato até onde o balconista pudesse pegá-lo, agradeceu pelo alimento então virando seu rosto para o homem que antes havia se protestado lhe dizendo seu nome, olhou brevemente o rapaz de cima a baixo e então entendeu o significado de seu apelido.
- Um nome bastante criativo para sua personalidade... -
- E então, o que veio fazer aqui? -
O gigante não esboçava nenhuma reação, raiva, felicidade, nada, apenas olhava para o homem ficando em silêncio apertando o corte em seu ombro, olhou de relance para o marinheiro que tinha com sigo ali, este quis dizer em seu olhar para tacar no momento em que desconfiasse, o gigante continuou ali repousando no assento descansando.

Ver perfil do usuário http://somosmugiwara.forumeiros.com/

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 2]

Ir à página : 1, 2  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum

Compartilhe este Tópico!

Url Direta
BBcode
HTML
  • criar um fórum | Foros RPG | One piece | © PunBB | Fórum grátis de ajuda | Fale conosco | Assinalar uma queixa | Fóruns grátis no Forumeiros